• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

100 mil foliões passaram pela Av. Raul Lopes no Corso de THE, diz PM

Pela primeira vez em anos, não foi efetuada nenhuma prisão durante a festa e os Boletins registrados referiam-se apenas a furtos e perda de documentos

16/02/2020 10:31h - Atualizado em 16/02/2020 10:45h

.Pelo menos 100 mil foliõespassaram pela Avenida Raul Lopes durante o Corso de Teresina realizado neste sábado (15). Embora abaixo das 300 mil pessoas inicialmente previstas pela Prefeitura de Teresina, o número dá uma dimensão da magnitude do evento que já se tornou referência mundial em prévias carnavalescas.

Confira aqui as fotos da folia 

Mas além da forte presença dos foliões na avenida, mesmo com a chuva que caiu na tarde de ontem, o que também chamou a atenção nesta edição foi a relativa queda nas ocorrências policiais registradas durante o evento, em comparação com anos anteriores. Conforme o balanço apresentado neste domingo (16) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-PI), não houve nenhuma prisão ou condução durante o Corso de Teresina e os 52 boletins de ocorrências registrados diziam respeito apenas a casos de menor poder ofensivo como furtos de celulares e perda documentos.


Foto: Elias Fontinele/O Dia

Foram apreendidas somente duas armas brancas pela polícia e nenhuma arma de fogo. Também não foram registradas apreensão de drogas. Este ano, o aparato de segurança para o Corso de Teresina contou com 53 viaturas, 13 guarnições da cavalaria, 24 motocicletas da PM e 900 agentes de segurança entre militares, bombeiros, Guarda Municipal e policiais civis.


Foto: Assis Fernandes/O Dia

Todo a extensão da Avenida Raul Lopes estava sendo monitorada por 20 câmeras de segurança e haviam também agentes da Secretaria de Justiça (Sejus) atuando em conjunto para identificar eventuais usuários de tornozeleira eletrônica e aquelas pessoas com restrição de liberdade ou em medida protetiva que estivessem participando do evento sem a devida permissão da Justiça.

Para o major Audivan Nunes, coordenador do Centro Integrado de Comando e Controle, o saldo do Corso 2020 de Teresina foi bastante positivo. “Conseguimos manter a ordem e a tranquilidade das pessoas que vieram curtir o evento. Consideramos o policiamento muito efetivo e positivo, com ocorrências dentro daquilo que a gente planejou. A sensação é de dever cumprido, porque conseguimos manter ordem num evento da magnitude que é o Corso”, diz.


Leia também:

Identificação garante carnaval tranquilo para as crianças 

Foliões devem ficar atentos a comidas e bebidas vendidas por ambulantes 

“Nunca abra mão do seu estilo”, diz consultora sobre looks para o Corso 



Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário