Ipês voltam a colorir ruas e avenidas de Teresina

Essa árvore do gênero Handroanthus se apresenta em diversas cores e costumam desabrochar agora no mês de agosto

19/08/2021 11:37h - Atualizado em 19/08/2021 11:59h

Compartilhar no

De longe o amarelo desponta e chama atenção em meio aos prédios. De perto, as flores que caem no chão formam um verdadeiro tapete. O cenário torna-se convidativo para fotografar ou simplesmente apreciar essa beleza que encanta os olhos e traz uma tranquilidade que só a natureza proporciona. E assim são os ipês.


Leia também: Ipês florescem em Teresina mesmo fora de época 


Essa árvore do gênero Handroanthus se apresenta em diversas cores e costumam desabrochar agora no mês de agosto. A florada segue até meados de outubro, mas, dependendo da estação, pode seguir até dezembro. O biólogo e doutor em Botânica, Francisco Soares Santos Filho, explica que os ipês têm como característica principal um fenômeno chamado caducifólia, onde eles liberam todas as folhas antes da floração.

(Fotos: Assis Fernandes/ODIA)

“A floração chega a ser bastante exuberante exatamente porque não tem o contraste das folhas, que caem, além de ser uma árvore com flores grandes, vistosas e coloridas e isso favorece o processo de floração, que dura entre uma semana a 10 dias, dependendo de como esteja a estação, ou seja, se estiver mais seco, ela tende a ser mais rápida”, explica.

As flores ficam tempo suficiente para serem polinizadas, e esse processo é feito por insetos, principalmente abelhas, e o culminar disso é a formação de frutos para o próximo ciclo. Além disso, a floração está relacionada com o período de menor umidade, tendo floração de muitas árvores, inclusive das mangueiras e dos cajueiros.

“O colorido é a principal característica, tendo cerca de cinco espécies de ipê amarelo, roxo, rosa, branco e até o que tem a flor esverdeada, sendo este mais raro. Além da visão privilegiada, com as cores, também tem a questão do olfato, já que as mangueiras e cajueiros, embora tenham flores pequenas, exalam odor, e o ar fica mais perfumado”, disse.

O ambulante Márcio Pereira dos Santos trabalha em frente ao INSS da Avenida João XXIII, zona Leste de Teresina. Ele, a esposa e outros trabalhadores do local contam que há 18 anos plantaram algumas mudas de ipê no canteiro central da avenida e que a maior satisfação que têm é ver as árvores florindo.

“É maravilhoso poder acompanhar o crescimento delas, ver que estão crescendo e florindo. Além de ser uma visão muito bonita, pelas flores, ainda tem a questão da sombra que faz e que nós usamos para trabalhar”, complementa.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário