• Cobertura Zé Pereira
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

TCE retira sigilo de processo de suspeição

A decisão foi motivada após um pedido do próprio Luciano, que se manifestou durante a sessão e cobrou o fim do sigilo.

24/01/2020 09:56h

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) decidiu retirar o sigilo do processo de suspeição contra o conselheiro Luciano Nunes, ingressado pelo governador Wellington Dias. A decisão foi motivada após um pedido do próprio Luciano, que se manifestou durante a sessão e cobrou o fim do sigilo. 

“Eu, como réu no processo, faço questão de me manifestar e peço que o processo seja aberto. Eu quero que o processo seja discutido às claras. Não quero sigilo”, argumentou o conselheiro. 

O processo agora será encaminhado para o Ministério Público de Contas para manifestação conclusiva. Posteriormente, o caso volta a ser analisado pelo conselheiro Olavo Rebelo, relator do caso, e depois ao plenário, para votação. A expectativa é que a decisão final aconteça na próxima semana. 


TCE define relator do processo de suspeição de Luciano Nunes 

Wellington pede suspeição de conselheiro do TCE-PI 


O caso 

Em Agosto de 2019, o  governador Wellington Dias entrou com pedido de suspeição para afastar o conselheiro Luciano Nunes  e outros quatro técnicos das ações de fiscalização de contas do estado realizadas pelo Tribunal de Contas do Estado-TCE, utilizando como justificativa o fato de os citados atuarem como motivação política. 

Luciano Nunes é pai do ex-deputado Luciano Nunes Filho(PSDB), que disputou o governo do Estado em 2018, contra Wellington Dias, que na oportunidade acabou reeleito ainda no primeiro turno. 


Por: Natanael Souza

Deixe seu comentário