Saiba o que é angiodema; causa da morte de Kiki Freitas

Doença causa inchaços em diversas partes do corpo, médico explica.

21/07/2021 15:37h

Compartilhar no

Na manhã dessa quarta-feira (21), a odontóloga Maria Cristina Freitas, faleceu após ter complicações causadas por um angiodema durante o parto. Maria é filha do ex-governador Freitas Neto e estava na Maternidade Santa Fé, zona Norte de Teresina. O recém-nascido está em estado grave, após reanimação neonatal. 

De acordo com a nota de esclarecimento emitida pela maternidade, a paciente teve parto normal, sem anestesia. Maria evoluiu com sinais de angiodema tendo parada cardiorrespiratória. A odontóloga recebeu assistência da equipe particular que acompanhava o parto, corpo clínico da maternidade e da equipe de UTI da Unimed. 


Kiki Freitas: Morte foi causada por angioedema, diz maternidade 



Foto: Reprodução Redes Sociais

Entenda mais sobre Angiodema

Angioedema são “inchaços” na derme profunda e tecidos subcutâneos. Ele geralmente é uma reação aguda causada pela exposição a medicamentos, venenos, alimentos, pólen ou pelos de animais. Angioedema também pode ser uma reação crônica, uma doença hereditária ou adquirida. 

O clínico geral, Erisson Andrade, explica que o angiodema pode afetar diversas partes do corpo, causando inchaços. 

“É um inchaço dos tecidos mais profundos da pele e pode ser causado por medicamentos ou substâncias alérgicas. Ele pode afetar várias partes do corpo, mais comuns no rosto e lábio, por exemplo”, comenta o médico.

O angiodema raramente pode ocorrer na língua ou na glote e nestes casos pode dificultar a respiração, requerendo assistência imediata no Serviço de Urgência. 

“Esse inchaço pode ser também hereditário, onde a pessoa tem crises de edema. Eles podem ocorrer, inclusive, nas vias aéreas, causando desconforto respiratório, evoluindo para uma parada cardíaca e levando a óbito”, explica o clinico. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário