Vereador é investigado por levar adolescentes para alistamento eleitoral

O Ministério Público entendeu que a atitude do parlamentar causa desigualdade entre ele e os demais pré-candidatos

02/09/2020 17:14h - Atualizado em 02/09/2020 17:23h

Compartilhar no

O vereador do município de Campo Alegre do Fidalgo, Reinaldo Gomes de Morais, é alvo de uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa ajuizada pela 2ª promotoria de Justiça de São João do Piauí. Segundo a denúncia, ele teria transportado adolescentes em veículo próprio para alistamento eleitoral.


Leia também

Com medicamentos em falta, Justiça obriga FMS abastecer farmácia do HUT 


O Ministério Público entendeu que a atitude do parlamentar de promover o transporte causa desigualdade entre ele e os demais pré-candidatos e feriu a liberdade de escolha do voto dos adolescentes.

“O MPPI teve conhecimento que o vereador saiu da zona urbana de Campo Alegre do Fidalgo, buscou os jovens na localidade Baixio e os levou até São João do Piauí, deixando de cobrar valor que seria referente à passagem, o que expõe claramente que se beneficiou politicamente nesta ação. Esse ato realizado fere a igualdade nas eleições em detrimento a outros candidatos e também na liberdade do voto dos adolescentes”, esclareceu o MP.

Foto: Reprodução

Na ação, o Ministério Público pede que o parlamentar explique a situação por meio de resposta escrita. Testemunhas deverão ser ouvidas para esclarecimento do caso

“Diante do que foi constatado, o MPPI requereu a notificação do vereador para que apresente resposta escrita, em quinze dias; após recebimento da petição inicial, que poderá ser contestada; a produção de provas, em todos os meios em Direito admitidos, em especial o depoimento pessoal do vereador e a oitiva de testemunhas”, disse explicou o MP. 

Compartilhar no
Por: Otávio Neto, com informações do MP

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário