Teresina: Polícia estoura boca de fumo com vigilância eletrônica; um foi preso

De acordo com a Depre, ao perceber a chegada da polícia pelo sistema de monitoramento, um homem, que não teve a identidade revelada, tentou fugir do local.

06/05/2021 08:46h - Atualizado em 06/05/2021 09:11h

Compartilhar no

Em ação policial realizada nesta quarta-feira (05), equipes da Delegacia Especializada em Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre) conseguiram estourar uma boca de fumo localizada no residencial Manoel Evangelista, na região do Grande Dirceu, zona Sudeste de Teresina. Segundo o delegado Jarbas Lima, a boca de fumo era monitorada por câmeras de segurança.


Leia também: Caso Firmino Filho: processo corre em segredo de justiça, diz delegado 


De acordo com o delegado, ao perceber a chegada da polícia pelo sistema de monitoramento, um homem, que não teve a identidade revelada, tentou fugir do local pulando os muros das residências vizinhas, mas não obteve êxito e foi preso pelos policiais da Depre. Durante a tentativa de fuga, ele ainda tentou se desfazer de uma mala com vários entorpecentes, mas o objeto foi localizado pela polícia.

Foto: Divulgação/Depre

Em posse do suspeito foram localizados celulares, relógios, mais de 500 frações de crack, tabletes de maconha, R$ 1 mil em espécie, duas balanças de precisão e uma máquina de cartão de crédito. Segundo a polícia, além dele, a mãe também já foi presa por envolvimento com o tráfico de drogas na Capital.

"Pedimos que a sociedade faça denúncia anônima, acredite na polícia. Nós estamos aqui pra trabalhar e a gente sabe que do tráfico de entorpecentes advém outros crimes, como roubo de veículos, o furto, os homicídios, as guerras de facções. Hoje o crime não está dividido, está totalmente misturado, a pessoa que rouba, mata, trafica. Temos que combater o crime em todas as suas vertentes", destaca o delegado Jarbas Lima.

A Depre disponibiliza à população os seguintes canais de denúncia: Disk Denúncia, através do número de telefone: (86) 3216-5281, ou pelo aplicativo Depre-DH.


É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Edição: Com informações de Chico Filho.

Deixe seu comentário