Carnaval no Piauí deve ser adiado para junho devido Covid-19

A proposta será colocada em pauta durante encontro com o governador Wellington Dias

06/01/2021 16:17h - Atualizado em 06/01/2021 16:29h

Compartilhar no

O carnaval no Piauí deve ser adiado para o mês de junho, segundo proposta apresentada pelo secretário de Turismo Flávio Nogueira Junior. A medida tem como objetivo evitar a disseminação do novo coronavírus enquanto a vacinação não tem início no estado. A proposta abrange ainda a unificação do carnaval com as festas juninas.


Leia também Covid-19: Em Teresina, ocupação da UTI em três hospitais públicos ultrapassa 80% 

COVID-19: Governo decide reabrir leitos de UTI no Piauí 

Brasil terá 2 milhões de doses ainda em janeiro, confirma AstraZeneca à Wellington Dias 


“O vírus continua circulando, já se tem notícias de uma variante e sabemos que as festividades de carnaval costumam sempre contar com uma presença muito grande de pessoas, ou seja, com aglomerações, o que não é recomendado nesse momento”, pondera Flávio Nogueira Junior.

O secretário lembrou que estados como a Bahia e Rio de Janeiro, que possuem tradições carnavalescas, já falaram do adiamento das suas festividades de carnaval. Flávio Nogueira defende o adiamento no Piauí ao comentar que cidades com tradições carnavalesca costumam atrair grande público.

Foto: Arquivo O Dia

“O Piauí tem muitas cidades com tradições carnavalescas, a exemplo de Luís Correia, Barras, Água Branca, União e Floriano, por exemplo. São cidades que costumam trazer bandas nacionais e atraem um grande público, não apenas do Piauí, mas também de outros Estados. O momento é de continuar com cautela, adotando os cuidados necessários para evitarmos que tenhamos ainda mais casos de pessoas com o vírus e até mesmo óbitos”, avalia.

A proposta do secretário de Turismo será colocada em pauta durante encontro com ogovernador Wellington Dias. O gestor confirmou que irá tratar do adiamento também com os prefeitos dos municípios que realizam festas nesse período. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Otávio Neto

Deixe seu comentário