Op. Fragmento: quadrilha visava carros de luxo avaliados em mais de R$ 150 mil

Dentre as peças apreendidas pela polícia, a maioria era de caminhonetes como Hilux, S10 e até uma Land Rover. Este último chega a custar mais de R$ 300 mil.

26/10/2021 08:55h - Atualizado em 26/10/2021 12:18h

Compartilhar no

Atualizada às 11h16min

Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão no âmbito da operação Fragmento, a Polícia Civil constatou que a maioria das peças recolhidas eram de caminhonetes de alto valor no mercado automobilístico. Em meio ao material recolhido haviam vários motores de Hilux e picapes S10, além de uma Land Rover roubada. Estes veículos são avaliados de R$ 150 mil a mais de R$ 300 mil.

Os veículos eram roubados em sua maioria em Teresina, levados para um sítio na zona Rural de Timon onde eram desmontados e, de lá, as peças eram encaminhadas a revendedoras e lojas de autopeças na capital piauiense. Estas lojas funcionavam nos bairros Vermelha, Saci e Vila Irmã Dulce. Chama atenção o grau de especialização dos integrantes do grupo criminoso.

É isso o que detalha o delegado Eduardo Aquino, da Polinter: “Percebe-se que era uma organização criminosa bem articulada no sentido de haver uma divisão de tarefas bem definidas. Haviam quem roubava os veículos, quem desmontava, quem repassava aos revendedores e quem vendia diretamente ao cliente. Primeiro acontecia o roubo, depois o desmonte e só então a venda. O próximo passo é identificarmos quem são os membros desse grupo criminoso”, disse.


O delegado Eduardo Aquino conduziu as investigações - Foto: Assis Fernandes/O Dia

No momento, nenhuma prisão foi efetuada, mas a Operação Fragmento será desmembrada em novas etapas, segundo o que informou o delegado Eduardo Aquino. A investigação para esta primeira fase durou quatro meses e todo o material apreendido com o auxílio do Greco e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) já foi encaminhado para perícia. Mais de 40 policiais participaram das ações no dia de hoje (26) em Teresina e em Timon.

Iniciada às 08h55min

Policiais do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) e da Polícia Interestadual (Polinter) apreenderam peças de veículos roubados em lojas de autopeças localizadas na zona Sul de Teresina. A operação ocorrida nesta segunda-feira (25) cumpriu seis mandados de busca e apreensão em estabelecimentos localizados nos bairros Saci, Vila Irmã Dulce, Santa Luza, Vermelha e também na zona rural de Timon.


Leia também: Em média, cerca 8 veículos foram roubados por dia em Teresina durante 2020 



Foto: Divulgação/Polícia Civil

As investigações que culminaram na ação duraram quatro meses e apontaram a existência de um esquema criminoso de desmanche de veículos roubados para posterior venda das peças em sucatas e lojas especializadas. “Na ocasião apreendemos nove carcaças de veículos roubados, 36 motores de veículos com restrição de roubo, dois veículos de luxo também roubados e vários comandos eletrônicos de veículos de origem suspeita além de ferramentas utilizadas nos desmanches e uma arma de fogo”, elencou o delegado Tales Gomes, coordenador do Greco.


Foto: Divulgação/Polícia Civil

A polícia ainda não informou se foram feitas prisões durante o cumprimento dos mandados. Todo o material apreendido foi encaminhado para perícia na Polinter e no Greco e os suspeitos de envolvimento no esquema serão ouvidos para inclusão dos depoimentos nos autos do inquérito a ser remetido ao Judiciário.

A operação foi coordenada pela Polícia Civil e contou com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Secretaria de Fazenda do Piauí( Sefaz).

A Polinter faz um apelo à população para que informe à polícia casos de crimes contra o patrimônio alheio como roubos e furtos de veículos e disponibiliza o telefone (86) 3216-5305 para recebimento de denúncias. A identidade do denunciante é mantida em anonimato.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário