• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

TCE define relator do processo de suspeição de Luciano Nunes

O sorteio aconteceu na sessão da última quinta-feira (26) e também definiu o membro do Ministério Público de Contas (MPC) que irá acompanhar o processo, o procurador José Araújo Pinheiro Júnior.

28/09/2019 08:51h

O conselheiro Olavo Rebelo será o relator do processo de suspeição contra o colega de corte, Luciano Nunes, movido pelo governador Wellington Dias (PT) junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI). O sorteio aconteceu na sessão da última quinta-feira (26) e também definiu o membro do Ministério Público de Contas (MPC) que irá acompanhar o processo, o procurador José Araújo Pinheiro Júnior.

Conselheiro do TCE é alvo de processo de suspeição movido por Wellington Dias. Foto: Arquivo O Dia

O presidente do Tribunal, Abelardo Vilanova, afirmou que apesar de ainda não existir uma previsão de quando o relatório será apresentado e votado em Plenário pelos demais conselheiros, disse que o estudo deve levar em consideração os argumentos das duas partes no processo.

“O conselheiro Olavo Rebelo deve estudar o caso de forma concreta e sugerir uma solução [...] Ele vai fazer o estudo, mas acredito que não deve demorar muito tempo, mas não tenho nenhum número de dias ao certo”, explicou Vilanova ao Jornal O Dia.

Durante a sessão que definiu o relator do respectivo processo, o conselheiro substituto Jaylson Fabianh Lopes Campelo, sugeriu que o mesmo acontecesse de forma reservada. “É um assunto interno do próprio Tribunal e que deveria ser decidido, no meu modo de entender, em uma sessão reservada”, no entanto, ficará a encargo de deliberar a respeito disso.

Além do conselheiro Luciano Nunes, outros servidores do TCE também estão incluídos no processo de suspeição movido por Wellington Dias, que nega qualquer tentativa de retaliação política contra o magistrado, que é pai do ex-deputado Luciano Nunes Filho, um dos seus principais adversários na eleição de 2018.

Edição: Nathalia Amaral
Por: Breno Cavalcante, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário