Pacientes de Manaus apresentam melhoras e seguem internados no HU

Dos nove pacientes covid que foram transferidos de Manaus (AM) para Teresina (PI), nenhum amazonense está sob ventilação mecânica.

18/01/2021 12:15h - Atualizado em 18/01/2021 12:35h

Compartilhar no

Dos nove pacientes covid que foram transferidos de Manaus (AM) para Teresina (PI), nenhum amazonense está sob ventilação mecânica. A informação foi repassa pelo Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI).

“Três pacientes estão sem o oxigênio e em condições de tirar os cuidados intensivos, mas permanecem na ala de Covid até que possam sair direto para a casa. A ala é única para pacientes de Covid, tanto para UTI quanto para enfermaria”, diz HU.


Leia também:

“Pacientes de Manaus se emocionaram com acolhimento no Piauí”, diz médico 

FOTOS: Veja como foi a chegada dos pacientes de Manaus a Teresina 


Entre os pacientes estão cinco mulheres e quatro homens, eles são oriundos de Manaus, foram internados com COVID-19 e estão na Unidade de Terapia Intensiva em Ala especial, específica para tratamento de Covid-19. A equipe que está atuando nos cuidados especiais é composta de um médico, três enfermeiros, dois fisioterapeutas e vários técnicos de enfermagem.

Pacientes de Manaus apresentam melhoras e seguem internados no HU. Foto: Assis Fernandes

Entenda o caso

Os nove pacientes decolaram de Manaus (AM) com direção à Teresina às 10:05h da sexta-feira,15 , e chegaram na capital teresinense às 11:42h, no Aeroporto Ministro Petrônio Portella. Os manauaras chegaram com 24 horas de atraso, devido à problemas no abastecimento de oxigênio na aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB).

De acordo com a Fundação, as equipes estavam a postos com uma van e 11 ambulâncias - duas de suporte avançado, seis de suporte intermediário e três de suporte básico - para realizar o transporte até o Hospital Universitário (HU), onde os pacientes serão internados. Os leitos foram criados especialmente para receber estes pacientes, não acarretando em prejuízo para a população de Teresina.

 “Eram quinze pacientes inicialmente que viriam para Teresina. Mas seis deles tiveram os quadros agravados antes de embarcarem e só vieram nove. Eles chegaram bem, mas dois pacientes tiveram queda de saturação e decidimos por precaução deixá-los na UTI. Os outros estão estáveis e na unidade semi-intensiva”, finalizou o médico e superintendente do Hospital Universitário (HU-UFPI), Paulo Marcio. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário