MDB tem as condições para indicar vice na chapa majoritária, afirma Wellington Dias

O petista, no entanto, ressaltou que essas tratativas só serão feitas no próximo ano

25/06/2021 15:28h - Atualizado em 25/06/2021 16:41h

Compartilhar no

Faltando pouco mais de um ano para as eleições gerais que definirão seu sucessor, o governador Wellington Dias (PT) afirmou, em entrevista à imprensa local nesta sexta-feira (25), que o MDB pode ser o partido a compor como vice a chapa majoritária governista no pleito que será realizado no próximo ano.

“É um partido grande e que tem as condições sim de participar dos entendimentos para a chapa majoritária. Vamos tratar disso em 2022”, disse o petista quando questionado sobre a possibilidade de acerto com os emedebistas. No momento, o atual secretário estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, desponta como o cabeça de chapa.

Wellington Dias (Foto: Poliana Oliveira/Arquivo/ODIA)

Dentro do MDB, e de outras siglas que integram a base aliada governista, o nome que desponta como favorito é o do deputado Themístocles Filho, presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), porém, também há outra ala dentro da agremiação que defende e aposta em uma candidatura própria.

Themistocles Filho e Wellington Dias (Foto: Assis Fernandes/Arquivo/ODIA)

Essa não é a primeira vez que o nome do chefe do legislativo estadual é cotado para a composição majoritária. Em 2018 sua indicação era tida como certa, mas acabou perdendo o posto para Regina Souza (PT). Naquela ocasião, o MDB ficou com uma das vagas ao Senado, ocupada pelo então deputado Marcelo Castro, que veio a ser eleito naquela oportunidade.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário