• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Condenado por matar major da PM foge cinco dias após ser transferido

Wallison Jhonantan Rodrigues foi para o regime semiaberto na Major César. Família diz que ele foi posto em semiliberdade numa condenação por outro crime.

05/06/2019 08:28h - Atualizado em 05/06/2019 10:40h

O preso Wallison Jhonantan Rodrigues de Sousa, condenado pelo assassinato do major Mayron Moura Soares, em 21 de março de 2017, fugiu da Penitenciária Major César, para onde tinha sido transferido há cinco dias. Ele foi encaminhado para a colônia agrícola para cumprir regime semiaberto e a família do major Mayron alega que essa progressão de regime se deu de forma equivocada por parte da Secretaria de Justiça.

É que, até então, Wallison estava detido na Penitenciária de São Raimundo Nonato, mas foi posto em semiliberdade em um processo por crime de roubo, sendo que ele estava cumprindo pena pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) do major Mayron. O irmão do PM, coronel Iran Moura, disse que a administração da Penitenciária de São Raimundo agiu equivocadamente quando transferiu o preso para a unidade de semiliberdade, sem observar que ele era condenado por um crime mais grave que roubo.


O major Mayron Moura foi comandante do 1º BPM de Teresina - Foto: Arquivo Pessoal

Wallison está foragido desde o último dia 31 e a família só tomou conhecimento de sua fuga na segunda-feira (03), três dias após o ocorrido. “Nós estamos exigindo da Secretaria de Justiça o afastamento imediato dos responsáveis pela transferência, bem como a abertura de um inquérito policial civil”, afirmou o coronel Iran Moura.

A Secretaria de Justiça se pronunciou sobre o ocorrido por meio de nota e disse que a Diretoria de Unidade de Administração Penitenciária está apurando o motivo pelo qual foi realizada a transferência do detento. A Polícia Militar e a Polícia Civil já estão cientes da fuga de Wallison e fazem buscas para tentar localizá-lo.

Entenda

Wallison Jhonantan Rodrigues de Sousa foi condenado no final de 2017 pelo assassinato do major Mayron Moura Soares. Junto com ele, também responde pelo crime seu comparsa, identificado como Iranilson Pereira dos Santos. Eles tiraram a vida do PM durante um assalto em uma parada de ônibus próximo à residência da vítima. O major Mayron estava esperando o filho, quando foi abordado pelos acusados.


Leia também:

Polícia prende um dos acusados de participar da morte de Major da PM 

Juíza condena envolvidos na morte de major a mais de 30 anos de reclusão 

Juíza nega pedido de liberdade provisória de acusados de matar major Mayron 

Acusado de matar o major Mayron já tinha assassinado uma pessoa em janeiro 

Carlos Augusto lamenta a redução da pena de acusados de matar major da PM 



Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário