• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Discussão sobre pedidos de empréstimos fica para terça na Alepi

Governistas avaliam que o adiamento não traz prejuízos ao Poder Executivo e que a reunião conjunta resolverá impasse.

20/09/2019 06:46h - Atualizado em 20/09/2019 19:09h

A discussão das mensagens que tratam das operações de crédito, prevista para essa quinta-feira (18) em reunião conjunta das comissões técnicas da Assembleia Legislativa, foi mais uma vez adiada. Agora, as matérias devem voltar à pauta do legislativo apenas na próxima terça-feira, dia 24.

De acordo com o líder do governo, Francisco Limma, o adiamento foi negociando entre os membros da base por conta da ausência do deputado estadual Júlio Arcoverde, presidente da Comissão de Constituição e Justiça, que está em viagem particular. 


Leia também:

Discussão sobre pedidos de empréstimos fica para terça-feira na Alepi  

Governo pede autorização da Alepi para fazer mais quatro empréstimos 


“O deputado Júlio teve uma alteração na agenda e deve voltar ao Piauí somente na segunda-feira. Achamos de bom tamanho deixar a reunião conjunta para a terça-feira, quando analisaremos e votaremos as mensagens dentro da comissão. Na próxima semana deveremos votar nas comissões e em plenário. Temos ate quinta para poder votar em plenário”, explicou Limma. 


Limma explica que os deputados têm até quinta para votar a matéria em plenário - Foto: Jailson Soares/O Dia

Já o deputado João Madison (MDB), relator de duas  das mensagens que tratam dos empréstimos, avaliou que o novo adiamento não causa prejuízos à tramitação, apenas do regime de urgência aprovado pela casa. “Todos os projetos relacionados às operações de crédito vão ser votados na terça-feira, nas comissões”, garantiu. 

A reunião conjunta das comissões de Constituição e Justiça e Finanças e Tributação, na próxima terça-feira, deve ser presidida pelo deputado Nerinho (PTB), pelo critério de antiguidade na casa.

Por: Natanael Souza, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário