Procon Teresina: reclamações contra empresas aumentou mais de 200%

De 16 de março a 30 de junho deste ano, o Procon Teresina registrou 1.206 reclamações, enquanto que no mesmo período do ano passado foram registradas apenas 400

08/07/2020 09:42h - Atualizado em 08/07/2020 09:54h

Compartilhar no

De 16 de março a 30 de junho deste ano, o Procon Teresina  registrou 1.206 reclamações, enquanto que no mesmo período do ano passado foram registradas apenas 400 reclamações contra empresas. Isso significa dizer que o número de reclamações triplicou, se comparado com o mesmo período de 2019, e que o aumento foi de 201,5%, somente durante a pandemia do novo coronavírus.

Dentre os casos, o maior número de reclamações está relacionado aos serviços essenciais, logo em seguida reclamações sobre valores abusivos de produtos, seguidos dos serviços privados e assuntos financeiros. De acordo com a coordenadora geral do Procon Teresina, Nara Cronemberger, tanto as reclamações como as denúncias sofreram crescimento vertiginoso neste período de isolamento social, mas o aumento deste número pode não ter sido apenas por causa da pandemia da Covid-19.

Leia também: Mensalidade de faculdade: Procon Piauí cobra na justiça redução de 30% 

“Podemos constatar que houve um crescimento considerável nas reclamações contra empresas, mas particularmente não considero que esse aumento todo seja apenas por causa da pandemia. Temos que levar em consideração, que ano passado, época de nossa inauguração, não existia ainda fiscalização, além disso, as pessoas ainda estavam conhecendo o Procon Teresina”, explicou.

(Foto: reprodução/Ascom/PMT)

A maior das reclamações já estão registradas no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (SINDEC), que é um sistema informatizado que permite o registro de demandas individuais dos consumidores que recorrem aos Procons. “A ferramenta é muito importante, pois consolida registros em bases locais e forma um banco nacional de informações sobre problemas enfrentados pelos consumidores”, afirma Nara.

Leia também: Desconto na mensalidade escolar pode gerar ações judiciais, segundo Procon 

Denúncias ou Reclamações

O Procon Teresina teve a rotina de trabalho modificada por causa da pandemia da Covid-19, e passou a receber reclamações, denúncias e dúvidas via e-mail. O órgão disponibilizou dois canais para receber as demandas: o primeiro deles é pelo e-mail: [email protected]; o segundo é para receber denúncias, reclamações ou dúvidas de pessoas que tiveram problemas com escola, faculdade ou cursinho: [email protected]

Ouvidoria de Teresina

Desde 18 de junho o Procon Teresina passou a realizar um trabalho colaborativo com a Ouvidoria do Município de Teresina, tirando dúvidas ou registrando reclamações relacionadas a produtos com preços abusivos. Até o momento foram registrados 34 contatos por este canal. O acesso tem sido realizado por meio do aplicativo Colab, disponível para Android e iOS.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Da redação

Deixe seu comentário