Hospital da PM zera UTI Covid e profissionais fazem vídeo ‘fechando’ leitos em Teresina

A desativação da ‘ala covid’ ocorreu devido à redução de casos na Teresina. Profissionais fizeram vídeo de despedida na unidade

31/07/2021 08:40h - Atualizado em 31/07/2021 09:02h

Compartilhar no

Profissionais de saúde do Hospital da Polícia Militar do Piauí (HPM-PI), em Teresina, se despediram, nessa sexta-feira (30), da Unidade de Teresina Intensiva (UTI) destinada exclusivamente parapacientes com Covid-19. A unidade foi referência no atendimento de casos suspeitos e confirmados, desde março do ano passado, início da pandemia. A desativação da ‘ala covid’ ocorreu devido à redução de casos na Capital.


“Dada a redução dos casos de Covid-19 em Teresina, a resolução do dia 15 de julho considera a não necessidade do HPM em ser Hospital exclusivo para receber pacientes com coronavírus. Portanto, hoje os profissionais do setor encerraram as atividades, ao transferir o último paciente da ala, e organizam-se para os atendimentos regulares da instituição”, disse o hospital em nota.


Profissionais do hospital comemoraram o número com um vídeo publicado nas redes sociais, 'fechando' os leitos vazios. Mesmo assim, a secretária de Saúde da cidade alerta para a população não deixar de seguir as medidas de prevenção.

Em nota, o Conselho de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) parabenizou os profissionais pela dedicação.


“O Coren-PI parabeniza todos os profissionais de Enfermagem do HPM-PI pelo empenho e dedicação demonstrados durante esse período tão desafiador para o mundo. Vocês merecem todo reconhecimento”.


Em março deste ano, a Hospital da Polícia Militar contou com mais de 90 leitos e chegou a ter 100% dos leitos ocupados para casos graves no pico da pandemia. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário