Campo Maior

Morre policial penal baleado em tentativa de assalto em Campo Maior

Ele estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave devido às lesões causadas pelo projétil na região do fígado

05/07/2021 14:06h - Atualizado em 07/07/2021 15:46h

Compartilhar no

Morreu na manhã desta segunda-feira (5) o policial penal e advogado Arlindo Neto, baleado durante uma tentativa de assalto no bairro Parque Estrela, em Campo Maior, zona Norte do Piauí. Ele estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave devido às lesões causadas pelo projétil na região do fígado. Arlindo Neto chegou a ser submetido a uma cirurgia, mas não resistiu.


Leia tambémHomens são assassinados a tiros no São Joaquim; PM faz buscas 


O presidente da subseção da OAB/PI em Campo Maior, Gilberto Azevedo, lamentou a morte do advogado através de nota. 

“Pouco pode ser dito nessa hora ou feito nesse último adeus. Nestas horas, sobram palavras, bem como se multiplica a dor e a saudade. Venho aqui homenagear você, Arlindo. Sei que descansará na paz celestial. Nunca imaginei que iria redigir essa nota de pesar, logo você. Às vezes não conseguimos aceitar o porquê de certos rumos que a vida leva, pudesse eu escolher e redigir outro documento que não fosse esse, seria maravilhoso”, disse.

Foto: Reprodução / Facebook 

O caso

Arlindo Neto estava na casa de amigos em uma confraternização no momento que dois homens se aproximaram e anunciaram o assalto. Ao perceberem que Arlindo estava armado, devido a profissão de policial penal que exercia em Timon, efetuaram disparos contra o grupo de amigos. Além de Arlindo, uma segunda pessoa foi alvejada. 

A Polícia Civil iniciou diligência para tentar localizar os suspeito e esclarecer a motivação do crime. A Delegacia de Campo Maior informou que ninguém foi preso ainda, mas as investigações estão em estado avançado. 

Leia a nota da OAB 

A Ordem dos Advogados do Brasil, por meio de sua Subseção de Campo Maior-PI vem manifestar profundo pesar pelo falecimento precoce de membro da Ordem, Arlindo de Lima Oliveira Neto OAB/PI 10567

Pouco pode poder ser dito nessa hora ou feito nesse último adeus, nestas horas sobram palavras, bem como se multiplica a dor e a saudade. Venho aqui homenagear você, Arlindo sei que descansará na paz celestial. Nunca imaginei que iria redigir essa nota de pesar, logo você, as vezes não conseguimos aceitar o porquê de certos rumos que a vida leva, pudesse eu escolher e redigir outro documento que não fosse esse, seria maravilhoso.

Neste momento de dor nos solidarizamos com sua família, seus amigos e expressamos nossas mais sinceras condolências. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas