• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Parnaíba

26 de fevereiro de 2019

Construção de CTR na Região Norte do estado é tratada em audiência pública

O momento aconteceu no município de Buriti dos Lopes


Técnicos da SEMAR, empresários, moradores de comunidades e várias autoridades estiveram na tarde destra sexta feira (22), reunidos no Clube Pirangi , que fica no município de Buriti dos Lopes, para tratar de audiência Pública, para discussão do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), referentes a implantação de uma CTR - central de tratamento de resíduos.

A nova CTR é um empreendimento realizado pela empresa Santos & Nery central de tratamento de resíduos ltda. O aterro passou para responsabilidade privada após a impossibilidade de um consórcio montado pelos municípios, uma vez que estes alegam falta de recursos. A medida cumpre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).


A  Audiência foi presidida e coordenada por Carlos Antônio Moura Fé Superintendente da SEMAR Piauí, que apresentou o projeto e segundo ele, se encontra dentro dos padrões exigidos pela lei.

O engenheiro agrônomo Adriano de Moraes Santos que esteve representando a empresa Santos & Nery apresentou o projeto da CTR.

 “O desafio é acabar com os lixões a céu aberto que poluem água, solo e ar, principalmente através do chorume”, afirmou Adriano. Ainda segundo ele, só o município de Parnaíba produz diariamente uma grande quantidade de resíduo e que não encontram o tratamento necessário.

O aterro deverá cobrir a região norte do estado e deverá pegar os municípios de Cajueiro da Praia, Luiz Correia, Parnaíba, Buriti dos Lopes, Cocal, Caraúdas, Caxingó, Bom Principio, podendo se estender até o estado vizinho do Ceará pegando o município de Chaval.

A área selecionada encontra-se a 25 km de distancia do aeroporto internacional de Parnaíba com acesso pelas rodovias na rodovia br 343, lagoa de dentro, data varzea, s/n°, zona rural, na cidade de buriti dos Lopes, estado do Piauí.

A população presente na audiência, porém, apresentou suas preocupações com relação à distância das áreas residenciais dos municípios que se encontram próximas ao local onde será a obra. Os moradores também temem pelo mal cheio e possível poluição do ar.

Na ocasião, Pedro Benjamim técnico responsável pela elaboração do EIA/RIMA fez uma exposição técnica sobre os estudos desenvolvidos, em linguagem clara e objetiva. Benjamim, garantiu aos presentes que a CTR se encontra dentro dos limites de distância exigidos por lei, que é de no mínimo 500 metros. Ele garantiu também que o processo seguirá com rigorosa qualidade para que não haja prejuízos na saúde e qualidade de vida dos moradores.


Representando a OAB Subseção de Parnaíba os advogados Adrimaria Moreira, presidente da Subcomissão de Defesa do Meio Ambiente, e Gerardo Amorim, 2° Secretário, também fizeram suas colocações a respeito do projeto. Para eles há uma informação não confirmada de que Parnaíba poderá ficar fora do projeto e queriam de saber se ainda assim o projeto seria viável tendo em vista que o município é o maior da região. De acordo com Adriano, por se tratar de um empreendimento particular a empresa poderá viabilizar a participação de outros municípios da planície litorânea, e que a participação de Parnaíba seria, não por meio do consórcio mais de forma individual. Os outros municípios que poderiam participar poderia ser Piracuruca ou até mesmo Piripiri que fica a cerca de 120 km da CTR.


Lixões no Brasil

No dia 1 de julho de 2015 o Senado aprovou o projeto que prorrogava o prazo para as cidades brasileiras se adequarem às regras da PNRS, que antes era até agosto de 2014.

Sancionada em 2 de agosto de 2010, a PNRS determinou ações de extinções dos lixões de todo Brasil, substituindo-os por aterros sanitários capazes de diminuir os danos ambientais. Agora os Estados têm o período entre 2018 e 2021 para extinguir os lixões.

A PNRS tem, além do objetivo de reduzir os resíduos gerados, a ampliação da reciclagem, aliada a serviços de coleta seletiva, com inclusão social dos catadores e a extinção dos lixões.

Posteriormente à realização da Audiência Pública, será lavrada a correspondente Ata, passando a ser parte integrante do processo administrativo correspondente, juntamente com os demais documentos pertinentes.


Construção de CTR na Região Norte do estado é tratada em audiência pública

O momento aconteceu no município de Buriti dos Lopes


Técnicos da SEMAR, empresários, moradores de comunidades e várias autoridades estiveram na tarde destra sexta feira (22), reunidos no Clube Pirangi , que fica no município de Buriti dos Lopes, para tratar de audiência Pública, para discussão do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), referentes a implantação de uma CTR - central de tratamento de resíduos.

A nova CTR é um empreendimento realizado pela empresa Santos & Nery central de tratamento de resíduos ltda. O aterro passou para responsabilidade privada após a impossibilidade de um consórcio montado pelos municípios, uma vez que estes alegam falta de recursos. A medida cumpre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).


A  Audiência foi presidida e coordenada por Carlos Antônio Moura Fé Superintendente da SEMAR Piauí, que apresentou o projeto e segundo ele, se encontra dentro dos padrões exigidos pela lei.

O engenheiro agrônomo Adriano de Moraes Santos que esteve representando a empresa Santos & Nery apresentou o projeto da CTR.

 “O desafio é acabar com os lixões a céu aberto que poluem água, solo e ar, principalmente através do chorume”, afirmou Adriano. Ainda segundo ele, só o município de Parnaíba produz diariamente uma grande quantidade de resíduo e que não encontram o tratamento necessário.

O aterro deverá cobrir a região norte do estado e deverá pegar os municípios de Cajueiro da Praia, Luiz Correia, Parnaíba, Buriti dos Lopes, Cocal, Caraúdas, Caxingó, Bom Principio, podendo se estender até o estado vizinho do Ceará pegando o município de Chaval.

A área selecionada encontra-se a 25 km de distancia do aeroporto internacional de Parnaíba com acesso pelas rodovias na rodovia br 343, lagoa de dentro, data varzea, s/n°, zona rural, na cidade de buriti dos Lopes, estado do Piauí.

A população presente na audiência, porém, apresentou suas preocupações com relação à distância das áreas residenciais dos municípios que se encontram próximas ao local onde será a obra. Os moradores também temem pelo mal cheio e possível poluição do ar.

Na ocasião, Pedro Benjamim técnico responsável pela elaboração do EIA/RIMA fez uma exposição técnica sobre os estudos desenvolvidos, em linguagem clara e objetiva. Benjamim, garantiu aos presentes que a CTR se encontra dentro dos limites de distância exigidos por lei, que é de no mínimo 500 metros. Ele garantiu também que o processo seguirá com rigorosa qualidade para que não haja prejuízos na saúde e qualidade de vida dos moradores.


Representando a OAB Subseção de Parnaíba os advogados Adrimaria Moreira, presidente da Subcomissão de Defesa do Meio Ambiente, e Gerardo Amorim, 2° Secretário, também fizeram suas colocações a respeito do projeto. Para eles há uma informação não confirmada de que Parnaíba poderá ficar fora do projeto e queriam de saber se ainda assim o projeto seria viável tendo em vista que o município é o maior da região. De acordo com Adriano, por se tratar de um empreendimento particular a empresa poderá viabilizar a participação de outros municípios da planície litorânea, e que a participação de Parnaíba seria, não por meio do consórcio mais de forma individual. Os outros municípios que poderiam participar poderia ser Piracuruca ou até mesmo Piripiri que fica a cerca de 120 km da CTR.


Lixões no Brasil

No dia 1 de julho de 2015 o Senado aprovou o projeto que prorrogava o prazo para as cidades brasileiras se adequarem às regras da PNRS, que antes era até agosto de 2014.

Sancionada em 2 de agosto de 2010, a PNRS determinou ações de extinções dos lixões de todo Brasil, substituindo-os por aterros sanitários capazes de diminuir os danos ambientais. Agora os Estados têm o período entre 2018 e 2021 para extinguir os lixões.

A PNRS tem, além do objetivo de reduzir os resíduos gerados, a ampliação da reciclagem, aliada a serviços de coleta seletiva, com inclusão social dos catadores e a extinção dos lixões.

Posteriormente à realização da Audiência Pública, será lavrada a correspondente Ata, passando a ser parte integrante do processo administrativo correspondente, juntamente com os demais documentos pertinentes.


25 de fevereiro de 2019

Prefeitura anuncia inauguração do Centro de Iniciação ao Esporte- CIE

Secretária faz retrospecto de obras entregues e promete mais obras


 Na última sexta-feira (22), no bairro João XXIII, ao fazer a entrega de mais uma creche, construída em convênio com o governo federal, o Prefeito de Parnaíba, Mão Santa, disse que este ano de 2019 será um ano da conclusão de grandes obras de seu governo, que serão entregues à população parnaibana. Mão Santa destacou o trabalho da equipe técnica e os demais que contribuíram para a conclusão daquela grande obra “que tem a importante função social de beneficiar e proteger crianças”, disse. E destacou: “Lutaremos para resgatar a cidadania do nosso povo. Isso aqui é um sonho que se concretiza, resultado de muito esforço dos moradores também”.


A Secretária de Infraestrutura do Município, Maria das Graças Moraes Sousa, disse  naquela ocasião, que a bandeira do governo Mão Santa é a educação, a saúde e o serviço social. “Sem educação o povo não tem como mudar de vida e construir uma sociedade que viva bem”, frisou. Ela citou que, além da creche que estava sendo entregue naquele momento, o governo Mão Santa já entregou outra com a mesma estrutura no Bairro Joaz Souza e existe outra pronta no Bairro Catanduvas, para também ser entregue em breve. “Com isso o prefeito mostra que não precisa prometer, porque ele tem história. 

A secretária informou ainda que está totalmente pronto, para inauguração nos próximos dias, o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), “que também vai funcionar junto com a Secretaria Municipal de Educação e Secretaria de Esportes. Vai iniciar nos esportes crianças, jovens e adultos. Lá existe pista de atletismo profissional, que só se encontra nos grandes centros, nas grandes capitais”, esclareceu a secretária.


Ele disse ainda que além das Creches e do CIE, o prefeito Mão Santa encontrou abandonadas, ao assumir em 2017, outras grandes obras conveniadas com o governo federal, como 6 Unidades Básicas de Saúde (UBS), com recursos já perdidos para serem devolvidos, e o prédio da UPA- Unidade de Pronto Atendimento, que foi concluído e está funcionando com o Centro de Especialidades Médicas, Clínica Oftalmológica, Farmácia, e em breve o Centro de Odontologia, dentre outros órgãos.

“Eram 4 grandes creches – já inauguramos duas e vamos inaugurar a terceira. Estamos lutando para resgatar o dinheiro da quarta que apresentou problemas porque ali a irresponsabilidade foi maior, porque foi feito o projeto dentro de uma ladeira(…), ou seja, além de resgatar os recursos de volta para o município temos de convencer o Ministério de uma mudança de projeto. E ainda tem o PAC I, onde eles enterraram 40 milhões em Parnaíba, cujos recursos a gente teria que devolver, sob pena do município ficar inadimplente. Esse ano já iniciamos duas frentes – já tem 13 milhões em conta e eu acredito que em julho entregaremos essas obras que estavam abandonadas."

fotos Gleitoney Miranda

Prefeitura anuncia inauguração do Centro de Iniciação ao Esporte- CIE

Secretária faz retrospecto de obras entregues e promete mais obras


 Na última sexta-feira (22), no bairro João XXIII, ao fazer a entrega de mais uma creche, construída em convênio com o governo federal, o Prefeito de Parnaíba, Mão Santa, disse que este ano de 2019 será um ano da conclusão de grandes obras de seu governo, que serão entregues à população parnaibana. Mão Santa destacou o trabalho da equipe técnica e os demais que contribuíram para a conclusão daquela grande obra “que tem a importante função social de beneficiar e proteger crianças”, disse. E destacou: “Lutaremos para resgatar a cidadania do nosso povo. Isso aqui é um sonho que se concretiza, resultado de muito esforço dos moradores também”.


A Secretária de Infraestrutura do Município, Maria das Graças Moraes Sousa, disse  naquela ocasião, que a bandeira do governo Mão Santa é a educação, a saúde e o serviço social. “Sem educação o povo não tem como mudar de vida e construir uma sociedade que viva bem”, frisou. Ela citou que, além da creche que estava sendo entregue naquele momento, o governo Mão Santa já entregou outra com a mesma estrutura no Bairro Joaz Souza e existe outra pronta no Bairro Catanduvas, para também ser entregue em breve. “Com isso o prefeito mostra que não precisa prometer, porque ele tem história. 

A secretária informou ainda que está totalmente pronto, para inauguração nos próximos dias, o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), “que também vai funcionar junto com a Secretaria Municipal de Educação e Secretaria de Esportes. Vai iniciar nos esportes crianças, jovens e adultos. Lá existe pista de atletismo profissional, que só se encontra nos grandes centros, nas grandes capitais”, esclareceu a secretária.


Ele disse ainda que além das Creches e do CIE, o prefeito Mão Santa encontrou abandonadas, ao assumir em 2017, outras grandes obras conveniadas com o governo federal, como 6 Unidades Básicas de Saúde (UBS), com recursos já perdidos para serem devolvidos, e o prédio da UPA- Unidade de Pronto Atendimento, que foi concluído e está funcionando com o Centro de Especialidades Médicas, Clínica Oftalmológica, Farmácia, e em breve o Centro de Odontologia, dentre outros órgãos.

“Eram 4 grandes creches – já inauguramos duas e vamos inaugurar a terceira. Estamos lutando para resgatar o dinheiro da quarta que apresentou problemas porque ali a irresponsabilidade foi maior, porque foi feito o projeto dentro de uma ladeira(…), ou seja, além de resgatar os recursos de volta para o município temos de convencer o Ministério de uma mudança de projeto. E ainda tem o PAC I, onde eles enterraram 40 milhões em Parnaíba, cujos recursos a gente teria que devolver, sob pena do município ficar inadimplente. Esse ano já iniciamos duas frentes – já tem 13 milhões em conta e eu acredito que em julho entregaremos essas obras que estavam abandonadas."

fotos Gleitoney Miranda

20 de fevereiro de 2019

Revisão do Plano Diretor e Lei do Silêncio: MP promove reunião

Precisamos de agentes de fiscalização

O Ministério Público do Piauí, através do Promotor de Justiça Cristiano Peixoto, reuniu na manhã desta terça-feira, no Fórum Local, representantes da Prefeitura e Câmara Municipal, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, para tratarem de diversos assuntos de importância para a população, dentre os quais os alagamentos da cidade, a lei do silêncio e a proposta de audiência Pública com o objetivo de revisar o Plano Diretor do município, “que é omisso e não identifica, por exemplo, as áreas onde poderá haver casas shows”, como disse o promotor Cristiano, referindo-se à Lei do Silêncio, também tratada na reunião.

Presentes o médico Paulo Eudes, secretário municipal do Meio Ambiente; o vereador Irmão Marquinhos, representando a Câmara Municipal; o Comandante do 2º BPM, Coronel Antônio Pacífico; Major Rivelino Moura, do Corpo de Bombeiros; Advogado Lisandro Ayres, presidente da ASERPA- Agência Parnaibana de Regulação e Serviços do Município de Parnaíba; Advogado Eliakim Nunes, representando a Procuradoria do Município, dentre outros.

A execução da Lei do Silêncio dominou o início dos debates, onde o promotor Cristiano Peixoto sugeriu ao representante da Câmara Municipal, vereador Irmão Marquinho, que propusesse uma audiência pública, em consonância com a Secretaria do Meio Ambiente, a fim de revisar o Plano Diretor do Município que está obsoleto. “A partir daí vamos propor um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, para tomar as providências. Consta que a Secretaria do Meio Ambiente não está devidamente aparelhada. Precisamos de agentes de fiscalização. É preciso criar a Guarda Municipal Ambiental”, destacou o promotor.


Foi discutido, dentre outras coisas, a inconveniência de shows nos estádios Petrônio Portela e Verdinho, inclusive no Quadrilhódromo, sem a observação de algumas normas, por se tratar de áreas residenciais e zona hospitalar. “Estamos em vias de preparar uma Ação Civil Pública para equipar a secretaria do meio ambiente e, quem sabe, criar a Delegacia Especial do Meio Ambiente em Parnaíba, porque o policiamento com esse fim só vem ao município no final do ano”, disse Cristiano Peixoto, sugerindo também que seja reivindicada uma sede da Secretaria Estadual do Meio Ambiente- Semar, porque só existe um escritório, que atende também 11 municípios vizinhos.

Revisão do Plano Diretor e Lei do Silêncio: MP promove reunião

Precisamos de agentes de fiscalização

O Ministério Público do Piauí, através do Promotor de Justiça Cristiano Peixoto, reuniu na manhã desta terça-feira, no Fórum Local, representantes da Prefeitura e Câmara Municipal, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, para tratarem de diversos assuntos de importância para a população, dentre os quais os alagamentos da cidade, a lei do silêncio e a proposta de audiência Pública com o objetivo de revisar o Plano Diretor do município, “que é omisso e não identifica, por exemplo, as áreas onde poderá haver casas shows”, como disse o promotor Cristiano, referindo-se à Lei do Silêncio, também tratada na reunião.

Presentes o médico Paulo Eudes, secretário municipal do Meio Ambiente; o vereador Irmão Marquinhos, representando a Câmara Municipal; o Comandante do 2º BPM, Coronel Antônio Pacífico; Major Rivelino Moura, do Corpo de Bombeiros; Advogado Lisandro Ayres, presidente da ASERPA- Agência Parnaibana de Regulação e Serviços do Município de Parnaíba; Advogado Eliakim Nunes, representando a Procuradoria do Município, dentre outros.

A execução da Lei do Silêncio dominou o início dos debates, onde o promotor Cristiano Peixoto sugeriu ao representante da Câmara Municipal, vereador Irmão Marquinho, que propusesse uma audiência pública, em consonância com a Secretaria do Meio Ambiente, a fim de revisar o Plano Diretor do Município que está obsoleto. “A partir daí vamos propor um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, para tomar as providências. Consta que a Secretaria do Meio Ambiente não está devidamente aparelhada. Precisamos de agentes de fiscalização. É preciso criar a Guarda Municipal Ambiental”, destacou o promotor.


Foi discutido, dentre outras coisas, a inconveniência de shows nos estádios Petrônio Portela e Verdinho, inclusive no Quadrilhódromo, sem a observação de algumas normas, por se tratar de áreas residenciais e zona hospitalar. “Estamos em vias de preparar uma Ação Civil Pública para equipar a secretaria do meio ambiente e, quem sabe, criar a Delegacia Especial do Meio Ambiente em Parnaíba, porque o policiamento com esse fim só vem ao município no final do ano”, disse Cristiano Peixoto, sugerindo também que seja reivindicada uma sede da Secretaria Estadual do Meio Ambiente- Semar, porque só existe um escritório, que atende também 11 municípios vizinhos.

Ex-ministro parnaibano Reis Velloso morre no Rio

Prefeitura de Parnaíba decreta Luto oficial de três dias

Morreu hoje , no Rio de Janeiro, de causas naturais, segundo familiares, o economista, ex-ministro do planejamento, parnaibano João Paulo dos Reis Velloso. Tão logo soube da notícia, o prefeito Mão Santa, que sempre o cita em seus pronunciamentos como exemplo da gradeza de Parnaíba,  decretou luto oficial por 3 dias no município.

Trajetória

A trajetória longeva remete a homenagem que recebeu quando completou 50 anos de idade, com uma festa para mais de mil convidados, e não exagerou ao dizer que, apesar de “cinquentão”, ainda se sentia jovem, com muitas ideias e planos.

Personagem singular na cena política brasileira sem nunca ter concorrido a um cargo público, a despeito da pressão de lideranças, àquela época já havia sido ministro do Planejamento por dez anos, fundado e presidido o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicada (IPEA). Ainda estava por criar o Fórum Nacional de Altos Estudos.

Há três décadas, o evento reúne economistas, governantes e empresários anualmente para discutir temas que giram em torno do que foi a sua maior preocupação nacional: o desenvolvimento econômico. Ele só deixou a condução dos debates em 2017, quando, com a saúde debilitada, se afastou da vida pública. Mas passou o bastão para um dos seus irmãos, o também economista Raul Velloso.

Visto como um político liberal e, em relação à visão econômica como um desenvolvimentista, transitou em governos de seis presidentes entre os anos de 1961 e 1979. Mesmo tendo sido ministro em dois governos do período da ditadura militar — dos generais Emílio Garrastazu Médici e Ernesto Geisel, de 1969 a 1979 —, dificilmente sua imagem é associada ao clima de medo, falta de liberdade, torturas e mortes que marcaram os duros anos inaugurados em 1964. Pensar em Reis Velloso é lembrar do planejador comprometido, sensível ao papel da ciência, da tecnologia e a da produção acadêmica para promover o desenvolvimento do país.

Ex-ministro parnaibano Reis Velloso morre no Rio

Prefeitura de Parnaíba decreta Luto oficial de três dias

Morreu hoje , no Rio de Janeiro, de causas naturais, segundo familiares, o economista, ex-ministro do planejamento, parnaibano João Paulo dos Reis Velloso. Tão logo soube da notícia, o prefeito Mão Santa, que sempre o cita em seus pronunciamentos como exemplo da gradeza de Parnaíba,  decretou luto oficial por 3 dias no município.

Trajetória

A trajetória longeva remete a homenagem que recebeu quando completou 50 anos de idade, com uma festa para mais de mil convidados, e não exagerou ao dizer que, apesar de “cinquentão”, ainda se sentia jovem, com muitas ideias e planos.

Personagem singular na cena política brasileira sem nunca ter concorrido a um cargo público, a despeito da pressão de lideranças, àquela época já havia sido ministro do Planejamento por dez anos, fundado e presidido o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicada (IPEA). Ainda estava por criar o Fórum Nacional de Altos Estudos.

Há três décadas, o evento reúne economistas, governantes e empresários anualmente para discutir temas que giram em torno do que foi a sua maior preocupação nacional: o desenvolvimento econômico. Ele só deixou a condução dos debates em 2017, quando, com a saúde debilitada, se afastou da vida pública. Mas passou o bastão para um dos seus irmãos, o também economista Raul Velloso.

Visto como um político liberal e, em relação à visão econômica como um desenvolvimentista, transitou em governos de seis presidentes entre os anos de 1961 e 1979. Mesmo tendo sido ministro em dois governos do período da ditadura militar — dos generais Emílio Garrastazu Médici e Ernesto Geisel, de 1969 a 1979 —, dificilmente sua imagem é associada ao clima de medo, falta de liberdade, torturas e mortes que marcaram os duros anos inaugurados em 1964. Pensar em Reis Velloso é lembrar do planejador comprometido, sensível ao papel da ciência, da tecnologia e a da produção acadêmica para promover o desenvolvimento do país.

15 de fevereiro de 2019

Concurso Publico de Parnaíba faz alterações no edital

A prefeitura fez alterações no numero de vagas para candidatos com deficiência

A retificação no Edital Concurso nº 01/2018- SESA, da prefeitura de Parnaíba foi providenciada em respeito a determinação do Tribunal de Conta do Estado do Piauí. O Edital de Retificação foi publicado na última terça-feira (12) no site do Instituto Legatus, responsável pela realização do certame.

Com a alteração para os portadores de deficiência agora haverá uma vaga para auxiliar de farmácia, três para vigia e uma para maqueiro. A quantidade total de vagas não foi alterada e continua com as mesmas 212 já previstas no edital inicial. Todos os demais itens do concurso público estão mantidos, inclusive o cronograma. A data da realização da prova está prevista para o dia 10 de março

Concurso Publico de Parnaíba faz alterações no edital

A prefeitura fez alterações no numero de vagas para candidatos com deficiência

A retificação no Edital Concurso nº 01/2018- SESA, da prefeitura de Parnaíba foi providenciada em respeito a determinação do Tribunal de Conta do Estado do Piauí. O Edital de Retificação foi publicado na última terça-feira (12) no site do Instituto Legatus, responsável pela realização do certame.

Com a alteração para os portadores de deficiência agora haverá uma vaga para auxiliar de farmácia, três para vigia e uma para maqueiro. A quantidade total de vagas não foi alterada e continua com as mesmas 212 já previstas no edital inicial. Todos os demais itens do concurso público estão mantidos, inclusive o cronograma. A data da realização da prova está prevista para o dia 10 de março

14 de fevereiro de 2019

Fortes chuvas causam estragos e prejuízos em Parnaíba

Fortes chuvas causam estragos e prejuízos em Parnaíba

A Defesa Civil da cidade está trabalhando ha 24 horas

A forte chuva que caiu sobre o litoral do Piauí noite desta quarta-feira (13), que durou pouco mais de 2 horas, fez muito estrado em toda cidade. Ruas e praças da cidade sofreram com a forte chuva e os fortes ventos, árvores em vários pontos da cidade foram derrubadas com a ação dos ventos. Com os fortes ventos, barracas dos treilers da Praça do Amor foram arrancadas e cadeiras foram levadas pela correnteza, "tivemos que correr atras de alguns pertences que a água estava levando" disse o proprietário de um treiler." A Defesa Civil da Prefeitura Municipal de Parnaíba demandou uma série de ações rápidas afim de prover ajuda a quem precisasse. Sob um forte esquema de organização, equipes espalhadas em vários pontos da cidade ficaram 24h a serviço da população.


A Secretária de Infra Estrutura, engenheira Maria das Graças Moraes Souza que também responde pela defesa civil, esteve pessoalmente coordenando as equipes numa tentativa de amenizar os danos causados pela chuva aos afetados. Trabalharam toda noite amenizando os impactos negativos da chuva nos bairros, ruas e avenidas de Parnaíba.

As muitas árvores que caíram foram retiradas em tempo hábil, evitando maiores acidentes e transtornos para a população. Pontos críticos de alagamentos, zonas baixas e piscinões foram todos monitorados e, por bombeamento, foram secados ou mantidos em um nível de lâmina de água que evitasse maiores estragos e minimizasse os transtornos.

Fortes chuvas causam estragos e prejuízos em Parnaíba

Fortes chuvas causam estragos e prejuízos em Parnaíba

A Defesa Civil da cidade está trabalhando ha 24 horas

A forte chuva que caiu sobre o litoral do Piauí noite desta quarta-feira (13), que durou pouco mais de 2 horas, fez muito estrado em toda cidade. Ruas e praças da cidade sofreram com a forte chuva e os fortes ventos, árvores em vários pontos da cidade foram derrubadas com a ação dos ventos. Com os fortes ventos, barracas dos treilers da Praça do Amor foram arrancadas e cadeiras foram levadas pela correnteza, "tivemos que correr atras de alguns pertences que a água estava levando" disse o proprietário de um treiler." A Defesa Civil da Prefeitura Municipal de Parnaíba demandou uma série de ações rápidas afim de prover ajuda a quem precisasse. Sob um forte esquema de organização, equipes espalhadas em vários pontos da cidade ficaram 24h a serviço da população.


A Secretária de Infra Estrutura, engenheira Maria das Graças Moraes Souza que também responde pela defesa civil, esteve pessoalmente coordenando as equipes numa tentativa de amenizar os danos causados pela chuva aos afetados. Trabalharam toda noite amenizando os impactos negativos da chuva nos bairros, ruas e avenidas de Parnaíba.

As muitas árvores que caíram foram retiradas em tempo hábil, evitando maiores acidentes e transtornos para a população. Pontos críticos de alagamentos, zonas baixas e piscinões foram todos monitorados e, por bombeamento, foram secados ou mantidos em um nível de lâmina de água que evitasse maiores estragos e minimizasse os transtornos.

08 de fevereiro de 2019

07 de fevereiro de 2019

Em Parnaíba fábrica de  falsificar dinheiro é descoberta pela polícia

Em Parnaíba fábrica de falsificar dinheiro é descoberta pela polícia

O suspeito montou um verdadeiro laboratório para produção de dinheiro falso

Um grande volume de produtos que normalmente são encontrados em gráficas e serigrafias. Só que neste caso, o material era utilizado com outra finalidade. A produção de notas de real falsificadas. Foi o que a Polícia Militar apreendeu por volta das 15h30 desta quarta-feira (06) em posse de Rafael Francisco Pereira, de 32 anos, natural de Brasília-DF.


O suspeito montou um verdadeiro laboratório para produção de dinheiro falso, que funcionava em uma residência na Rua Dirceu Arcoverde, bairro Piauí, em Parnaíba. Além das cédulas, haviam pelo menos quatro impressoras, diversos tipos de tintas, telas de serigráficas, produtos químicos e papeis especiais usados para melhorar o resultado final.

Segundo o comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Pacífico Neto, Rafael era conhecido das autoridades e já havia fugido de uma abordagem anteriormente. Desta vez, ele acabou sendo flagrado pelos militares há poucos metros da residência onde funcionava a produção de cédulas falsas, quando acabou declinando o local onde o crime ocorria.



A pequena fábrica de dinheiro ilegal tinha capacidade para produzir uma quantidade significativa de moeda falsificada de todos os valores existentes. O que chamou a atenção foi a qualidade do dinheiro, que segundo o delegado da Polícia Federal, Arthur Brígido, pode ser considerado acima da média do tipo de apreensão que normalmente é realizado.


Com a prisão, a polícia espera ter freado a incidência de dinheiro falso em circulação, o que gera prejuízo, sobretudo a comerciantes. Rafael Francisco Pereira foi autuado em flagrante nos artigos do código penal que dispõem sobre a falsificação de moeda. As investigações devem prosseguir com o objetivo de identificar e prender outros possíveis envolvidos no crime.

Em Parnaíba fábrica de  falsificar dinheiro é descoberta pela polícia

Em Parnaíba fábrica de falsificar dinheiro é descoberta pela polícia

O suspeito montou um verdadeiro laboratório para produção de dinheiro falso

Um grande volume de produtos que normalmente são encontrados em gráficas e serigrafias. Só que neste caso, o material era utilizado com outra finalidade. A produção de notas de real falsificadas. Foi o que a Polícia Militar apreendeu por volta das 15h30 desta quarta-feira (06) em posse de Rafael Francisco Pereira, de 32 anos, natural de Brasília-DF.


O suspeito montou um verdadeiro laboratório para produção de dinheiro falso, que funcionava em uma residência na Rua Dirceu Arcoverde, bairro Piauí, em Parnaíba. Além das cédulas, haviam pelo menos quatro impressoras, diversos tipos de tintas, telas de serigráficas, produtos químicos e papeis especiais usados para melhorar o resultado final.

Segundo o comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Pacífico Neto, Rafael era conhecido das autoridades e já havia fugido de uma abordagem anteriormente. Desta vez, ele acabou sendo flagrado pelos militares há poucos metros da residência onde funcionava a produção de cédulas falsas, quando acabou declinando o local onde o crime ocorria.



A pequena fábrica de dinheiro ilegal tinha capacidade para produzir uma quantidade significativa de moeda falsificada de todos os valores existentes. O que chamou a atenção foi a qualidade do dinheiro, que segundo o delegado da Polícia Federal, Arthur Brígido, pode ser considerado acima da média do tipo de apreensão que normalmente é realizado.


Com a prisão, a polícia espera ter freado a incidência de dinheiro falso em circulação, o que gera prejuízo, sobretudo a comerciantes. Rafael Francisco Pereira foi autuado em flagrante nos artigos do código penal que dispõem sobre a falsificação de moeda. As investigações devem prosseguir com o objetivo de identificar e prender outros possíveis envolvidos no crime.

05 de fevereiro de 2019

04 de fevereiro de 2019

Parnahyba e 4 de Julho ficam só no empate

Empatou, mais ainda está na liderança


 

Parnahyba e 4 de Julho jogaram na tarde deste domingo (03) no Estádio Municipal Pedro Alelaf partida válida pela terceira rodada do Campeonato Piauiense 2019.

No primeiro tempo ninguém balançou as redes, mas foi bastante movimentado com chances para os dois lados. O Tubarão teve mais volume de jogo mais o Colorado foi mais perigoso e teve mais próximo de abrir o marcador.

No início do segundo tempo o Parnahyba mostrou potencial ofensivo, mas a organização defensiva do Colorado conseguiu ganhar todos os lances segurando o empate sem gols até o apito final. Por volta dos 13 minutos uma forte chuva caiu no litoral piauiense atrapalhando o espetáculo.


Parnahyba Sport Club: Delone (Alberto); Granja, Didi, Renan e Toninho Bahia; China, Augusto e Vagner; Vitinho (Alan), Wellington e Everton. Técnico: Adelmo Soares.

4 de Julho Esporte Clube: Tom; Wilsinho, Gilmar Bahia, Caio e Nenhuinho Paraíba; Célio Carioca, Victor Recife, Maycon Douglas e Ted Love; Ítalo Pica Pau e Josy. Técnico: Paulo Rossi.

A arbitragem foi de Antônio Santos Nunes tendo como auxiliares Márcio Iglesias Araújo Silva e João Thiago Carvalho Reis.

Renda de R$ 13.880.00 para um público pagante de 1.383 torcedores. Não pagantes 268 totalizando 1.651.

Pela terceira rodada ainda se enfrentaram em Teresina River e Flamengo que terminaram empatados em 1 a 1. Piauí e Altos completam a rodada às 17h da quarta-feira (06) no Lindolfo Monteiro, em Teresina.

Na próxima rodada o Parnahyba recebe o Piauí no Pedro Alelaf no domingo, dia 10 de fevereiro. Já o 4 de Julho recebe o River no Lindolfo Monteiro no mesmo dia. Completando a rodada Altos e Flamengo no Felipão dia 13.

Parnahyba e 4 de Julho ficam só no empate

Empatou, mais ainda está na liderança


 

Parnahyba e 4 de Julho jogaram na tarde deste domingo (03) no Estádio Municipal Pedro Alelaf partida válida pela terceira rodada do Campeonato Piauiense 2019.

No primeiro tempo ninguém balançou as redes, mas foi bastante movimentado com chances para os dois lados. O Tubarão teve mais volume de jogo mais o Colorado foi mais perigoso e teve mais próximo de abrir o marcador.

No início do segundo tempo o Parnahyba mostrou potencial ofensivo, mas a organização defensiva do Colorado conseguiu ganhar todos os lances segurando o empate sem gols até o apito final. Por volta dos 13 minutos uma forte chuva caiu no litoral piauiense atrapalhando o espetáculo.


Parnahyba Sport Club: Delone (Alberto); Granja, Didi, Renan e Toninho Bahia; China, Augusto e Vagner; Vitinho (Alan), Wellington e Everton. Técnico: Adelmo Soares.

4 de Julho Esporte Clube: Tom; Wilsinho, Gilmar Bahia, Caio e Nenhuinho Paraíba; Célio Carioca, Victor Recife, Maycon Douglas e Ted Love; Ítalo Pica Pau e Josy. Técnico: Paulo Rossi.

A arbitragem foi de Antônio Santos Nunes tendo como auxiliares Márcio Iglesias Araújo Silva e João Thiago Carvalho Reis.

Renda de R$ 13.880.00 para um público pagante de 1.383 torcedores. Não pagantes 268 totalizando 1.651.

Pela terceira rodada ainda se enfrentaram em Teresina River e Flamengo que terminaram empatados em 1 a 1. Piauí e Altos completam a rodada às 17h da quarta-feira (06) no Lindolfo Monteiro, em Teresina.

Na próxima rodada o Parnahyba recebe o Piauí no Pedro Alelaf no domingo, dia 10 de fevereiro. Já o 4 de Julho recebe o River no Lindolfo Monteiro no mesmo dia. Completando a rodada Altos e Flamengo no Felipão dia 13.

Mãe acusa médico de negligência por morte de seu Bebê

Ele parecia aborrecido em me atender...

Uma mãe faz graves acusações do médico plantonista do Hospital Dirceu Arco Verde em Parnaíba. o Caso aconteceu em dezembro do ano passado mais veio atona este ano.  Flávia de Souza Bezerra,  contou  que buscou atendimento de urgência do HOSPITAL ESTADUAL DIRCEU ARCOVERDE, pois estava com 39 semanas de gestação e uma crise de hipoglicemia, dores de cabeça e dores no baixo ventre, ela é diabética tipo 1.

  “Estive no hospital do Dirceu no dia 07 de dezembro, às 17h, o obstetra que estava de plantão, realizou a consulta e me encaminhou para o ultrassom. O médico que fez o exame, já me alertou que precisaria de uma cirurgia de urgência pois o bebê tinha macrossomia fetal (que é estar muito grande) e provavelmente não conseguiria ter normal, assim já ficaria logo internada devido a situação. Ocorre que ao voltar para o obstetra plantonista, este mesmo sabendo do meu caso me orientou a voltar para casa e se não me sentisse bem, retornasse ao atendimento no Dirceu, que era o mais indicado que a maternidade, para atender a minha situação. No final da noite, quase 23h, do mesmo dia, voltei ao hospital sentindo as dores das contrações, lá ainda estava o mesmo médico de plantão. Ele parecia aborrecido em me atender, fez o exame de toque e que disse que não era trabalho de parto e me mandou novamente para casa. Falei que estava sentindo muita dor e ele disse que era contrações de treinamento que iria sentir por muito tempo ainda, e ainda disse pra eu não voltar com qualquer dorzinha para o hospital. Passei a madrugada sentindo muitas dores, eu e meu marido ficamos conferindo o tempo de contrações, como foi a orientação do obstetra. Já quase 7h da manhã, do dia 08 de dezembro, fui para a maternidade, pois já não queria voltar para o Dirceu, a médica que me recebeu encaminhou logo para o parto, mas na segunda ultrassom para ver a posição do meu filho antes da cirurgia, e em menos de 24 horas, da primeira, o meu bebê já não tinha mais batimentos cardíacos. Eu e meu marido ficamos sem chão, está sendo difícil lidar com a perda, foi uma situação que podia ter sido evitada se eu tivesse tido o atendimento correto e feito a cesariana. Nossa ficha ainda não caiu.”

ESCLARECIMENTO DO HEDA SOBRE O CASO



Mãe acusa médico de negligência por morte de seu Bebê

Ele parecia aborrecido em me atender...

Uma mãe faz graves acusações do médico plantonista do Hospital Dirceu Arco Verde em Parnaíba. o Caso aconteceu em dezembro do ano passado mais veio atona este ano.  Flávia de Souza Bezerra,  contou  que buscou atendimento de urgência do HOSPITAL ESTADUAL DIRCEU ARCOVERDE, pois estava com 39 semanas de gestação e uma crise de hipoglicemia, dores de cabeça e dores no baixo ventre, ela é diabética tipo 1.

  “Estive no hospital do Dirceu no dia 07 de dezembro, às 17h, o obstetra que estava de plantão, realizou a consulta e me encaminhou para o ultrassom. O médico que fez o exame, já me alertou que precisaria de uma cirurgia de urgência pois o bebê tinha macrossomia fetal (que é estar muito grande) e provavelmente não conseguiria ter normal, assim já ficaria logo internada devido a situação. Ocorre que ao voltar para o obstetra plantonista, este mesmo sabendo do meu caso me orientou a voltar para casa e se não me sentisse bem, retornasse ao atendimento no Dirceu, que era o mais indicado que a maternidade, para atender a minha situação. No final da noite, quase 23h, do mesmo dia, voltei ao hospital sentindo as dores das contrações, lá ainda estava o mesmo médico de plantão. Ele parecia aborrecido em me atender, fez o exame de toque e que disse que não era trabalho de parto e me mandou novamente para casa. Falei que estava sentindo muita dor e ele disse que era contrações de treinamento que iria sentir por muito tempo ainda, e ainda disse pra eu não voltar com qualquer dorzinha para o hospital. Passei a madrugada sentindo muitas dores, eu e meu marido ficamos conferindo o tempo de contrações, como foi a orientação do obstetra. Já quase 7h da manhã, do dia 08 de dezembro, fui para a maternidade, pois já não queria voltar para o Dirceu, a médica que me recebeu encaminhou logo para o parto, mas na segunda ultrassom para ver a posição do meu filho antes da cirurgia, e em menos de 24 horas, da primeira, o meu bebê já não tinha mais batimentos cardíacos. Eu e meu marido ficamos sem chão, está sendo difícil lidar com a perda, foi uma situação que podia ter sido evitada se eu tivesse tido o atendimento correto e feito a cesariana. Nossa ficha ainda não caiu.”

ESCLARECIMENTO DO HEDA SOBRE O CASO



Suspeitos de cometer crimes no Ceará e Maranhão são presos em Parnaíba

Foi apreendido um tablete de cocaína, e três trouxas de maconha

Após informação da Polícia Civil de São Bernardo Estado do Maranhão, através do agente Diego Teles, policiais militares de Parnaíba prenderam Windson César Maia Silva, 26 anos, mais conhecido “Negão”, por força de mandado de prisão temporária, na manhã de quarta-feira (30/01) no Bairro Primavera. Diego informou que o procurado estava em Parnaíba. O Serviço Reservado do 2º Batalhão de Polícia Militar, sob determinação do tenente coronel Antônio Pacífico, passou a observar o Bairro São Vicente de Paula por conta de assaltos.

O Serviço Reservado identificou as residências onde possivelmente Windson estaria. Que os endereços foram checados e no Dom Rufino foi preso Windson Silva. No endereço do Joaz Souza, Bairro São Vicente de Paula, residência dos pais de Windson, nada foi encontrado; mas na residência de Rafael Júnio do Nascimento, 29 anos, na Rua Manoel Paulino Marques, foi apreendido um tablete de cocaína, e três trouxas de maconha, bem como pássaros silvestre e um macaco prego. Rafael, a esposa, o sogro e a sogra e Windson foram conduzidos a Central de Flagrantes.

Rafael Júnio do Nascimento

De acordo com tenente Souza Filho a moto de Rafael, que também pertence a Windson, foi apreendida porque talvez tenha relação com um roubo na região de Buriti dos Lopes (PI). Informou ainda que Windson Silva pertence a uma quadrilha bastante perigosa que age no Ceará, Piauí e Maranhão. Rafael Nascimento foi autuado no crime de tráfico de entorpecentes.

Suspeitos de cometer crimes no Ceará e Maranhão são presos em Parnaíba

Foi apreendido um tablete de cocaína, e três trouxas de maconha

Após informação da Polícia Civil de São Bernardo Estado do Maranhão, através do agente Diego Teles, policiais militares de Parnaíba prenderam Windson César Maia Silva, 26 anos, mais conhecido “Negão”, por força de mandado de prisão temporária, na manhã de quarta-feira (30/01) no Bairro Primavera. Diego informou que o procurado estava em Parnaíba. O Serviço Reservado do 2º Batalhão de Polícia Militar, sob determinação do tenente coronel Antônio Pacífico, passou a observar o Bairro São Vicente de Paula por conta de assaltos.

O Serviço Reservado identificou as residências onde possivelmente Windson estaria. Que os endereços foram checados e no Dom Rufino foi preso Windson Silva. No endereço do Joaz Souza, Bairro São Vicente de Paula, residência dos pais de Windson, nada foi encontrado; mas na residência de Rafael Júnio do Nascimento, 29 anos, na Rua Manoel Paulino Marques, foi apreendido um tablete de cocaína, e três trouxas de maconha, bem como pássaros silvestre e um macaco prego. Rafael, a esposa, o sogro e a sogra e Windson foram conduzidos a Central de Flagrantes.

Rafael Júnio do Nascimento

De acordo com tenente Souza Filho a moto de Rafael, que também pertence a Windson, foi apreendida porque talvez tenha relação com um roubo na região de Buriti dos Lopes (PI). Informou ainda que Windson Silva pertence a uma quadrilha bastante perigosa que age no Ceará, Piauí e Maranhão. Rafael Nascimento foi autuado no crime de tráfico de entorpecentes.

16 de janeiro de 2019

Estado recorre à Justiça para continuar gerindo abastecimento

Estado recorre à Justiça para continuar gerindo abastecimento de Parnaíba

O Governo do Estado busca uma solução, junto ao Tribunal de Justiça do Piauí, para que os serviços de água e esgoto do município de Parnaíba, localizado a 336 km da capital, continuem sob a gestão da Agespisa. Nesse domingo (13), a juíza da 4ª Vara da Comarca de Parnaíba, Ana Victoria Muylaert Saraiva Cavalcanti Dias, concedeu liminar favorável à Prefeitura de Parnaíba, determinando que a mesma retome o gerenciamento do sistema.

De acordo com o secretário de Governo, Merlong Solano, é um equívoco tratar o sistema de abastecimento de Parnaíba como municipal. “Estamos lidando com um sistema integrado, que atende todo o litoral, incluindo as cidades de Parnaíba, Ilha Grande, Luís Correia e Cajueiro da Praia, além de diversos povoados, como Coqueiro e Barra Grande”, afirma.

Merlong alerta para o risco de prejuízo aos milhares de usuários, em decorrência da descontinuidade do fornecimento de água e tratamento de esgotos. “A posição do Governo do Estado é continuar fornecendo esses serviços, por meio da Agespisa, e aperfeiçoar o sistema, através de uma série de investimentos”, destaca.

O presidente da Agespisa, Genival Sales, ressalta que o governo está investindo em obras como estação de captação, estação de tratamento e outras melhorias, totalizando mais de R$ 151 milhões. Uma das mais importantes é a adutora do litoral, no valor de R$ 55 milhões, que está em fase avançada de execução e deverá ser concluída neste ano de 2019. 

Estado recorre à Justiça para continuar gerindo abastecimento

Estado recorre à Justiça para continuar gerindo abastecimento de Parnaíba

O Governo do Estado busca uma solução, junto ao Tribunal de Justiça do Piauí, para que os serviços de água e esgoto do município de Parnaíba, localizado a 336 km da capital, continuem sob a gestão da Agespisa. Nesse domingo (13), a juíza da 4ª Vara da Comarca de Parnaíba, Ana Victoria Muylaert Saraiva Cavalcanti Dias, concedeu liminar favorável à Prefeitura de Parnaíba, determinando que a mesma retome o gerenciamento do sistema.

De acordo com o secretário de Governo, Merlong Solano, é um equívoco tratar o sistema de abastecimento de Parnaíba como municipal. “Estamos lidando com um sistema integrado, que atende todo o litoral, incluindo as cidades de Parnaíba, Ilha Grande, Luís Correia e Cajueiro da Praia, além de diversos povoados, como Coqueiro e Barra Grande”, afirma.

Merlong alerta para o risco de prejuízo aos milhares de usuários, em decorrência da descontinuidade do fornecimento de água e tratamento de esgotos. “A posição do Governo do Estado é continuar fornecendo esses serviços, por meio da Agespisa, e aperfeiçoar o sistema, através de uma série de investimentos”, destaca.

O presidente da Agespisa, Genival Sales, ressalta que o governo está investindo em obras como estação de captação, estação de tratamento e outras melhorias, totalizando mais de R$ 151 milhões. Uma das mais importantes é a adutora do litoral, no valor de R$ 55 milhões, que está em fase avançada de execução e deverá ser concluída neste ano de 2019. 

10 de janeiro de 2019

Reclamações com alto preço de combustível faz Procon agir

A redução dos valores das refinarias não estão sendo passadas para o consumidor

Os parnaibanos ha tempos reclamam do alto preço da gasolina, e os turista que estiveram por aqui também reclamara. Mais a reclamação maior é por causa das reduções que a gasolina vem tendo nas refinarias e este valor não chega aos postos para o consumidor. Por fim o Ministério Público do Estado do Piauí, através do PROCON Itinerante e da 2ª Promotoria de Justiça de Parnaíba, deflagraram na manhã desta quinta-feira (10) uma operação com foco no direito do consumidor. Pela manhã, a ação esteve percorrendo postos de combustível a fim de verificar a política de preços adotada pelos estabelecimentos.

postos

Segundo o promotor de justiça Cristiano Frias Peixoto, a operação foi motivada pelo próprio anseio da sociedade que reclama constantemente do alto preço dos combustíveis. “A sensação para muitos é de que quando há um aumento ele logo é repassado às bombas, mas quando há redução, esta demora mais para ser sentida”, explicou o promotor. acredita-se que com essa medida os postos irão reavaliar seus preços.

A melhora do cenário econômico no país desde que o presidente Jair Bolsonaro assumiu o mandato já se reflete através de indicadores com a subida da bolsa de valores e diminuição da cotação do dólar. Fatores como este fazem com que a Petrobras tenha realizado sucessivas reduções no preço do combustível nas refinarias. Todavia, a política de preços flutuantes pode gerar inconstância nos valores praticados nos postos.

O PROCON Itinerante tem sede na capital Teresina, mas percorre todo o Piauí realizando ações voltadas do direito do consumidor. Durante dois dias, também será fiscalizado o cumprimento do tempo de espera nas filas de bancos, a presença de farmacêuticos em farmácias da cidade e o uso do taxímetro pelos motoristas de táxi. No caso dos bancos, já existe uma ação civil pública para apurar as irregularidades. Toda a operação também foi acompanhada pelo PROCON Municipal.

Reclamações com alto preço de combustível faz Procon agir

A redução dos valores das refinarias não estão sendo passadas para o consumidor

Os parnaibanos ha tempos reclamam do alto preço da gasolina, e os turista que estiveram por aqui também reclamara. Mais a reclamação maior é por causa das reduções que a gasolina vem tendo nas refinarias e este valor não chega aos postos para o consumidor. Por fim o Ministério Público do Estado do Piauí, através do PROCON Itinerante e da 2ª Promotoria de Justiça de Parnaíba, deflagraram na manhã desta quinta-feira (10) uma operação com foco no direito do consumidor. Pela manhã, a ação esteve percorrendo postos de combustível a fim de verificar a política de preços adotada pelos estabelecimentos.

postos

Segundo o promotor de justiça Cristiano Frias Peixoto, a operação foi motivada pelo próprio anseio da sociedade que reclama constantemente do alto preço dos combustíveis. “A sensação para muitos é de que quando há um aumento ele logo é repassado às bombas, mas quando há redução, esta demora mais para ser sentida”, explicou o promotor. acredita-se que com essa medida os postos irão reavaliar seus preços.

A melhora do cenário econômico no país desde que o presidente Jair Bolsonaro assumiu o mandato já se reflete através de indicadores com a subida da bolsa de valores e diminuição da cotação do dólar. Fatores como este fazem com que a Petrobras tenha realizado sucessivas reduções no preço do combustível nas refinarias. Todavia, a política de preços flutuantes pode gerar inconstância nos valores praticados nos postos.

O PROCON Itinerante tem sede na capital Teresina, mas percorre todo o Piauí realizando ações voltadas do direito do consumidor. Durante dois dias, também será fiscalizado o cumprimento do tempo de espera nas filas de bancos, a presença de farmacêuticos em farmácias da cidade e o uso do taxímetro pelos motoristas de táxi. No caso dos bancos, já existe uma ação civil pública para apurar as irregularidades. Toda a operação também foi acompanhada pelo PROCON Municipal.

20 de dezembro de 2018

Prefeitura de Parnaíba reabre inscrições de concurso público

As inscrições estarão reabertas até 21 de janeiro de 2019

A Prefeitura Municipal de Parnaíba, no litoral do Piauí, reabriu nesta quinta-feira (20) as inscrições de concurso público e processo seletivo simplificado.

O concurso haviam sido temporariamente suspenso após o Ministério Público ter contestado judicialmente a ofensa à exigência de concurso para cargos que inicialmente constavam no processo seletivo.

Com isso, foram incluídas no edital do concurso novas vagas para os cargos de Dentista (10 vagas) e Vigia (50). A Administração Municipal fez ainda adequações no edital, no quadro de cargos, vagas e remuneração, a fim de adequá-lo à legislação municipal.

As inscrições no concurso público estarão reabertas até 21 de janeiro de 2019, em valores que vão desde R$ 80 a R$ 150, no site www.institutolegatus.com.br.

Os candidatos inscritos anteriormente permanecem com suas inscrições homologadas, e aqueles que preencheram o formulário de inscrição, mas não efetuaram o pagamento, terão uma nova chance para fazê-lo.

O concurso oferece 211 vagas, além de servir para formação de cadastro reserva, para os seguintes cargos:

  • Nível Fundamental: Auxiliar de Serviços Gerais(10), Vigia(50) e Maqueiro(08).
  • Nível Médio: Técnico em Enfermagem(14), Técnico em Enfermagem – Urgência e Emergência(10), Técnico em Saúde Bucal(01), Agente Administrativo(12), Auxiliar de Farmácia(06) e Digitador(01).
  • Nível Superior: Enfermeiro(18), Enfermeiro - Urgência e Emergência(10), Cirurgião Dentista-Plantonista(01), Dentista(10), Médico(10), Médico Plantonista(20), Médico Cirurgião Vascular(01), Médico Alergologista(01), Médico Cirurgião Geral(01), Médico Pneumologista(01), Médico Nefrologista(01), Médico Geriatra(01), Médico Neuropediatra(02), Médico Neurologista(01), Médico Ecocardiografista(01), Médico Mastologista(02), Médico Infectologista(01), Médico Clínico Geral(01), Médico Psiquiatra(03), Médico Auditor(02), Médico Endocrinologista(01), Médico Dermatologista(02), Médico Ginecologista(01), Médico Otorrinolaringologista(01), Médico Cardiologista(01), Médico Ortopedista(01), Médico Oftalmologista(01), Médico Pediatra(01), Médico Urologista(01) e Médico Gastroenterologista(01).

O vencimento inicial dos cargos vai de R$ 954,00 a R$ R$ 5.319,85, e podem ser objeto de eventuais aditamentos ou acréscimos, como gratificações, adicionais ou incentivos, em virtude de programas de ordem federal, estadual ou municipal.

De acordo com o edital, as provas do concurso estão previstas para ocorrer no dia 10 de março de 2019. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da administração. O edital completo e demais informações sobre o certame estão disponíveis no site www.institutolegatus.com.br.

Para os candidatos que já haviam inscritos que não tiverem mais intenção de participar do concurso, poderão solicitar a restituição do valor pago referente à taxa de inscrição, por meio de requerimento a ser enviado ou protocolado na Prefeitura Municipal de Parnaíba-PI.

Prefeitura de Parnaíba reabre inscrições de concurso público

As inscrições estarão reabertas até 21 de janeiro de 2019

A Prefeitura Municipal de Parnaíba, no litoral do Piauí, reabriu nesta quinta-feira (20) as inscrições de concurso público e processo seletivo simplificado.

O concurso haviam sido temporariamente suspenso após o Ministério Público ter contestado judicialmente a ofensa à exigência de concurso para cargos que inicialmente constavam no processo seletivo.

Com isso, foram incluídas no edital do concurso novas vagas para os cargos de Dentista (10 vagas) e Vigia (50). A Administração Municipal fez ainda adequações no edital, no quadro de cargos, vagas e remuneração, a fim de adequá-lo à legislação municipal.

As inscrições no concurso público estarão reabertas até 21 de janeiro de 2019, em valores que vão desde R$ 80 a R$ 150, no site www.institutolegatus.com.br.

Os candidatos inscritos anteriormente permanecem com suas inscrições homologadas, e aqueles que preencheram o formulário de inscrição, mas não efetuaram o pagamento, terão uma nova chance para fazê-lo.

O concurso oferece 211 vagas, além de servir para formação de cadastro reserva, para os seguintes cargos:

  • Nível Fundamental: Auxiliar de Serviços Gerais(10), Vigia(50) e Maqueiro(08).
  • Nível Médio: Técnico em Enfermagem(14), Técnico em Enfermagem – Urgência e Emergência(10), Técnico em Saúde Bucal(01), Agente Administrativo(12), Auxiliar de Farmácia(06) e Digitador(01).
  • Nível Superior: Enfermeiro(18), Enfermeiro - Urgência e Emergência(10), Cirurgião Dentista-Plantonista(01), Dentista(10), Médico(10), Médico Plantonista(20), Médico Cirurgião Vascular(01), Médico Alergologista(01), Médico Cirurgião Geral(01), Médico Pneumologista(01), Médico Nefrologista(01), Médico Geriatra(01), Médico Neuropediatra(02), Médico Neurologista(01), Médico Ecocardiografista(01), Médico Mastologista(02), Médico Infectologista(01), Médico Clínico Geral(01), Médico Psiquiatra(03), Médico Auditor(02), Médico Endocrinologista(01), Médico Dermatologista(02), Médico Ginecologista(01), Médico Otorrinolaringologista(01), Médico Cardiologista(01), Médico Ortopedista(01), Médico Oftalmologista(01), Médico Pediatra(01), Médico Urologista(01) e Médico Gastroenterologista(01).

O vencimento inicial dos cargos vai de R$ 954,00 a R$ R$ 5.319,85, e podem ser objeto de eventuais aditamentos ou acréscimos, como gratificações, adicionais ou incentivos, em virtude de programas de ordem federal, estadual ou municipal.

De acordo com o edital, as provas do concurso estão previstas para ocorrer no dia 10 de março de 2019. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da administração. O edital completo e demais informações sobre o certame estão disponíveis no site www.institutolegatus.com.br.

Para os candidatos que já haviam inscritos que não tiverem mais intenção de participar do concurso, poderão solicitar a restituição do valor pago referente à taxa de inscrição, por meio de requerimento a ser enviado ou protocolado na Prefeitura Municipal de Parnaíba-PI.

11 de dezembro de 2018