Eleições em Teresina: Fábio Abreu suspende carreatas e fala sobre plano de governo

Fábio Abreu, do Partido Liberal (PL), decidiu suspender a realização de carreatas para evitar a aglomeração de pessoas e diminuir o risco de contaminação.

22/10/2020 15:35h - Atualizado em 22/10/2020 15:48h

Compartilhar no

Com o aumento do número de infectados e de óbitos pela Covid-19 no Piauí, muitos especialistas têm apontado as atividades eleitorais como as grandes vilãs no combate ao novo coronavírus. Por isso, o deputado federal e candidato à Prefeitura de Teresina, Fábio Abreu, doPartido Liberal (PL), decidiu suspender a realização de carreatas para evitar a aglomeração de pessoas e diminuir o risco de contaminação.

candidato chegou a contrair o vírus  no início deste mês e decidiu por suspender a sua agenda de campanha para seguir as recomendações médicas, mas retomou as atividades assim que se recuperou da doença. Em virtude da paralisação das atividades, a última pesquisa do Instituto Data O Dia, divulgada ontem (21), mostrou que Fábio Abreu não teve uma alteração significativa nas intenções de voto para o pleito do dia 15 de novembro. Apesar disso, o candidato está empatado tecnicamente com o Dr. Pessoa (MDB) e Kléber Montezuma(PSDB). Segundo Fábio Abreu, a retomada da campanha eleitoral está a todo vapor.

Foto: Elias Fontenele/O Dia

“Nós temos acompanhado o povo, principalmente na receptividade, na reciprocidade de apresentação das nossas ideias e para nós também é uma gratidão muito grande termos sido apontados nessa pesquisa, que teoricamente mostra um empate técnico entre os três primeiros colocados. Pra nós é continuar o nosso foco, sem dúvida nenhuma que o nosso afastamento pelo Covid teve um reflexo e agora estamos de volta com 100% de gás”, afirmou.

Por fazer parte da base do governador Wellington Dias (PT), caso esteja à frente da Prefeitura de Teresina a partir de 2021, o ex-secretário de Segurança Pública defendeu maior proximidade entre as gestões municipal e estadual, afim de integrar as ações desenvolvidas, sem descartar, porém, uma aproximação também com o atual presidente Jair Bolsonaro (Sem partido).

“Meu objetivo é tirar Teresina dessa ilha que se encontra hoje. Teresina, administrativamente, não tem uma comunicação com o Governo do Estado, em função de uma decisão pessoal do gestor. Não podemos pessoalizar a gestão, porque as gestões têm que se comunicar”, destacou.


Foto: Elias Fontenele/O Dia

Deste modo, o candidato afirma que pretende usar a sua gestão em prol da integração entre município e estado, em especial no que diz respeito à área de segurança pública, a partir de políticas voltadas para a iluminação e calçamento de vias públicas, bem como de investimentos no âmbito do esporte, com o objetivo de evitar que jovens e crianças caminhem para a criminalidade.

Já o programa Gerar, uma das bases do seu plano de governo, tem como foco planejar a geração de emprego em renda, em especial no período pós-pandemia. “A geração de emprego tem que ser fundamental, tem que ser prioridade, porque depois da pandemia teremos sérios problemas com relação a desemprego. Vamos trabalhar para que o nosso cidadão que queira empreender possa, inicialmente, ter um banco de fomento forte para que tenha condições de implementar o seu negócio. Precisamos revitalizar essas áreas que foram atingidas pela intransigência da prefeitura”, explicou.

Durante a entrevista, Fábio Abreu teceu críticas ao atual sistema de transporte coletivo da Capital, e esclareceu como pretende descentralizar a saúde municipal, a partir da construção de unidades de pronto atendimento, policlínicas e do Hospital da Criança, além de um centro de referência para os idosos e para as mulheres.

“As nossas ações no período pós-pandemia são, exatamente, a retomada de vários serviços que foram suspensos, várias atividades que são essenciais para a população na área da saúde, cirurgias eletivas foram suspensas, consultas, exames, e isso criou um passivo enorme para que a próxima gestão tenha que fazer. Vamos fazer estendendo as parcerias com as unidades privadas, estendendo o horário de atendimento, criando a possibilidade de emprego nessa área”, finalizou.

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário