• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Polícia cumpre três mandados contra pornografia infantil em Parnaíba

Ação faz parte da Operação Luz da Infância 6, deflagrada em 12 estados brasileiros, relacionada a crimes de exploração sexual.

18/02/2020 10:31h

APolícia Civil está dando cumprimento, na manhã desta terça-feira (18), a três mandados de busca e apreensão na cidade de Parnaíba. A ação visa combater crimes relacionados a exploração sexual e pornografia infantil e faz parte da operação Luz na Infância 6, que foi deflagrada em mais 11 estados brasileiros além do Piauí.


Leia também: 

PF deflagra operação para combater pornografia infantil no Piauí 

Polícia prende três homens que guardavam material pornográfico infantil 


Os alvos são acusados de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet. Eles foram identificados com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais com indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva. Todo o material coletado no cumprimento às ordens judiciais será periciado pela Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, com apoio da Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Estadual. Por se tratar de crimes praticados contra crianças, os procedimentos são protegidos por segredo de Justiça.

Nesta sexta fase da Operação Luz na Infância, estão sendo cumpridos em todo o Brasil e também em mais quatro países um total de 112 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdo relacionado aos crimes de exploração praticado contra crianças e adolescentes.


Polícia cumpre três mandados contra pornografia infantil em Parnaíba - Foto: O Dia

No Brasil, a pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos pelo compartilhamento e de 4 a 8 anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

Estrutura

A Operação Luz na Infância conta com a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília (US Immigration and Customs Enforcement-ICE), oferecendo cursos, compartilhamento de boas práticas e capacitações que subsidiaram as cinco fases da operação. 

A força-tarefa que atua na ação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e envolve Polícias Civis de 12 estados brasileiros além de agentes de segurança da Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá. Os mandados judiciais são cumpridos simultaneamente nestes países.

Entrando em sua sexta fase, a Operação Luz na Infância já soma até agora 603 pessoas por crimes de exploração e abuso sexual praticado contra crianças.  

Por: Maria Clara Estrêla, com informações da SSP-PI

Deixe seu comentário