• the shopping
  • Tirulipa
  • novembro azul 2018
  • show gustavo lima
  • Estreia programa Italo Motta
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Notícias Cocal

29 de outubro de 2018

26 de outubro de 2018

24 de outubro de 2018

22 de outubro de 2018

Nota de esclarecimento sobre Operação da GAECO

Nota de esclarecimento / Cocal - Sobre Operação da GAECO

O prefeito Rubens Vieira foi surpreendido, no dia de hoje (18/10), com a realização de busca e apreensão, por parte do Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI), através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em sua residência no município de Cocal - PI.

Conforme amplamente divulgado pela imprensa, tratou-se de mais uma fase da, assim chamada, operação "Escamoteamento" - a qual já se prorroga por mais de dois anos, sem que tenha havido qualquer denúncia contra o prefeito Rubens.

O prefeito está à frente de uma das gestões mais aprovadas do estado do Piauí, fato incontroverso diante do sucesso eleitoral dos candidatos ao Legislativo e Executivo Estadual apoiados por ele nas eleições deste ano. Eleito democraticamente nas urnas, o prefeito Rubens permanece com apoio e legitimidade por parte da população em razão da sua gestão de excelência, preocupada com os problemas de Cocal e concentrada na melhoria de vida dos cocalenses.

Quanto à operação deflagrada na manhã de hoje, o que se percebe é a prorrogação indefinida de uma operação de investigação conduzida pelo GAECO. O prefeito Rubens sempre se colocou à disposição para prestar informações e colaborar com o órgão ministerial, de modo que não há justificativa para a realização de busca e apreensão em sua residência.

É de se notar que, a despeito de as investigações virem se arrastando por longos dois anos, o prefeito Rubens nunca foi alvo de denúncia por parte do Ministério Público. A realização de nova busca e apreensão só confirma a falta de provas de que tenha ele praticado qualquer tipo de ilícito.

Nota de esclarecimento sobre Operação da GAECO

Nota de esclarecimento / Cocal - Sobre Operação da GAECO

O prefeito Rubens Vieira foi surpreendido, no dia de hoje (18/10), com a realização de busca e apreensão, por parte do Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI), através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em sua residência no município de Cocal - PI.

Conforme amplamente divulgado pela imprensa, tratou-se de mais uma fase da, assim chamada, operação "Escamoteamento" - a qual já se prorroga por mais de dois anos, sem que tenha havido qualquer denúncia contra o prefeito Rubens.

O prefeito está à frente de uma das gestões mais aprovadas do estado do Piauí, fato incontroverso diante do sucesso eleitoral dos candidatos ao Legislativo e Executivo Estadual apoiados por ele nas eleições deste ano. Eleito democraticamente nas urnas, o prefeito Rubens permanece com apoio e legitimidade por parte da população em razão da sua gestão de excelência, preocupada com os problemas de Cocal e concentrada na melhoria de vida dos cocalenses.

Quanto à operação deflagrada na manhã de hoje, o que se percebe é a prorrogação indefinida de uma operação de investigação conduzida pelo GAECO. O prefeito Rubens sempre se colocou à disposição para prestar informações e colaborar com o órgão ministerial, de modo que não há justificativa para a realização de busca e apreensão em sua residência.

É de se notar que, a despeito de as investigações virem se arrastando por longos dois anos, o prefeito Rubens nunca foi alvo de denúncia por parte do Ministério Público. A realização de nova busca e apreensão só confirma a falta de provas de que tenha ele praticado qualquer tipo de ilícito.

17 de outubro de 2018

15 de outubro de 2018

09 de outubro de 2018

04 de outubro de 2018

11 de setembro de 2018

28 de agosto de 2018

21 de agosto de 2018

Membros do Conselho dos Direitos da Criança são empossados

Cocal empossa novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Foram empossados, no dia 9 de agosto, os novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Cocal. A solenidade de posse foi realizada na sede da Prefeitura, com a presença do prefeito Rubens Vieira, da secretária municipal de Assistência Social, Deuzenir Portela, e outros secretários do município.

Com o objetivo de acompanhar, discutir e fiscalizar as políticas públicas voltadas à infância e juventude, o Conselho tem como missão zelar pelos direitos das crianças e adolescentes.

“Nosso desafio é esse, garantir que as políticas públicas aconteçam de forma correta e trazer mais avanços e melhorias para esta gestão”, pontua o presidente eleito do CMDCA, João Paulo Soares.

Com diversas políticas executadas e em planejamento, a Prefeitura de Cocal se destaca com ações de proteção de crianças e adolescentes. “A garantia dos direitos das crianças e dos jovens é uma grande preocupação e prioridade em nosso município. Com a atuação de toda a nossa equipe, em especial da Secretaria Municipal de Assistência Social, temos desenvolvido projetos e campanhas que visam garantir a integridade dos jovens cocalenses e contamos sempre com o apoio do Conselho neste trabalho”, finaliza o prefeito de Cocal, Rubens Vieira.

Integram o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente: João Paulo Soares (presidente); Socorro Cunha (vice-presidente); Guilherme Santos (primeiro-secretário) e Luzinete Pinto (segunda-secretária).

Membros do Conselho dos Direitos da Criança são empossados

Cocal empossa novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Foram empossados, no dia 9 de agosto, os novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Cocal. A solenidade de posse foi realizada na sede da Prefeitura, com a presença do prefeito Rubens Vieira, da secretária municipal de Assistência Social, Deuzenir Portela, e outros secretários do município.

Com o objetivo de acompanhar, discutir e fiscalizar as políticas públicas voltadas à infância e juventude, o Conselho tem como missão zelar pelos direitos das crianças e adolescentes.

“Nosso desafio é esse, garantir que as políticas públicas aconteçam de forma correta e trazer mais avanços e melhorias para esta gestão”, pontua o presidente eleito do CMDCA, João Paulo Soares.

Com diversas políticas executadas e em planejamento, a Prefeitura de Cocal se destaca com ações de proteção de crianças e adolescentes. “A garantia dos direitos das crianças e dos jovens é uma grande preocupação e prioridade em nosso município. Com a atuação de toda a nossa equipe, em especial da Secretaria Municipal de Assistência Social, temos desenvolvido projetos e campanhas que visam garantir a integridade dos jovens cocalenses e contamos sempre com o apoio do Conselho neste trabalho”, finaliza o prefeito de Cocal, Rubens Vieira.

Integram o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente: João Paulo Soares (presidente); Socorro Cunha (vice-presidente); Guilherme Santos (primeiro-secretário) e Luzinete Pinto (segunda-secretária).

08 de agosto de 2018

07 de agosto de 2018

01 de agosto de 2018

Entidades preparam plano de segurança para o Festeja Cocal 2018

Entidades preparam plano de segurança para o Festeja Cocal 2018

Como parte dos preparativos para o Festeja Cocal 2018, que acontece de 11 a 14 de agosto, foi realizada, nessa terça-feira (31), uma reunião entre representantes da Prefeitura de Cocal, Ministério Público do Piauí, Conselho Tutelar, Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Guarda Municipal e sociedade civil.

Dentre as pautas discutidas, foram destacadas as ações e planos de segurança pública e proteção de crianças e adolescentes durante os eventos.

“Estamos nos unindo com o objetivo de dar segurança aos cocalenses e turistas que estarão nas festividades. Bem como assegurar que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) será devidamente cumprido, especialmente no que diz respeito à venda de bebida alcoólica”, afirma o vice-prefeito Nonatinho da Birindibinha, representando o prefeito Rubens Vieira na reunião.

Para isso, a 1ª Promotoria de Justiça – Cocal emitiu portaria delimitando as regras para a participação de crianças e adolescentes nos eventos, tais como permanência acompanhada e proibição de venda de bebidas alcoólicas.

“Todos os barraqueiros têm a orientação de proibição da venda de bebida alcoólica para menores e de obrigatoriedade de cartaz informando isso. Caso haja descumprimento, o vendedor ou os pais/responsáveis serão multados”, explica o representante do Conselho Tutelar, Anselmo Jansen.

Quanto à segurança, o prefeito de Cocal já solicitou reforço policial ao Governo do Estado e conta também com o apoio de seguranças particulares e da Guarda Civil Municipal.

“Estaremos juntos, Guarda Municipal, Polícia Militar e Polícia Civil, para desempenhar esse trabalho. Estamos preparados para dar todo o apoio aos presentes no evento”, finaliza o sargento da Guarda Municipal de Cocal, Edivaldo Santos Sousa.

Entidades preparam plano de segurança para o Festeja Cocal 2018

Entidades preparam plano de segurança para o Festeja Cocal 2018

Como parte dos preparativos para o Festeja Cocal 2018, que acontece de 11 a 14 de agosto, foi realizada, nessa terça-feira (31), uma reunião entre representantes da Prefeitura de Cocal, Ministério Público do Piauí, Conselho Tutelar, Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Guarda Municipal e sociedade civil.

Dentre as pautas discutidas, foram destacadas as ações e planos de segurança pública e proteção de crianças e adolescentes durante os eventos.

“Estamos nos unindo com o objetivo de dar segurança aos cocalenses e turistas que estarão nas festividades. Bem como assegurar que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) será devidamente cumprido, especialmente no que diz respeito à venda de bebida alcoólica”, afirma o vice-prefeito Nonatinho da Birindibinha, representando o prefeito Rubens Vieira na reunião.

Para isso, a 1ª Promotoria de Justiça – Cocal emitiu portaria delimitando as regras para a participação de crianças e adolescentes nos eventos, tais como permanência acompanhada e proibição de venda de bebidas alcoólicas.

“Todos os barraqueiros têm a orientação de proibição da venda de bebida alcoólica para menores e de obrigatoriedade de cartaz informando isso. Caso haja descumprimento, o vendedor ou os pais/responsáveis serão multados”, explica o representante do Conselho Tutelar, Anselmo Jansen.

Quanto à segurança, o prefeito de Cocal já solicitou reforço policial ao Governo do Estado e conta também com o apoio de seguranças particulares e da Guarda Civil Municipal.

“Estaremos juntos, Guarda Municipal, Polícia Militar e Polícia Civil, para desempenhar esse trabalho. Estamos preparados para dar todo o apoio aos presentes no evento”, finaliza o sargento da Guarda Municipal de Cocal, Edivaldo Santos Sousa.





Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado