• COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI 2019 - 2020
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Edwaldo Viana recebe convite do PSL para pré-candidatura em Picos

O coronel foi exonerado depois de se envolver em polêmica que defendeu morte de criminosos

07/01/2020 15:57h - Atualizado em 07/01/2020 16:33h

O coronel Edwaldo Viana, exonerado nesta terça-feira (7) do comando do 4º Batalhão da Polícia Militar de Picos, tem a sua disposição o PSL para disputar a prefeitura de Picos nas eleições municipais deste ano. A intenção é do presidente estadual da sigla Luis André.


Leia também

Comandante do 4º BPM é exonerado após defender morte de bandido 


“O coronel Edwaldo Viana foi de uma forma drástica foi exonerado do comando. O bom é que o PSL vai ter um candidato forte em Picos. Só depende dele. Vamos ter uma conversa esses dias para que possamos trazer ele para o partido. É uma grande revelação na política de Picos”, declarou.

Luis André declara que a filiação de Edwaldo Viana só depende dele mesmo (Foto: Elias Fontinele / O DIA)

Luis André acredita que o nome de Edwaldo Viana incomodou as forças políticas do município depois de ganhar destaque na política local. O presidente do PSL relacionou os grupos que pretendem disputar o executivo do município e os responsabilizou pela exoneração do comandante.

“Lá tem o candidato do governo. Do outro lado o candidato do Progressista. E não aceitam uma terceira via. Mas quem decide é o povo de Picos que está atento a todos esses problemas que estão acontecendo na cidade, principalmente com esse ato do governo, do secretário de Segurança e o comando da polícia”, afirmou.

A troca no comando do Batalhão de Picos aconteceu depois que o coronel Edwaldo Viana apareceu em vídeos que circularam nas redes sociais defendendo a morte de criminosos. Em novo vídeo que explica sua saída, o coronel afirma que sua exoneração não foi motivada pela polêmica, mas por forças políticas que aproveitaram o caso para exigir ao governador sua saída da cidade.

Novas filiações

Luis André disse que o partido segue conversando com vários vereadores e suplentes para a formação da chapa que disputará as eleições de outubro. A presença do vice-presidente nacional do PSL Antônio Rueda em Teresina, no próximo sábado (11), deve impulsionar as filiações ao partido.

“Estamos conversando com vereadores e intensificamos essas conversas em 2020. Muita novidade vai acontecer, inclusive com filiação de suplentes de vereadores. O nosso vice-presidente Rueda vai estar em Teresina e vai conversar com todos esses nomes e vem muita novidade por aí”, finalizou. 

Por: Otávio Neto

Deixe seu comentário