Reformas só serão votadas quando pandemia estiver controlada, avalia Margarete Coelho

Deputada federal piauiense entende que, no momento, a prioridade é encontrar soluções para a crise sanitária provocada pela doença

25/03/2021 13:43h

Compartilhar no

A deputada Margarete Coelho (Progressistas) acredita que, enquanto a pandemia em decorrência do novo coronavírus (Covid-19) não estiver controlada, a Câmara Federal e o Senado não terão condições de votar matérias importantes em tramitação nas duas casas legislativas, como por exemplo reformas que o Governo tenta aprovar.

Segundo a parlamentar, o enfrentamento ao atual cenário, que inclusive inviabiliza o funcionamento do parlamento, deve ser a prioridade neste momento. “O Congresso não vai ter condições de funcionar na sua plenitude e votar reformas, enquanto não controlar e encontrar soluções para a pandemia. Vamos ficar o tempo inteiro debatendo questões da pandemia”, disse ao jornal O Globo.

Margarete Coelho (Foto: Divulgação)

O veículo carioca pontua ainda que este posicionamento da piauiense está alinhado ao do deputado Arthur Lira (Progressistas), seu colega de partido e presidente da Câmara que tem dado declarações acerca da impossibilidade de deputados e senadores tratarem de outros temas enquanto o país bate recorde de mortes pela Covid-19.

Vale lembrar que Margarete Coelho é a relatora do Grupo de Trabalho (GT) criado para discutir, propor e avaliar estratégias normativas para aperfeiçoar o Código Eleitoral  do país mas que, assim como as reformas tributária e administrativa, não devem ter suas tramitações concluídas até uma melhora do cenário epidêmico.

Compartilhar no
Fonte: Com informações do Jornal O Globo

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário