‘Ele é um psicopata’, relata mais uma vítima do advogado acusado de estupro

O acusado responde a, pelo menos, outros dois processos na Justiça e em um deles é réu por homicídio.

15/07/2021 14:49h - Atualizado em 15/07/2021 15:21h

Compartilhar no

Encorajada pela denúncia feita contra o advogado Jefferson Moura Costa, acusado de estuprar uma diarista em Teresina, uma mulher de 26 anos afirma também ter sofrido uma tentativa de estupro pelo advogado, em 2020. O acusado responde a, pelo menos, outros dois processos na Justiça e em um deles é réu por homicídio. 

A vítima é proprietária de uma loja de produtos naturais e recebeu mensagem do acusado, que frequentava a mesma igreja que ela, encomendando alguns produtos. 

“Ano passado, quando aconteceu o caso, eu que fazia as entregas. Quando fui fazer a entrega dos produtos ele avisou que tinha esquecido o cartão de crédito dentro do apartamento. Ele me convidou para subir para poder finalizar a compra. Quando ele passou o cartão, imediatamente ele já foi para cima de mim, me agarrou a força e tentou me beijar várias vezes. Eu pedi para ele parar e quando me soltou eu corri, entrei no elevador e fui embora”, revela a vítima. 


Foto: Reprodução/Facebook

A mulher explica que ficou muito nervosa e impotente no momento da tentativa de estupro, e que não esperava que isso fosse acontecer com ela. “Me sentiu impotente e muito abalada. Quando você escuta que outras mulheres passaram por isso você imagina que consegue reagir, mas na hora eu não consegui. Fiquei travada por dentro, assustada, com medo e não tive nenhuma reação. Ele é uma pessoa asquerosa. Senti nojo e medo. É um psicopata. Depois disso tive que contratar uma pessoa para entregar os produtos por que eu não tive mais condições de entregar”, explica. 

Depois de ter tido conhecimento do caso da faxineira que acusou de estupro o advogado Jefferson Moura Costa, a vítima comenta que também se sentiu encorajada de denunciar e evitar que o acusado pratique o crime novamente. 


Saiba mais: Advogado é preso em Teresina acusado de estuprar mulher que fazia faxina em sua casa


“Estou indo prestar meu depoimento na delegacia da mulher e contar o que aconteceu comigo. Com certeza eu não fui a primeira que passou por isso. Fiquei muito acuada e não tive coragem de denunciar antes. Essa é uma oportunidade de outras mulheres, que tenham passado por isso, também denunciem”. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário