Rinite ou covid-19: veja como diferenciar os sintomas das doenças

Os principais sintomas da rinite alérgica são espirros, congestão nasal, coriza e coceira no nariz. Doença não é fator de risco para a covid.

26/05/2020 10:45h - Atualizado em 26/05/2020 11:17h

Compartilhar no

Em tempos de coronavírus, espirrar é um ato que tem levado muita preocupação às pessoas. E para quem tem rinite alérgica, isso ainda pode gerar algumas dúvidas quanto aos sintomas da doença. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2019 no Brasil, cerca de 30% da população possuía algum tipo de alergia. A rinite alérgica é uma das mais altas com 25% de prevalência, seguida pela asma alérgica atingindo 20% da população infantil e adolescente do país.


Leia também: 30% da população tem rinite e doença se confunde com outras patologias 


Os principais sintomas da rinite alérgica são espirros, congestão nasal, coriza, coceira no nariz, olhos e garganta, além de irritação nos olhos. O otorrinolaringologista Antônio Luís de Lima informa o que diferencia a rinite do novo coronavírus.


Saiba como diferenciar os sintomas da rinite dos sintomas da covid - Foto: Reprodução

"Existem algumas características que nos ajudam a diferenciar essas doenças. A rinite, por exemplo, em quadro de via aérea superior é, geralmente, associada a um quadro de coriza, prurido nasal, prurido em garganta, irritabilidade ocular. Em sua maioria, o paciente possui um histórico prévio. O coronavírus, claro, pode apresentar esses sintomas, mas normalmente nos casos sintomáticos são pacientes que apresentam quadros mais sugestivo como febre e desconforto muscular (mialgia)", explica.

Antônio Luís de Lima ressalta também que a rinite alérgica não é um fator de risco para a Covid-19. "A rinite não é um fator de risco para o coronavírus. A não ser que ela leve a um quadro de agravamento, a uma sinusite aguda complicada, um quadro de bronquite alérgica, que aí são fatores que poderiam agravar a situação do paciente reduzindo a sua imunidade e piorando um quadro de infecção pela Covid-19", informa o especialista.

O médico recomenda ainda os cuidados que as pessoas com rinite devem ter dentro de casa. "O que deve ser feito nessa época, já que estão todos confinados, são as orientações que costumamos dar aos pacientes. As pessoas com rinite precisam arejar melhor seus ambientes, limpar mais adequadamente a casa, higienizar-se corretamente. Oriento a evitar o uso de vassouras, usar mais o pano úmido e fazer lavagem nasal, ato extremamente importante neste momento", finaliza o otorrinolaringologista.

Compartilhar no
Fonte: Da Redação

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário