• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

"Nem tudo que a liderança do governo pede, temos que aceitar"

Requerimento aprovado solicita a cópia dos documentos assinado por Dias na França

28/11/2019 06:45h - Atualizado em 28/11/2019 10:09h

O deputado Júlio Arcoverde avalia que o fato da bancada do Progressistas ter contrariado a liderança do governo e votado a favor de um requerimento proposto pela oposição não cria atritos na base aliada. Com o apoio da sigla, foi aprovado recentemente o texto que solicita a cópia dos documentos assinados pelo governador Wellington Dias junto à Agência Francesa de Desenvolvimento, na última semana.


Leia também: Lideranças do Progressistas avalizam filiação de Graça Amorim 


Para Arcoverde, que é o presidente estadual do Progressistas, não há motivos para impasse, uma vez que o próprio governador afirmou que todo feito dentro da legalidade. O deputado também minimizou a articulação da liderança do governo, que tentou barrar a aprovação do requerimento. 

“Tem que ter transparência, para a população também saber. O governador foi claro quando disse que assinou uma carta de intenções para um futuro empréstimo, então, nada mais justo a gente pedir a cópia dessa carta de intenção. [...] Nem tudo que a liderança do governo pede, somos obrigados a aceitar. Acho que a bancada do Progressistas, do MDB e da oposição viram que isso era uma coisa tão simples, tão transparente que não tinha necessidade da gente não aprovar esse requerimento”, justificou Arcoverde. 


Para Júlio Arcoverde, não há motivos para impasse - Foto: Elias Fontinele/O Dia

O líder da oposição, Gustavo Neiva (PSB), autor do requerimento comemorou a aprovação e fez questão de agradecer o apoio. “Quero agradecer o bom senso de alguns membros da base do governo, em especial o MDB e o Progressistas, que votaram a favor, porque entendem que é um documento público”, disse. 

Já o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Limma (PT), avalia que não havia necessidade de aprovar o requerimento, uma vez que os dados já serão apresentados no relatório da viagem que será enviado ao legislativo pelo governador. “Uma questão desnecessária, haja visto que, após suas viagens internacionais, o  governador sempre encaminha um relatório”, pontuou. 

Após a aprovação do requerimento, o governador Wellington Dias tem um prazo de 60 dias para enviar a cópia do documento assinado junto à Agência Francesa de Desenvolvimento.

Por: Natanael Souza, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário