• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Acusado de participar de chacina é executado em frente à própria casa

Antônio Ladislau de Sousa já tinha sido preso pelo envolvimento na cachina em Alagoinha do Piauí. O homem morreu nesta quinta-feira (12), com pelo menos três tiros na cabeça.

12/09/2019 16:50h - Atualizado em 12/09/2019 18:16h

Um homem identificado como Antônio Ladislau de Sousa, de 45 anos, morreu após ser atingido por pelo menos três disparos na cabeça, no município de Alagoinha do Piauí, a 297km de Teresina. Os suspeitos fugiram em uma motocicleta e ainda não foram identificados.

____________________________________________________________________________________________________________

Leia maisEnvolvido na morte de Emídio Reis é executado com a mãe idosa e cuidadora 

____________________________________________________________________________________________________________

O crime aconteceu por volta das 9h30 desta quinta-feira (12). De acordo com informações repassadas pelo delegado da Polícia Civil de Pio IX responsável pelo caso, Aureliano Barcelos, o homem foi morto em frente à casa onde morava no Centro de Alagoinha do Piauí.

“Dois indivíduos estavam sem capacete em uma moto preta, chegaram na vítima e o garupeiro efetuou vários disparos. Pelo menos três tiros acertaram a região da cabeça dele. A vítima não resistiu e morreu no local”, contou.

Antônio Ladislau de Sousa, de 45 anos, foi executado na manhã desta quinta-feira (12)

Ainda segundo o delegado, Antônio Ladislau já tinha passagens pela polícia e estava sendo investigado por homicídios. A polícia já coletou imagens de câmeras de segurança e permanece em diligências na tentativa de capturar os suspeitos do crime.

“Nós já temos imagens de câmeras de segurança que mostram a ação dos executores e, portanto, estamos trabalhando na identificação. O que sabemos é que eles não são do município, porque os suspeitos agiram sem capacetes e conversando com populares e com os familiares da vítima percebemos que ninguém os conhece na região” disse.

O delegado disse ainda que o celular da vítima foi apreendido e que nos próximos dias deve ser quebrado o sigilo telefônico para averiguar se ele ameaçou ou foi ofendido por alguém. Aureliano informou ainda que Antônio Ladislau de Sousa foi preso acusado de participação na chacina em Alagoinha do Piauí em 2017 .

“O Ladislau foi denunciado e preso pela cachina em Alagoinha no ano de 2017. Ele estava morando no Mato Grosso, chegou ao Piauí recentemente e, pelo o que parece, só esperaram ele chegar no município”, concluiu.

Edição: Ithyara Borges
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário