• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Campo Maior: filho de ex-comandante da PM está entre os presos

Hassan Borges Prado é filho do ex-coronel Francisco Prado e teria traçado as rotas de fuga para a quadrilha. Ele foi preso com armas e drogas em Chapadinha-MA.

06/05/2019 11:06h - Atualizado em 06/05/2019 11:16h

Os ataques às agências do Banco do Brasil, Banco Bradesco e Caixa Econômica de Campo Maior tiveram a participação de pelo menos 15 pessoas, segundo o que apontam as investigações da Polícia Civil. Dessas 15, oito morreram nos confrontos com a PM, cinco foram presos e pelo menos dois seguem foragidos.

Os presos foram pegos no município maranhense de Chapadinha e dentre eles está Hassan Rufino Borges Prado Aguiar, filho do ex-coronel e ex-comandante da Polícia Militar do Piauí, Francisco Prado. Junto com ele, foram detidos também Dyego Harmando Cardoso Rocha, Emerson Souza da Silva, Vinícius Pereira da Silva Júnior e Josenverton dos Santos Sousa. Na abordagem dos cinco foram apreendidas armas, munições e aparelhos celulares, além de entorpecentes.


Foto: Divulgação/Secretaria de Segurança Pública do Piauí

Hassan Prado, segundo a polícia, não atuou diretamente nos ataques aos bancos, mas deu apoio logístico aos criminosos traçando as rotas de fuga pelo estado. Questionado a respeito do envolvimento do filho de um PM na ação, o secretário de segurança, Fábio Abreu, falou em “não isentá-lo da responsabilidade”. 

“É cumprimento da lei. Nós temos que ser isentos e imparciais nas nossas ações. A participação dela não era direta na ação criminosa, mas ele participou do resgate e da fuga e não iremos isentá-lo de suas responsabilidades enquanto cúmplice da ação criminosa”, afirmou o secretário.

Hassan já tinha ficha policial antes mesmo de sua prisão por envolvimento na fuga dos criminosos que explodiram as agências de Campo Maior. Segundo a Polícia Civil, ele já foi preso em 2013,  suspeito de ter cometido um homicídio no município de Nazária.


Leia também: Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário