• show Legião Urbana
  • casa gourmet 2018
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Wellington garante que DER-PI monitora pontos vulneráveis da BR 343

Dnit e PRF alertaram que dois pontos da rodovia federal podem romper com a chegada do período de chuvas - um próximo à Hot Sat e outro próximo ao condomínio onde reside o governador.

28/11/2018 13:44h - Atualizado em 28/11/2018 15:07h

O governador Wellington Dias (PT) afirmou nesta quarta-feira (28) que o Governo do Estado já está tomando as medidas emergenciais necessárias para a recuperação de eventuais desgastes observados em trechos da BR 343 na saída de Teresina para Altos.

Na terça-feira (27), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e a Polícia Rodoviária Federal alertaram, durante uma coletiva de imprensa, que dois pontos da rodovia federal podem romper com a chegada do período de chuvas - um próximo à empresa Hot Sat e outro próximo ao condomínio Mirante do Lago, onde mora o próprio governador do estado.

O governador Wellington Dias afirma que obra de duplicação da BR 343 deve ser retomada em breve (Foto: Poliana Oliveira / O DIA)

Wellington afirma que uma equipe do Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER-PI) já esteve nos pontos vulneráveis da BR para realizar um trabalho de monitoramento dos locais. 

Ele também garantiu que o governo está empenhado em agilizar a formalização do contrato com a empresa que dará continuidade à obra de duplicação de 9 km da BR 343. 

Com relação ao atraso da empreitada, o chefe do Executivo afirmou que ele se ocorre porque quatro empresas contratadas para realizar a duplicação já desistiram de tocar a obra por conta de dificuldades internas, sem qualquer relação com o governo.

"A equipe do DER esteve lá, numa ação mais preventiva, propriamente [...] O estado tem os recursos para realizar a obra [de duplicação da rodovia], mas quatro empresas já renunciaram à condição de realizar a obra, por questões das próprias empresas, em razão das dificuldades por que passa o país. E terminaram não conseguindo dar conta de cumprir o contato", afirmou o governador, após sessão solene realizada na Assembleia Legislativa em homenagem ao centenário de nascimento do ex-governador Alberto Silva.

A declaração de Wellington, porém, diverge da informação repassada pelo superintendente do Dnit, Ribamar Bastos, que na última terça-feira afirmou que duas empresas já desistiram da obra por conta de atrasos nos pagamentos que deveriam ser feitos pelo Governo do Estado.

Ribamar e o superintendente da PRF, Welendal Tenório, alertaram que, antes mesmo de a obra de duplicação da rodovia ser retomada, o DER-PI precisa, com urgência, realizar obras de drenagem da bacia hidrográfica localizada nas imediações da BR 343, bem como ações de restauração nos dois pontos mais vulneráveis, de maneira a evitar desmoronamentos durante o período de chuvas. 

Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário






Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado