Três hospitais da rede estadual fecham suas alas covid no Piauí

Fechamento se deve à queda nos atendimentos de pacientes com a doença. Hospitais voltarão a funcionar para atendimentos e cirurgias eletivas.

02/08/2021 12:58h

Compartilhar no

No último final de semana, um vídeo circulou pelas redes sociais no Piauí mostrando profissionais do Hospital da Polícia Militar (HPM) fechando os leitos destinados ao atendimento de pacientes com covid-19 em Teresina. Do início da pandemia até agora, o HPM chegou a internar 1.244 pessoas acometidas por agravos do coronavírus e a fazer 13.768 atendimentos clínicos relacionados à covid.

Mas esta unidade não foi a única a fechar suas alas de coronavírus: o Hospital Estadual Domingos Chaves, em Canto do Buriti, e o Hospital Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, também encerraram suas alas de atendimento a pacientes contaminados. 


Leia também: Reduz para oito o número de UBS’s que atendem Covid-19 em Teresina 


Com isso, já são três hospitais da rede estadual de saúde pública do Piauí que deixam de receber pacientes com covid-19. Esse fechamento se deve basicamente à redução nos atendimentos relacionados ao coronavírus no Estado. No entanto, isso não significa que a pandemia finalmente está sob controle nem que a situação de normalidade finalmente se estabeleceu.


Foto: Divulgação/Sesapi

Como frisa o secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, esta é apenas uma batalha. “Nos deixa muito animados e já podemos perceber que a vacinação está surtindo seus efeitos, porém ainda devemos manter os cuidados preventivos” lembra. Vale destacar que estes leitos que estão sendo desativados e, hoje, atenderão a outras demandas da saúde, podem voltar a ser direcionados para o tratamento da covid caso haja necessidade.

Com o fechamento da ala no HEDA, em Parnaíba, os pacientes do Território da Planície Litorânea poderão ser atendidos nos casos de covid através do Anexo II, que funciona no Hospital Nossa Senhora de Fátima e conta com 20 leitos de UTI, 20 leitos clínicos adulto, 07 leitos clínicos pediátricos e 03 leitos de estabilização.

Na capital Teresina, dez hospitais da rede pública ainda estão com alas Covid-19 abertas para atendimento da população que contrair a doença, são eles: Hospital Areolino de Abreu, Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela, Hospital Getúlio Vargas, Hospital de Urgência de Teresina, Hospital do Dirceu II, Hospital do Parque Piauí, Hospital Geral do Monte Castelo, Hospital Infantil Lucídio Portella, Hospital Universitário e Maternidade Dona Evangelina Rosa.

Hospital da PM volta a operar 100% para outras especialidades

Com o fechamento de sua ala covid, o Hospital da Polícia Militar voltou a funcionar em sua totalidade para serviços de cirurgias e consultas eletivas que estavam sendo retomados de forma gradativa desde meados de julho. A unidade também liberou vagas para pacientes da Regulação Estadual nas especialidades ortopedia e cirurgia geral.

“A retomada dos serviços só foi possível após a queda no número de internações em leitos de UTI e clínicos, em todo o Piauí, devido à aceleração da nossa vacinação. Esta semana ainda devemos lançar um programa de mutirão de cirurgias para atender a população que aguarda na fila de regulação”, lembra o Florentino Neto.

Compartilhar no
Por: Com informações da Sesapi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário