• VIP TAXI teresina
  • bbrock
  • assinatura jornal

Notícias Oeiras

26 de junho de 2017

Inaugurado em Oeiras, matadouro para animais de pequeno porte é referência

Inaugurado em Oeiras, matadouro para animais de pequeno porte é referência no Piauí

Entrou em atividade, oficialmente, na última sexta-feira, 23, o Matadouro Municipal para Animais de Pequeno Porte. O local foi criado para disciplinar o abate de caprinos, ovinos e suínos, resguardando as medidas sanitárias necessárias para garantir carne saudável para a população de Oeiras.

Agora, o município se credencia para emitir o Selo de Inspeção Municipal (SIM), responsável pelo controle da qualidade dos produtos de origem animal, monitorando e inspecionando a sanidade do rebanho, o local e a higiene da industrialização, certificando com selo de garantia carnes e derivados. “É um passo importante no Estado do Piauí, por ser o primeiro a procurar ter o Selo de Inspeção Municipal (SIM). Isso vai ser uma referência estadual. Com isso, os consumidores vão ter a garantia de que irão consumindo uma carne de qualidade”, ressalta o veterinário João Carvalho, da Vigilância Sanitária.

As regras de funcionamento do matadouro para animais de pequeno porte foram definidas através de entendimento da Prefeitura de Oeiras, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, e o Ministério Público. “Com essa estrutura e os serviços que devem ser contínuos, permanentes, prioritários não há como negar que é um grande tempo para Administração local e isso engrandece a todos nós, oeirenses, que damos bons exemplos para o resto Piauí”, comemora o promotor de Justiça, Carlos Rubem Reis.

O representante do Ministério Público comenta que a instalação do matadouro representa uma evolução na higiene e condições sanitárias praticadas no abate animal, no município. “Culturalmente esses abates, que eram feitos de maneira precária não refletiam a necessidade que a comunidade local desejava. Com a estrutura que foi montada, aproveitando aquilo que já existia, com as adaptações necessárias e, mais do que isso, com o serviço de orientação, consultoria e fiscalização, a melhoria da qualidade do fornecimento de animais de pequeno porte será um fator de destaque para a população”, ressalta o promotor.

“Vale a pena que a população possa contribuir e fiscalizar esses recalcitrantes que possam por ventura estar fazendo abates clandestinos de animais de pequeno porte – caprinos, suínos e ovinos – para que haja a repreensão necessária. Também a população tem que colaborar, no sentido de exigir o selo de qualidade da carne fornecida. Aqui sai chancelada para que se faça a escolha correta, sabendo da qualidade do que está adquirindo”, defende Carlos Rubem, que visitou o local na companhia do prefeito de Oeiras.

José Raimundo acredita que a instalação do matadouro oferece mais segurança alimentar para a população de Oeiras. “Este espaço que estamos disponibilizando para as pessoas que têm atividade de abater animais de pequeno porte – como caprinos, ovinos e suínos – obedece às regras de vigilância sanitária. Antes, animais eram abatidos em residências em condições duvidosas. Agora, a população tem a certeza de que vai estar recebendo uma carne inspecionada pela vigilância sanitária, com a segurança alimentar necessária para não oferecer riscos à saúde”, argumenta o prefeito.

A estimativa é que cerca de 500 animais de pequeno porte sejam abatidos, por mês, no local. “Tínhamos um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público e dentro deste período cumprimos com o tempo adequado, entregando toda a estrutura com condições ideais para que os animais possam ser abatidos neste local. Nossa intenção é fazer com que a população de Oeiras receba produtos de origem animal, com qualidade e inspecionados”, pontua Juvenal Souza, secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

24 de junho de 2017

Oeiras recebe Encontro Locorregional do programa Mais Médicos

Oeiras recebe Encontro Locorregional do programa Mais Médicos

Oeiras recebeu nesta quinta-feira, 22, o Encontro Locorregional do programa Mais Médicos, que reuniu profissionais de São Francisco do PI, São José do Peixe, Sussuapara e Santa Rosa do Piauí. Também foram convocados os municípios de Nazaré do PI e São Luís do Piauí, que não enviaram representação.

O encontro foi aberto pela a secretária municipal de Saúde, Auridene Freitas, que apresentou a capacidade instalada de serviços de saúde no município de Oeiras, atendido por cinco profissionais do Mais Médicos. “A proposta deste encontro é trabalhar a integração entre os profissionais, é um momento em que eles trocam experiências, fazem análise das ações, se qualificam e levam propostas novas para serem implantadas dentro de seus municípios de atuação”, destaca a secretária.

Em seguida, médica ginecologista-obstetra e professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Verônica Maia mediou um bate-papo sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). “Mesmo sendo municípios da mesma região, temos realidades diferentes. Então, essa interação e essa troca de experiências reflete e melhora o trabalho deles. A função deste encontro é melhorar, cada vez mais, o funcionamento do programa, dando mais capacitação aos profissionais”, comenta a supervisora do programa, Patrícia Batista.

“É muito importante para o médico que está na Atenção Básica do município essa troca de experiência com o colega, porque tem muitos aqui que são intercambistas – cubanos, uruguaios, brasileiros que se formaram fora e brasileiros nato. São diferentes formações e diferentes possibilidades e isso enrique a maneira como eles vão cuidar da população, que é nosso maior objetivo”, completa a supervisora do Mais Médicos.

22 de junho de 2017

Oeiras sedia encontro de gestores de Saúde do Vale do Canindé

Oeiras sedia encontro de gestores de Saúde do Vale do Canindé

Oeiras sediou na manhã desta quarta-feira, 22, a 53ª reunião ordinária da Comissão Intergestores Regional (CIR). O encontro, realizado no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), reuniu secretários municipais de Saúde de todo o Território Vale do Canindé.

Na pauta, a avaliação externa do 3º ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). Segundo a Lúcia de Fátima, uma das supervisoras de coleta de informações, o programa tem como objetivo incentivar os gestores e as equipes a melhorar a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos cidadãos do território. Para isso, propõe um conjunto de estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde.

A avaliação será realizada a partir do dia 18 de agosto, com a participação de todas as equipes de saúde da Atenção Básica (Saúde da Família e Parametrizada), incluindo as equipes de Saúde Bucal, Núcleos de Apoio à Saúde da Família e Centros de Especialidades Odontológicas que se encontrem em conformidade com a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB).

“Estamos confiantes em relação ao processo de avaliação das equipes. Durante todo esse tempo, nós nos organizamos e entendemos melhor como acontece esse processo de supervisão e avaliação externa e trabalhamos com foco direcionado: melhorando a estrutura e os serviços das unidades básicas de saúde, também a parte de equipamentos, para que possamos atender melhor os usuários”, pondera Auridene Freitas, coordenadora da CIR secretária municipal de Saúde.

No Piauí a coleta de informações será realizada pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Em seguida, as informações serão encaminhadas para o Ministério da Saúde com fins de avaliação e certificação. “Implantamos novos dispositivos, programas novos que vêm somar e, principalmente, estamos trabalhando de forma alinhada, com todas as equipes em ações voltadas para o Plano Municipal de Saúde”, acrescenta a secretária municipal.

Fluxo no Hospital Regional

Os gestores municipais de saúde que integram o Território de Desenvolvimento o Vale do Canindé também debateram sobre o fluxo de atendimento na Rede Hospitalar no Hospital Regional Deolindo Couto. A discussão foi mediada pelo diretor HRDC, Alípio Sady, que elencou os serviços ofertados e propôs as melhores estratégias para que haja um alinhamento entre os municípios e o hospital regional.

Segundo o gestor, a principal via de contato dos municípios com os serviços prestados pelo Estado é a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde são realizadas as avaliações para que saber se há necessidade de internação ou remoção para Teresina. “Em alguns casos sugerimos que, se possível, os pacientes encaminhados a Oeiras devam chegar com o encaminhamento do médico do PSF de cada município para facilitar o atendimento e por conseguinte ser encaminhado a especialidade medica necessária”, pontua o diretor.

O diretor Alipio Sady informou ainda que devido à alta demanda em algumas especialidades clínicas, estes serviços encontram-se indisponíveis aos municípios até serem concluídos.

21 de junho de 2017

Arraiá da Semas resgata e incentiva cultura das festas juninas em Oeiras

Arraiá da Semas resgata e incentiva cultura das festas juninas em Oeiras

Aberto na última sexta-feira, 16, o 9º Arraiá da Semas tem atraído público e alegrado as noites juninas de Oeiras. Este ano, o evento é alusivo ao tricentenário de Oeiras e homenageia belezas do nosso Centro Histórico e figuras marcantes da cidade mais antiga do Piauí.

Na arena da Praça de Eventos já se apresentaram quadrilhas, números folclóricas e danças típicas de usuários de programas dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos dos CRAS I, CRAS II, Clube da Melhor Idade e CAPS. Além de escolas estaduais, particulares e quadrilhas de bairros.

Realizado desde 2009 pela Prefeitura de Oeiras, por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social, o Arraiá da Semas tem o intuito de resgatar e incentivar a cultura das festas juninas em nossa cidade. São 18 dias de festividades, envolvendo também escolas das redes municipal, estadual e particulares, além de quadrilhas locais de cidades vizinhas.

Veja o cronograma:

21/06 a 24/06 – Escolas Municipais

25/06/2017 – Educandário Monteiro Lobato

26/06/2017 – Sociedade Educacional Paulo Freire

27/06 a 29/06 – Escolas Municipais

30/06/2017 – CETI Pedro Sá

01/07/2017 – CETI Rocha Neto

02/07/2017 – Unidade Escolar Farmacêutico João Carvalho

03/07/2017 – Instituto Federal do Piauí (IFPI)

04/07/2017 – Encerramento Arraiá 2017

Início às 20h, todos os dias.

  • Fotos da abertura

20 de junho de 2017

Semed lança projeto de alfabetização em Oeiras

Semed lança projeto de alfabetização em Oeiras

Alfabetizar todos os alunos não leitores da rede municipal, matriculados do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Este é o objetivo do projeto Borboleta, lançado no último sábado, 17, pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), em Oeiras. O lançamento ocorreu no Centro Diocesano Dom Expedito Lopes, durante o IV Seminário Municipal do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), que teve como tema “Refazendo os passos de uma prática alfabetizadora”.

O seminário – ministrado pelas professoras Ruthnéia Costa e Osana Morais, da Escola Casa Meio Norte, de Teresina – contou com a presença do prefeito José Raimundo Lopes, da secretária municipal Tiana Tapety e de professores e coordenadores de escolas municipais das zonas rural e urbana de Oeiras.

De acordo com Tiana Tapety, o projeto é de fundamental importância para o desenvolvimento da educação na rede municipal. “Fizemos uma avaliação na política pública federal e notamos que algumas lacunas foram deixadas, sobretudo, no que diz respeito ao letramento e numeramento”, comenta a secretária, referindo-se ao ensino de português e matemática, foco do projeto Borboleta.

Com o Borboleta, a Semed pretende qualificar o fluxo de leitores que ingressam na segunda etapa do Ensino Fundamental. “É um projeto que dará sentido à trajetória de desenvolvimento de nosso município para que possamos formar cidadãos melhores. Nesse compromisso com a leitura e a escrita, marcharemos para um novo tempo e para uma Oeiras bem melhor”, argumenta Tiana Tapety.

O prefeito José Raimundo lembrou os avanços do ensino na rede municipal e louvou a iniciativa. “Contamos com o empenho de todos no desenvolvimento deste projeto, para que Oeiras possa ser reconhecida pela qualidade da educação pública que oferece aos seus cidadãos”, pontua o prefeito.

O evento também foi uma oportunidade para apresentar projetos desenvolvidos dentro de escolas da rede municipal, como o Coral Boa Semente, formado por alunos da Escola Municipal Júlia Miranda; Grupo Louvação Conguinhos, composto por estudantes da Escola Municipal Francisco Quirino e o número teatral do espetáculo “África: de onde viemos”, apresentado por alunos da Escola Municipal Visconde da Parnaíba.

Dentro do seminário ocorreu o lançamento do livro “Eu Sou a Escola”, de autoria de Osana Morais e Ruthnéia Costa. A obra, que já está em seu segundo volume, relata experiências transformadoras ocorridas em duas escolas municipais de Teresina.

‘Se essa rua fosse minha’

No seminário também foi lançado o projeto ‘Se essa rua fosse minha’. Desenvolvido pela Prefeitura de Oeiras, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação, o projeto propõe construir a identidade e denominar cerca de 90 ruas de Oeiras.

“Vamos trabalhar em cima da realidade de cada local. As escolas da rede municipal vão mobilizar as comunidades para a denominação destas ruas”, explica Tiana Tapety, informando que o projeto será desempenhado ao longo de dois meses.

19 de junho de 2017

Prefeita de Valença visita Oeiras para intercâmbio em gestão pública

Prefeita de Valença visita Oeiras para intercâmbio de boas práticas em gestão pública

Oeiras recebeu nesta sexta-feira, 16, a visita da prefeita de Valença do Piauí, Conceição Dias, para um breve intercâmbio de boas práticas na gestão pública. Acompanhada pelo secretário de Educação de Valença, Kássio Gomes, ela visitou a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e conheceu as metodologias adotadas no ensino público municipal.

Esta é a segunda vez que a prefeita visita o município de Oeiras. Semana passada, ela acompanhou a audiência pública de apresentação do Plano Diretor Participativo e conversou com o prefeito José Raimundo sobre experiências exitosas na gestão municipal de Oeiras.

“Estamos aqui para fazer parcerias, tanto na área da Educação quanto na Administração Municipal. Estamos trocando ideias e aptidões e, com isso, vamos nos fortalecer. Foi muito bom, saímos daqui levando muitos conhecimentos de experiências já realizadas em Oeiras e que vamos adequar à Valença”, afirma a prefeita Conceição Dias.

Na Semed, a gestora foi recebida pela titular da pasta, professora Tiana Tapety, que apresentou o funcionamento e ordenamento da gestão da rede municipal de Educação. “Receber a prefeita de Valença, Conceição Dias, o secretário Kássio e toda a sua equipe é, para nós, o reconhecimento do nosso trabalho, daquilo que tem sido feito desde 2013, sob a gestão do Lukano, e agora na administração do prefeito José Raimundo. É partilharmos aquilo que tem dado certo. Ainda não chegamos à excelência da educação em Oeiras, mas contribuímos para o desenvolvimento e melhoria da qualidade do conhecimento e do ensino-aprendizagem. Estamos deixando nossa digital e nosso comprometimento com a Educação”, notabiliza a secretária.

“A Educação só tem sentido se dividirmos e compartilhamos as experiências que deram certo. Nossa missão é de desenvolver pessoas, o nosso município, nosso Estado, nosso país. Partilhar experiências exitosas, positivas é de fundamental importância”, reforça Tiana Tapety.

O secretário de Educação do município de Valença, Kássio Gomes, acredita que a troca de conhecimentos entre os municípios oferece oportunidade de avanço para o Piauí. “Boas referências e boas práticas devem ser procuradas e nossa intenção é buscar algo que possa facilitar nossa gestão em Valença. Esse intercâmbio de boas práticas fortalece o Estado do Piauí, porque são trocas de experiências vantajosas para ambos os municípios”, defende Kássio Gomes.

14 de junho de 2017

Projeto ‘alfabetiza’ população oeirense na prática da vida saudável

Projeto ‘alfabetiza’ população oeirense na prática da vida saudável

“É uma tarde de encanto, vir para cá é um exercício para alma, que traz grandes benefícios psicológicos. E no aspecto físico-motor nos acrescenta, porque temos a segurança de estar fazendo um exercício com um profissional competente”. É assim que a professora Isabel Cristina descreve o projeto ‘Alfabetizando a população oeirense em Saúde’, reiniciado na tarde desta segunda-feira, 12, na Praça do Morro do Leme.

O projeto foi idealizado fisioterapeuta e educador físico, Rondnelly Camarço, e é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) há cerca de quatro anos. “Esse projeto surgiu da necessidade incentivar a prática de atividades num local fixo. Nem todo mundo pode fazer uma caminhada por ela trazer impacto, que pode ser prejudicial para os ossos. Então, temos aqui uma atividade de baixo impacto”, argumenta Rondnelly.

As atividades orientadas pelo profissional envolvem exercícios com uso ligas de baladeira e reúnem um número expressivo de participantes, na maioria mulheres. “Nosso público alvo é o idoso, mas toda a comunidade, desde crianças, adolescentes e adultos são convidados a participar”, comenta o responsável técnico pelo projeto.

Rondnelly enumera os diversos benefícios que a prática das atividades traz para a saúde. “Benefícios cardiovasculares, respiratórios, para a saúde mental, saúde social, para os ossos e músculos. Importante também para as articulações, para estabilização e diminuição das dores na coluna vertebral, melhora do humor, controle da depressão, controle do colesterol, da diabetes, da glicemia”, cita o fisioterapeuta.

Reativadas esta semana, as atividades do projeto acontecem às segundas, quartas e quintas-feiras, na Praça do Morro do Leme, das 17 às 18h. “Com a prática as pessoas foram aderindo às aulas, foram relatando as melhoras e isso foi sendo multiplicado, outras pessoas começaram a vir e também alcançaram os benefícios e objetivos que essa atividade traz para a saúde e para a melhoria da qualidade de vida”, destaca Rondnelly Camarço.

13 de junho de 2017

Prefeitura planeja implantação de Restaurante Popular em Oeiras

Prefeitura planeja implantação de Restaurante Popular em Oeiras

O prefeito José Raimundo visitou nesta segunda-feira, 12, as instalações do Mercado Público, situado na Rua Zacarias de Góes. Uma parte do local de ser adaptada para abrigar a estrutura do Restaurante Popular de Oeiras, projeto elaborado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, visando oferecer refeições a preços acessíveis à população de baixa renda, em situação de insegurança alimentar.

A secretária municipal de Assistência Social, Vanessa Reinaldo, comenta que o projeto será apresentado nesta quarta-feira, dia 14, ao secretário de Estado da Assistência Social e Cidadania, Zé Santana.

O Restaurante Popular de Oeiras será implantando através de uma parceria da Prefeitura Municipal com o Governo do Estado, por intermédio da SASC. “A implantação do Restaurante Popular tem como principal interessado e beneficiário a população, sobretudo, a de baixa renda”, assinala a secretária, acrescentando que o restaurante tem como meta disponibilizar 100 refeições por dia.

O projeto contempla também pequenos produtores rurais, através do Programa Compra Direta Local de Alimentos (PAA), que possibilita a aquisição de alimentos orgânicos e saudáveis que devem ser utilizados nas refeições oferecidas pelo restaurante.

Vanessa Reinaldo explica que, concomitante ao funcionamento do Restaurante Popular, serão criados espaços de desenvolvimento comunitário e de formação da cidadania, com oferta de palestras, oficinais de aproveitamento e combate ao desperdício de alimentos, realização de campanhas educativas, cursos e qualificações na área e também atividades culturais.

12 de junho de 2017

Prefeitura planeja implantação de Restaurante Popular em Oeiras

Prefeitura planeja implantação de Restaurante Popular em Oeiras

O prefeito José Raimundo visitou nesta segunda-feira, 12, as instalações do Mercado Público, situado na Rua Zacarias de Góes. Uma parte do local de ser adaptada para abrigar a estrutura do Restaurante Popular de Oeiras, projeto elaborado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, visando oferecer refeições a preços acessíveis à população de baixa renda, em situação de insegurança alimentar.

A secretária municipal de Assistência Social, Vanessa Reinaldo, comenta que o projeto será apresentado nesta quarta-feira, dia 14, ao secretário de Estado da Assistência Social e Cidadania, Zé Santana.

O Restaurante Popular de Oeiras será implantando através de uma parceria da Prefeitura Municipal com o Governo do Estado, por intermédio da SASC. “A implantação do Restaurante Popular tem como principal interessado e beneficiário a população, sobretudo, a de baixa renda”, assinala a secretária, acrescentando que o restaurante tem como meta disponibilizar 100 refeições por dia.

O projeto contempla também pequenos produtores rurais, através do Programa Compra Direta Local de Alimentos (PAA), que possibilita a aquisição de alimentos orgânicos e saudáveis que devem ser utilizados nas refeições oferecidas pelo restaurante.

Vanessa Reinaldo explica que, concomitante ao funcionamento do Restaurante Popular, serão criados espaços de desenvolvimento comunitário e de formação da cidadania, com oferta de palestras, oficinais de aproveitamento e combate ao desperdício de alimentos, realização de campanhas educativas, cursos e qualificações na área e também atividades culturais.

Praça no Centro Histórico de Oeiras sofre ato de vandalismo

Praça no Centro Histórico de Oeiras sofre ato de vandalismo

A Praça da Bandeira, no Centro Histórico de Oeiras, foi depredada por vândalos na última quarta-feira, 07. No ato criminoso foram quebradas dezesseis lâmpadas de LED que fazem parte do projeto de iluminação do espaço. O vigilante da praça acredita que a ação tenha ocorrido por volta do meio dia, quando acontece um intervalo para o almoço. Os autores do ato de vandalismo ainda não foram identificados.

No final de março, o Passeio Leônidas Melo, do qual a Praça da Bandeira faz parte, foi inteiramente revitalizado dentro Programa Revitalizar Praças de Oeiras, uma realização da Prefeitura Municipal que integra as comemorações alusivas ao tricentenário da cidade. Com o Programa Revitalizar, o ambiente recebeu novo projeto paisagístico, iluminação de LED focada nos canteiros e reativação da fonte luminosa.

Stefano Ferreira, secretário municipal de Cultura e Turismo, diz que um dos objetivos do Revitalizar Praças de Oeiras é chamar a atenção da população para o cuidado com o patrimônio. “Toda política pública de preservação patrimonial necessita do apoio da população. É estranho um comportamento como esse. Pedimos que a população seja cuidadora desse bem, que é de todos”, recorre o secretário.

A Praça da Bandeira foi a primeira contemplada pelo Revitalizar. Segundo Stefano Ferreira, ao longo do ano, o projeto deve se estender para outras praças da cidade.



09 de junho de 2017

07 de junho de 2017

06 de junho de 2017

Semusa realiza oficina de avaliação dos indicadores de atenção à saúde

Semusa realiza oficina de avaliação dos indicadores de atenção à saúde em Oeiras

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) realizou nesta segunda-feira, 05, uma oficina de avaliação dos indicadores de atenção à saúde no município de Oeiras. O evento aconteceu no auditório da Semed e reuniu profissionais de todas as equipes de estratégia de Saúde da Família – médicos, enfermeiros, cirurgiões dentistas e agentes comunitários de saúde – das zonas urbana e rural.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Auridene Freitas, a oficina tem o propósito de promover um momento de integração entre as 14 equipes de estratégia de Saúde da Família. “A proposta é fazermos a apresentação dos indicadores que foram pactuados pelo município, onde assumimos o compromisso de atingir todas essas metas. Para isso, precisamos estar socializando e colocando esses resultados para que as equipes possam estar se olhando”, argumenta a secretária.

No evento, foi feita a avaliação dos indicadores por equipe e debatidas medidas de intervenção voltadas para cada área de atuação. “A partir do momento que avaliamos, construímos um produto de trabalho dentro da realidade de equipe. Fazemos um levantamento das necessidades que são apontadas dentro de cada área de atuação e construímos um plano de intervenção voltado para as equipes, diante do diagnóstico dos pontos que precisam ser melhor trabalhados”, afirma Auridene.

A oficina envolveu também integrantes de todas as coordenações da Secretaria Municipal de Saúde. “Fazemos uma apresentação geral de todos os programas que são implantados no município e, a partir daí, fazemos um processo de unificação da estratégia de trabalho para que tenhamos condições de trabalhar melhor articulados, com base no nosso Plano Municipal de Saúde e na programação anual de Saúde, que são instrumentos de gestão que precisamos estar acompanhando e a cada quatro meses estamos fazendo uma prestação de contas”, destaca a gestora.

“Na apresentação do relatório quadrimestral fazemos uma exposição de gastos financeiros, através dos recursos que nós recebemos no município, e mostramos quais foram as ações que conseguimos desenvolver durante aquele período de quatro meses. Estamos compartilhando tudo isso para que ao final tenhamos um resultado mais positivo”, completa a secretária.

05 de junho de 2017

Semed realiza projeto de Educação Ambiental nas escolas municipais

Semed realiza projeto de Educação Ambiental nas escolas municipais de Oeiras

Alunos da rede municipal de ensino participaram na manhã desta sexta-feira, 02, de uma ação revitalização nas praças 24 de Janeiro e João Toco, e de reflorestamento no Parque Ecológico Riacho Mocha, onde foram plantadas dezenas de mudas de plantas nativas.

As ações fazem parte do projeto Educação Ambiental, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) em todas as escolas da rede municipal, e são alusivas ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 05 de junho. O prefeito José Raimundo Lopes, a secretária Tiana Tapety e de representantes do Departamento de Meio Ambiente do município participaram das atividades.

Ao longo do mês de maio, a Semed promoveu uma série de ações dentro do projeto. No último dia 26, as secretarias municipais de Saúde e de Educação, promoveram a V Conferência Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente e II Mostra Educanvisa, iniciativas que objetivam conscientizar a população sobre a preservação do meio ambiente e o consumo adequado de produtos e serviços sujeitos à Vigilância Sanitária.

Os eventos aconteceram na Escola Municipal Agrotécnica e contaram com a participação de representantes da Coordenação Nacional do Projeto Educanvisa, profissionais da Vigilância Sanitária, da Educação, autoridades locais, alunos e professores da rede municipal. Foram abordados temas como Vigilância Sanitária, Alimentação, Agrotóxicos, Saneantes e Cosméticos, Plantas Medicinais e Medicamentos.

O Educação Ambiental também realizou atividades na zona rural de Oeiras, como a formação de professores no Assentamento Barriguda, no último dia 17 de maio. Na ocasião, os professores puderam conhecer a rotina das famílias assentadas, ouvir relatos da comunidade, participar de rodas de conversa sobre as questões ambientais locais, interagir com pais e alunos e participar de oficinas de reciclagem.

A secretária municipal de Educação, Tiana Tapety, diz que a agenda ambiental está integrada às atividades da rede municipal de ensino desde 2013, com o Dia de Campo, o EDUCANVISA e outros projetos. Recentemente, foi encaminhado à Câmara Municipal um projeto de lei que solicita a formalização as atividades de educação ambiental na grade curricular das escolas municipais, informa a secretária. O projeto de lei tramita no legislativo e deve ser votado em breve. 

Secretaria de Juventude abre inscrições para curso de produção audiovisual

Secretaria Municipal de Juventude abre inscrições para curso de produção audiovisual em Oeiras

A Secretaria Municipal de Juventude abre inscrições nesta segunda-feira, 05, para um curso de Produção Audiovisual, destinado a jovens em situação de vulnerabilidade social. A capacitação é fruto de uma parceria da Prefeitura de Oeiras, através da Secretaria de Juventude, com o Instituto Comrádio do Brasil. O convênio foi assinado na última sexta-feira pelo prefeito José Raimundo e pelo coordenador do projeto, Jessé Barbosa.

O coordenador comenta que o curso faz parte do projeto Jovens Radialistas do Semiárido, que acontece em Oeiras desde 2014. “Nosso objetivo é formar jovens com curso profissionalizante em Comunicação Social, neste caso a habilitação é em produção audiovisual. Neste curso, os jovens vão ter noções de empreendedorismo, a prender a lidar com produção de vídeo de baixo custo, produção de áudio, e especialmente produção para a Internet e monitoramento em mídia social. A ideia é que esses jovens, de posse desses conhecimentos, possam ampliar o debate sobre políticas públicas de convivência com o semiárido, sobre a sua situação de jovem aqui nesta região. Enfim, provocar uma mudança silenciosa em toda essa situação que a gente vive”, argumenta Jessé Barbosa.

As inscrições acontecem na Praça da Juventude e na rádio educativa Cristo Rei FM, a partir das 8h. Serão ofertadas 35 vagas. O curso, que tem início dia 30 de junho, é composto por quatro módulos, abordando temáticas como: cultura empreendedora e gestão em comunicação, mídia social e internet, produção para o rádio e streaming e produção de vídeo com poucos recursos.

Para a secretária de Juventude, Heloísa Helena, o curso é uma oportunidade de fortalecer potenciais da comunidade jovem do município de Oeiras. “Esse trabalho é uma política pública preventiva, uma vez que pega jovens em situação de risco para estar oferecendo cursos. Esta ocupação é uma garantia da efetivação de direitos na questão proteção social. O jovem poderá utilizar os conhecimentos para o ingresso no primeiro emprego, por exemplo”, pontua a secretária.

O projeto Jovens Radialistas do Semiárido, desenvolvido pelo Instituto Comradio do Brasil, foi implantado em Oeiras em 2014, com apoio da organização não-governamental suíça Brücke Le pont. A Fundação Dom Edilberto Dinkelborg também é parceira do projeto.