• TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Notícias Parnaíba

18 de abril de 2018

Em Parnaíba vacinação contra gripe Influenza começa dia 23

a vacinação vai acontecer em todos os postos de saúde do município.

A campanha de vacinação contra a gripe influenza vai começar em Parnaíba na próxima segunda-feira (23). A informação é do Coordenador de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Charles Lima.

Ele disse que primeiramente serão vacinados os profissionais da área de saúde envolvidos na vacinação. Em seguida serão vacinadas as pessoas consideradas de grupos prioritários como: idosos acima de 60 anos, as crianças entre 6 meses e cinco anos, gestantes e as puérperas até 45 dias depois do parto.

vacinacao

Também serão vacinados – segundo ele – os professores, a população privada de liberdade e os profissionais que trabalham com eles, ou seja, os trabalhadores do sistema carcerário.

Charles Lima informou que o Dia “D”, o Dia de Mobilização Nacional da Vacinação será 12 de maio e o objetivo é vacinar 90 por cento de cada um desses segmentos da população. Por isso, a vacinação vai acontecer em todos os postos de saúde do município.

Em Parnaíba vacinação contra gripe Influenza começa dia 23

a vacinação vai acontecer em todos os postos de saúde do município.

A campanha de vacinação contra a gripe influenza vai começar em Parnaíba na próxima segunda-feira (23). A informação é do Coordenador de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Charles Lima.

Ele disse que primeiramente serão vacinados os profissionais da área de saúde envolvidos na vacinação. Em seguida serão vacinadas as pessoas consideradas de grupos prioritários como: idosos acima de 60 anos, as crianças entre 6 meses e cinco anos, gestantes e as puérperas até 45 dias depois do parto.

vacinacao

Também serão vacinados – segundo ele – os professores, a população privada de liberdade e os profissionais que trabalham com eles, ou seja, os trabalhadores do sistema carcerário.

Charles Lima informou que o Dia “D”, o Dia de Mobilização Nacional da Vacinação será 12 de maio e o objetivo é vacinar 90 por cento de cada um desses segmentos da população. Por isso, a vacinação vai acontecer em todos os postos de saúde do município.

Mototaxistas de Parnaíba pressionam por fiscalização

apresentaram o alvará e querem que os outros façam o mesmo

Mototaxistas se reuniram na manhã desta quarta-feira (18/04), na Praça de Santo Antônio, centro de Parnaíba, para denunciar ao Ministério Público a falta de fiscalização da Prefeitura de Parnaíba contra as pessoas que estão exercendo a profissão sem estar devidamente regulamentado. O resultado disso são prejuízos para quem se esforçou em estar em dia. Os mototaxistas apresentaram o alvará em praça pública que lhe permitem pleno direito de exercer a profissão e querem que os outros façam o mesmo. A denúncia foi formalizada pelo Sindicato dos Mototaxistas de Parnaíba (SIMPAR), na pessoa de Sebastião Pereira, que é presidente interino do sindicato.

mototaxistas denunciam

A queixa dos mototaxistas é que fizeram investimentos, passaram por mais qualificação para que pudessem estar dentro da regularidade e estão sofrendo concorrência desleal. Eles defendem também que a regularização é uma estratégia de redução da violência entre a categoria. Francisco Sousa defendeu que muitas pessoas são vítimas da violência por se utilizarem de pessoas que não são regulamentadas. Já Valdeci Farias reclamou a ausência do poder público na falta de fiscalização.

O Sindicato dos Mototaxistas de Parnaíba denunciou a falta de fiscalização e a classe acredita que com a intervenção da gestão municipal, a categoria regulamentada dos mototaxistas estará mais amparada. Com alvará na mão, os mototaxistas convidam os outros ao esforço da regulamentação; pois são em torno de 700 vagas e todos as pessoas que usam moto para oferecer o serviço de frete não chegam a mil, segundo o Sindicado dos Mototaxistas de Parnaíba.

Mototaxistas de Parnaíba pressionam por fiscalização

apresentaram o alvará e querem que os outros façam o mesmo

Mototaxistas se reuniram na manhã desta quarta-feira (18/04), na Praça de Santo Antônio, centro de Parnaíba, para denunciar ao Ministério Público a falta de fiscalização da Prefeitura de Parnaíba contra as pessoas que estão exercendo a profissão sem estar devidamente regulamentado. O resultado disso são prejuízos para quem se esforçou em estar em dia. Os mototaxistas apresentaram o alvará em praça pública que lhe permitem pleno direito de exercer a profissão e querem que os outros façam o mesmo. A denúncia foi formalizada pelo Sindicato dos Mototaxistas de Parnaíba (SIMPAR), na pessoa de Sebastião Pereira, que é presidente interino do sindicato.

mototaxistas denunciam

A queixa dos mototaxistas é que fizeram investimentos, passaram por mais qualificação para que pudessem estar dentro da regularidade e estão sofrendo concorrência desleal. Eles defendem também que a regularização é uma estratégia de redução da violência entre a categoria. Francisco Sousa defendeu que muitas pessoas são vítimas da violência por se utilizarem de pessoas que não são regulamentadas. Já Valdeci Farias reclamou a ausência do poder público na falta de fiscalização.

O Sindicato dos Mototaxistas de Parnaíba denunciou a falta de fiscalização e a classe acredita que com a intervenção da gestão municipal, a categoria regulamentada dos mototaxistas estará mais amparada. Com alvará na mão, os mototaxistas convidam os outros ao esforço da regulamentação; pois são em torno de 700 vagas e todos as pessoas que usam moto para oferecer o serviço de frete não chegam a mil, segundo o Sindicado dos Mototaxistas de Parnaíba.

17 de abril de 2018

Jovem oferece carona a idosa e no caminho de casa a estupra

Estavam em uma festa na noite de domingo.

Acusado de estupro Daniel José Carvalho do Nascimento, 20 anos, foi preso por volta das 10h de segunda-feira (16/04), em sua residência, no povoado São Benedito, zona rural do município de Buriti dos Lopes. O jovem é acusado de ter estuprado uma senhora de 69 anos de idade.

Segundo a polícia, tanto a vítima como o acusado estavam em uma festa na noite de domingo (15/04) no povoado Salgadinho, quando a mulher pediu para que um sobrinho a levasse para casa, que fica no outro povoado onde também morava Daniel Nascimento, que é o povoado São Benedito.

Daniel, por sua vez, se ofereceu para levar a idosa para casa, que naturalmente consentiu por conhecer o jovem. No caminho ele a estuprou, inclusive o sargento Francisco Vieira e o sargento Santos encontraram a cueca do acusado no local do crime. A senhora foi levada para o Posto Avançado do IML de Parnaíba, onde foi realizado o exame de corpo de delito e comprovado o estupro.

O caso foi comunicado ao sargento Vieira, comandante do Grupamento da Polícia Militar de Buriti dos Lopes. A casa de Daniel fica às margens do rio Pirangi. Para que o acusado não fugisse, o sargento Vieira deixou o veículo a três quilômetros do local e adentrou o rio para reduzir as possibilidades de fuga; o jovem foi capturado dentro do quarto e confessou a autoria do crime. Ele foi levado para a delegacia de Buriti dos Lopes onde foi autuado por estupro e conduzido para a Penitenciária Mista de Parnaíba.

Jovem oferece carona a idosa e no caminho de casa a estupra

Estavam em uma festa na noite de domingo.

Acusado de estupro Daniel José Carvalho do Nascimento, 20 anos, foi preso por volta das 10h de segunda-feira (16/04), em sua residência, no povoado São Benedito, zona rural do município de Buriti dos Lopes. O jovem é acusado de ter estuprado uma senhora de 69 anos de idade.

Segundo a polícia, tanto a vítima como o acusado estavam em uma festa na noite de domingo (15/04) no povoado Salgadinho, quando a mulher pediu para que um sobrinho a levasse para casa, que fica no outro povoado onde também morava Daniel Nascimento, que é o povoado São Benedito.

Daniel, por sua vez, se ofereceu para levar a idosa para casa, que naturalmente consentiu por conhecer o jovem. No caminho ele a estuprou, inclusive o sargento Francisco Vieira e o sargento Santos encontraram a cueca do acusado no local do crime. A senhora foi levada para o Posto Avançado do IML de Parnaíba, onde foi realizado o exame de corpo de delito e comprovado o estupro.

O caso foi comunicado ao sargento Vieira, comandante do Grupamento da Polícia Militar de Buriti dos Lopes. A casa de Daniel fica às margens do rio Pirangi. Para que o acusado não fugisse, o sargento Vieira deixou o veículo a três quilômetros do local e adentrou o rio para reduzir as possibilidades de fuga; o jovem foi capturado dentro do quarto e confessou a autoria do crime. Ele foi levado para a delegacia de Buriti dos Lopes onde foi autuado por estupro e conduzido para a Penitenciária Mista de Parnaíba.

14 de abril de 2018

Novo Carro tumba para o IML de Parnaíba

faz parte dos novos equipamentos recebidos pela instituição

O Posto Avançado do Instituto Médico Legal, IML, de Parnaíba foi contemplado na manhã de sexta-feira (13/04), com um novo carro-tumba. A entrega foi oficializada por volta das 11h com a presença do coronel da Polícia Militar Rubens Pereira, secretário de Segurança Pública do Piauí e o deputado federal Fábio Abreu Costa. O novo veículo destina-se a remoção de corpos e faz parte dos novos equipamentos recebidos pela instituição de pericia criminal.

carro tumba (1)

O veículo trata-se de um Volkswagen Amarok adaptado para o transporte de corpos, com exaustor e a cabine é separada do compartimento onde são alojados os cadáveres. Os investimentos ainda contemplam uma máquina de scaner para que as necropsias sejam feitas com mais precisão. O equipamento passará a ser usado com as adequações do abastecimento de energia.

carro tumba (2)

Em Parnaíba, no Bairro Frei Higino, está o Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica que atende toda a região norte do Piauí. A estruturação gradativa da instituição pode assegurar mais qualidade na prestação de serviços à sociedade.

carro tumba (3)

Novo Carro tumba para o IML de Parnaíba

faz parte dos novos equipamentos recebidos pela instituição

O Posto Avançado do Instituto Médico Legal, IML, de Parnaíba foi contemplado na manhã de sexta-feira (13/04), com um novo carro-tumba. A entrega foi oficializada por volta das 11h com a presença do coronel da Polícia Militar Rubens Pereira, secretário de Segurança Pública do Piauí e o deputado federal Fábio Abreu Costa. O novo veículo destina-se a remoção de corpos e faz parte dos novos equipamentos recebidos pela instituição de pericia criminal.

carro tumba (1)

O veículo trata-se de um Volkswagen Amarok adaptado para o transporte de corpos, com exaustor e a cabine é separada do compartimento onde são alojados os cadáveres. Os investimentos ainda contemplam uma máquina de scaner para que as necropsias sejam feitas com mais precisão. O equipamento passará a ser usado com as adequações do abastecimento de energia.

carro tumba (2)

Em Parnaíba, no Bairro Frei Higino, está o Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica que atende toda a região norte do Piauí. A estruturação gradativa da instituição pode assegurar mais qualidade na prestação de serviços à sociedade.

carro tumba (3)

10 de abril de 2018

Prefeitura se adequa à Política Nacional de Resíduos Sólidos

Prefeitura de Parnaíba se adequa à Política Nacional de Resíduos Sólidos

A Prefeitura de Parnaíba realizou licitação específica para contratação de serviços de gerenciamento de resíduos de saúde, de acordo com as exigências técnicas relacionadas ao tipo de serviço. O município assinou um Termo de Ajuste de Conduta, (TAC) junto ao Ministério Público, para adequação da coleta dos resíduos de saúde dos serviços públicos municipais e de geradores privados, que eram dispostos de forma inadequada no lixão do município e sem tratamento prévio.

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei N° 12.305/10), cada gerador de resíduos de serviços de saúde de atendimento humano ou animal é responsável pelo resíduo, desde a geração até a destinação final. Dessa forma, a administração realizou a licitação dos resíduos gerados em 45 estabelecimentos públicos municipais.

A partir da assinatura do contrato com a empresa Sterlix Ambiental, que venceu o pregão, estabelecimentos privados e públicos estaduais instalados no município serão notificados para se adequarem à nova legislação, por meio da contratação de serviços realizados por empresa licenciada pelos órgãos ambientais. Atualmente, a região conta com aproximadamente 72 geradores privados, incluindo hospitais, farmácias e clínicas. Além dos estabelecimentos instalados em Parnaíba, outras cinco Prefeituras da região - Buriti dos Lopes, Ilha Grande, Cajueiro da Praia, Luís Correia e Bom Princípio - depositam inadequadamente resíduos no lixão de Parnaíba, e que também serão proibidas de fazê-lo.

O consultor em tratamento de resíduos da Sterlix, Felipe Melo, explica que a iniciativa da Prefeitura de Parnaíba deve servir de exemplo para os demais municípios do Piauí que ainda não realizam corretamente o gerenciamento dos resíduos de saúde. “É muito importante que o poder público e o setor privado se conscientizem da necessidade de um gerenciamento adequado de resíduos da saúde. A sua má coleta, transporte, tratamento e destinação podem trazer problemas aos municípios, não só em relação à saúde pública, mas também, às questões ambientais. Por isso, é importante cuidar desses resíduos de forma adequada e assim proporcionar segurança as pessoas e ao meio ambiente”, alerta o especialista.

Os estabelecimentos receberão um prazo de  60 dias para realizar as adequações. Após este prazo, a Prefeitura de Parnaíba e a Vigilância Sanitária iniciam as fiscalizações nos locais e, caso eles não estejam de acordo com as normas exigidas, serão autuados, podendo ser lavradas multas de acordo com as normas federais da ANVISA e não terão o alvará de funcionamento renovado.

Prefeitura se adequa à Política Nacional de Resíduos Sólidos

Prefeitura de Parnaíba se adequa à Política Nacional de Resíduos Sólidos

A Prefeitura de Parnaíba realizou licitação específica para contratação de serviços de gerenciamento de resíduos de saúde, de acordo com as exigências técnicas relacionadas ao tipo de serviço. O município assinou um Termo de Ajuste de Conduta, (TAC) junto ao Ministério Público, para adequação da coleta dos resíduos de saúde dos serviços públicos municipais e de geradores privados, que eram dispostos de forma inadequada no lixão do município e sem tratamento prévio.

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei N° 12.305/10), cada gerador de resíduos de serviços de saúde de atendimento humano ou animal é responsável pelo resíduo, desde a geração até a destinação final. Dessa forma, a administração realizou a licitação dos resíduos gerados em 45 estabelecimentos públicos municipais.

A partir da assinatura do contrato com a empresa Sterlix Ambiental, que venceu o pregão, estabelecimentos privados e públicos estaduais instalados no município serão notificados para se adequarem à nova legislação, por meio da contratação de serviços realizados por empresa licenciada pelos órgãos ambientais. Atualmente, a região conta com aproximadamente 72 geradores privados, incluindo hospitais, farmácias e clínicas. Além dos estabelecimentos instalados em Parnaíba, outras cinco Prefeituras da região - Buriti dos Lopes, Ilha Grande, Cajueiro da Praia, Luís Correia e Bom Princípio - depositam inadequadamente resíduos no lixão de Parnaíba, e que também serão proibidas de fazê-lo.

O consultor em tratamento de resíduos da Sterlix, Felipe Melo, explica que a iniciativa da Prefeitura de Parnaíba deve servir de exemplo para os demais municípios do Piauí que ainda não realizam corretamente o gerenciamento dos resíduos de saúde. “É muito importante que o poder público e o setor privado se conscientizem da necessidade de um gerenciamento adequado de resíduos da saúde. A sua má coleta, transporte, tratamento e destinação podem trazer problemas aos municípios, não só em relação à saúde pública, mas também, às questões ambientais. Por isso, é importante cuidar desses resíduos de forma adequada e assim proporcionar segurança as pessoas e ao meio ambiente”, alerta o especialista.

Os estabelecimentos receberão um prazo de  60 dias para realizar as adequações. Após este prazo, a Prefeitura de Parnaíba e a Vigilância Sanitária iniciam as fiscalizações nos locais e, caso eles não estejam de acordo com as normas exigidas, serão autuados, podendo ser lavradas multas de acordo com as normas federais da ANVISA e não terão o alvará de funcionamento renovado.