Homem morre após reagir à arrastão no Povoado Nova Olinda

Sérgio morreu com um tiro no peito, após reagir a um assalto e deferir uma facada contra o bandido.

12/05/2021 08:39h - Atualizado em 12/05/2021 09:02h

Compartilhar no

Um homem identificado apenas como Sérgio de 36 anos, foi assassinado na noite desta terça-feira, 11, por volta das 18h. O latrocínio, roubo seguido de morte, ocorreu no Povoado Nova Olinda, zona sudeste de Teresina. Sérgio deixa a esposa e um filho de apenas de 6 anos.


Leia também: 

Técnica em enfermagem é morta a facadas por ex-companheiro no interior do Piauí 

Dupla faz arrastão em residência e rouba veículo de luxo no bairro Santa Isabel 

Sargento da PM é assassinado a tiros no bairro São Pedro, em Teresina 


De acordo com testemunhas, cinco homens estavam em uma HB20 preta, fazendo um arrastão na região, Sérgio teria reagido e foi atingido por um tiro no peito. A sogra da vítima, que não quis se identificar, contou ao repórter Tony Silva, da O Dia TV, como o fato ocorreu.

(Foto: Reprodução/ Tony Silva)

"Eu estava dentro de casa assistindo televisão, meu marido deitado e minha filha na rede com o filho dela, quando eles (os bandidos) entraram dentro de casa pedindo o celular,  começaram a pegar televisão e ameaçaram meu marido. Quando os homens já estavam entrando no carro, o Sérgio pegou uma faca e atingiu um dos bandidos com uma facada e ao ver a situação, outro comparsa deu um tiro no Sérgio, foi coisa de segundos", explica.

Sérgio ainda foi socorrido por familiares, mas ao dar entrada na UPA do Renascença, não  resistiu aos ferimentos e faleceu. "A família está com sentimento de dor, pois ele era um menino bom, caseiro, não fumava, não bebia, era um bom menino. Eu quero justifiça", conclui.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), onde foi periciado e liberado para a família realizar o sepultamento.


Compartilhar no
Fonte: Com informações de Tony Silva da O Dia TV

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário