Advogado é preso em Teresina acusado de estuprar mulher que fazia faxina em sua casa

Jefferson Moura Costa foi pego em flagrante. A vítima conseguiu fugir dele após o ato pulando do segundo andar do prédio.

15/07/2021 08:41h - Atualizado em 15/07/2021 11:36h

Compartilhar no

O advogado Jefferson Moura Costa foi preso na noite desta quarta-feira (14), em Teresina, por ter estuprado uma senhora que fazia faxina em seu apartamento. O crime foi confirmado mediante exame feito junto ao SAMVIS (Serviço de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Sexual) e atestado em depoimento prestado pela vítima na Central de Flagrantes. (Veja reportagem abaixo:)


A prisão do advogado foi efetuada por policiais do 5º BPM, que receberam o chamado via celular embarcado na viatura. O sargento Gomes, que comandou as diligências, relatou ao Portal O Dia o que foi que aconteceu. “Recebemos informações via mobile e chegamos ao local. A vítima já estava em outro condomínio. Ela sofreu o estupro, mas conseguiu fugir do acusado em seguida, pulou do segundo andar do edifício e foi buscar socorro em um condomínio ao lado. Ela entrou na casa de uma mulher, que a socorreu e acionou a viatura”, explicou.


Jefferson Moura Costa foi preso em flagrante e exame feito na vítima confirmou o estupro - Foto: Reprodução/Facebook

Ao chegarem ao local, os policiais fizeram o acolhimento à vítima e a encaminharam para fazer exames na Maternidade Dona Evangelina Rosa para obter a confirmação formal do estupro. De lá, ela foi conduzida à Central de Flagrantes para prestar depoimento. 

O Jefferson Moura foi preso em flagrante pouco depois do crime por guarnições do 5º BPM após indicações de moradores e da própria vítima da localização do apartamento dele. Ele e seu veículo foram reconhecidos pelo marido da vítima. É que mais cedo, por volta das 14 horas, ele havia ido até a residência dela, na zona Norte de Teresina, pegá-la e leva-la até sua casa para fazer uma faxina.

A reportagem de O Dia conversou com o marido da vítima, mas por questão de segurança e para não expor nenhum dos envolvidos, ele não terá seu nome divulgado. “Ela saiu de casa por volta das 14 horas, quando ele foi lá em casa pegá-la para levar pra um serviço. Ela ia limpar o apartamento dele. Quando foi por volta das 18 horas, eu recebi uma ligação informando do que havia acontecido e corri até lá. Eu reconheci o carro dele, que foi o mesmo com que ele pegou minha esposa mais cedo. Não cheguei a falar com ela ainda, mas ela estava bastante nervosa, pelo pouco que consegui ver, e sei que foi confirmado que houve o estupro”, relata.

Revoltado com a situação, o marido da vítima pede justiça. “Eu espero que ele pague por isso, pague pelo que fez, porque do mesmo jeito que foi com minha esposa, pode fazer também com qualquer pessoa. Ele precisa ficar preso e o máximo de tempo possível”, fez seu apelo às autoridades.

Por meio de nota, a OAB-PI informou que está acompanhando o caso através de sua Comissão de Prerrogativas.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Com informações de Tony Silva, da O Dia TV

Deixe seu comentário