Com varejo afetado, Sindilojas quer retorno do transporte coletivo em Teresina

A baixa disponibilização dos ônibus em Teresina, frente ao cenário de pandemia, tende a gerar dificuldades no funcionamento da categoria

29/09/2021 17:24h - Atualizado em 29/09/2021 17:30h

Compartilhar no

Em reunião nesta terça-feira, dia 28, o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas-PI) discutiu com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) celeridade para resolução dos problemas do transporte público de Teresina. O Sindicato apresentou demandas sobre o deslocamento de clientes e dos colaboradores das lojas, que têm enfrentado dificuldades para chegar ao comércio local e prejudicando, consequentemente, as vendas e a economia da cidade.


Leia tambémEm Teresina, funcionário dorme no trabalho porque não tem ônibus para voltar para casa 

Moradores do bairro Socopo recorrem a ônibus intermunicipal para circular em Teresina 


O Varejo corresponde a uma área abrangente e importante para a geração de renda e emprego, sendo diretamente afetado pela paralisação no sistema de transporte. O setor varejista é responsável por movimentar a economia na capital.  O presidente do Sindilojas, Tertulino Passos explica que a baixa disponibilização dos ônibus em Teresina, frente ao cenário de pandemia, tende a gerar dificuldades no funcionamento da categoria e outras áreas indispensáveis.

"Foi bastante produtivo o encontro. Tivemos uma reunião com o superintendente da Strans Cláudio Pessoa, ele explanou as dificuldades que o sistema de transporte público de Teresina está enfrentando e das ações que estão sendo executadas pela Prefeitura mediante esse assunto. Além disso, informou sobre um número maior do retorno de ônibus a partir do dia 01º de outubro e vamos aguardar para ver se isso se confirma. Cláudio Pessoa nos solicitou algumas informações do setor de comércio de nossa cidade para dar subsídio também ao trabalho que os nossos associados estão tendo com o transporte coletivo. Acredito que esse é o momento de todos darmos as mãos e fazer um trabalho conjunto para que possamos ter um transporte mais eficiente e de qualidade ou pelo menos que possam trazer os usuários, seja ele o colaborador ou nossos clientes para dentro das lojas", disse.

Foto: Divulgação

O superintendente Cláudio Pessoa detalha ações que a gestão tem realizado em Teresina e como pode contribuir para a melhora do setor comerciário. 

"Foi uma reunião proveitosa, no sentido em que recebemos demandas sobre o deslocamento de funcionários e também dos clientes para as zonas do comércio. Apresentamos ao Sindicato as ações que estamos adotando, como implementação de vários modais alternativos para atender essa demanda e regularizando outras. Apresentamos a possibilidade do transporte seletivo ou a utilização dos próprios transportes coletivos que estão retomando seu fluxo regular, na medida em que está havendo por conta do governo do Estado e do município a liberação de algumas atividades. Acreditamos que em futuro próximo teremos a regularidade e a prestação do serviço adequado pelos operadores do sistema e, consequentemente, a retomada da atividade comercial em sua plenitude no município", explana o superintendente da Strans.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário