Wellington pede que eleitores compareçam às urnas seguindo protocolos sanitários

Amanhã, uma parcela dos piauienses vota para escolher seus representantes municipais em segundo turno. Governo pede atenção com transmissibilidade da covid-19.

28/11/2020 13:36h - Atualizado em 28/11/2020 14:12h

Compartilhar no

Neste domingo (29) acontece o segundo turno das eleições para prefeito em uma parcela dos municípios piauienses, e assim como foi no primeiro turno, nesta segunda votação, os eleitores devem ficar atentos aos protocolos sanitários para evitar a disseminação do novo coronavírus e realizar um pleito seguro. Em uma mensagem aos piauienses que vão votar novamente para prefeito, o governador Wellington Dias fez um apelo: compareçam às urnas, mas mantendo o distanciamento social.

"Eu quero agradecer a você que no primeiro turno compareceu e colaborou pra que a gente evitasse o que aconteceu em muitos lugares: aglomerações E desordenamento, causando mais infecção. Assim, quero pedir para que possamos ter agora no segundo turno todos os cuidados. Sair de casa já com máscara, ter cuidado com a higienização das mãos. De preferência, leve a sua caneta, garanta o cumprimento de regra do distanciamento e com isso a gente evita transmissibilidade do vírus", disse o governador.


A mensagem é direcionada sobretudo a Teresina, onde se concentra o maior colégio eleitoral do Estado. Vale lembrar que quem não estiver usando máscara, estará impedido de acessar seu local de votação. Como este ano não há sistema de biometria por conta da pandemia, é recomendado que o eleitor leve sua própria caneta para assinar a folha de votação. As seções eleitorais abrirão mais cedo, às 7h, para que pessoas do grupo de risco para a covid-19 possam votar antes e evitar aglomerações.

A Justiça Eleitoral também recomenda que o eleitor instale o aplicativo e-Título em seu celular para apresentar aos mesários sem a necessidade de contato com o documento físico. A higienização das mãos deve ser feita antes e depois do uso da urna. É importante lembrar que não se deve passar álcool em gel na urna eletrônica por risco de danificação do aparelho.



É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário