• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Ufpi e Ifpi suspendem aulas por um mês por causa do Coronavírus

Rede Pública Estadual de Ensino antecipa 15 dias das férias escolares e recomenda que escolas municipais e particulares façam o mesmo.

16/03/2020 12:28h - Atualizado em 16/03/2020 13:37h

A pandemia do Novo Coronavírus somada ao decreto do estado de emergência aqui no Estado já começa a alterar o dia a dia dos piauienses. Com eventos públicos suspensos por 15 dias, agora é a vez das instituições de ensino estaduais e federais paralisarem suas atividades pelas próximas semanas. A medida segue recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do Ministério da Saúde para evitar aglomerações.


Leia também: 

Número de casos confirmados de coronavírus sobe para 200 no Brasil 

Saiba o que é o coronavírus e o que já se descobriu sobre a pandemia 


Ensino superior

A Universidade Federal do Piauí (Ufpi) e o Instituto Federal do Piauí (Ifpi) decidiram suspender suas aulas a partir desta terça-feira (17) como medida de prevenção à disseminação do Novo Coronavirus. A decisão afeta o funcionamento acadêmico e administrativos de todos os campi do Estado.

Ufpi

Na manhã de hoje (16), reitor da Universidade Federal do Piauí, professor Arimateia Dantas Lopes, se reuniu com os diretores das Unidades de Ensino para analisar o contexto atual e decidir acerca das proposições do Comitê Gestor de Crise. O objetivo do encontro era justamente elaborar um plano de contingência e propor ações de enfrentamento ao Novo Coronavírus.


Após ouvir o infectologista Carlos Henrique Nery Costa, a Ufpi decidiu suspender imediatamente suas atividades. As aulas nas Universidade encontram-se suspensas a partir de amanhã (17) até o dia 15 de abril.


Foto: O Dia

Ifpi

Assim como a Ufpi, o Instituto Federal do Piauí (Ifpi) decidiu suspender suas aulas e o atendimento ao público externo a partir de hoje (16) até o próximo dia 15 de abril. Quanto ao funcionamento das atividades administrativas, isso ainda será deliberado pelo Comitê de Prevenção ao Covid-19.

Ensino público estadual

A rede pública estadual de ensino decidiu antecipar o calendário de férias escolares e suspender suas aulas pelos próximos 15 dias. O anúncio foi feito na manhã de hoje (16) após reunião do secretário de Educação, Ellen Gera, com o secretário de Saúde, Florentino Neto, e o secretário de Governo, Osmar Júnior. 

Com a antecipação das férias, a Seduc espera não comprometer nem alterar muito o calendário escolar de 2020. “Estamos tomando uma medida de prevenção, porque nossas escolas possuem muita movimentação de profissionais e estudantes. Passados esses 15 dias, vamos fazer uma análise e decidir qual serão as medidas a serem tomadas, mas é importante frisar que isso não compromete nosso calendário e nem prejudica ninguém”, explicou o secretário de Educação, Ellen Gera.


Ellen Gera, secretário estadual de Educação - Foto: O Dia

Para aqueles estudantes pré-vestibulandos que vão prestar o Enem este ano, Ellen Gera disse que a Seduc vai abrir a partir de amanhã (17) uma turma especial pelos próximos 15 dias para preparação para o exame. As aulas não serão presenciais, mas ministradas pelo Canal Educação, plataforma de ensino online mantida pela Secretaria.

Além de suspender as aulas da rede estadual, a Seduc recomendou que as escolas públicas municipais e as escolas particulares de todo o Estado, bem como as instituições de ensino superior públicas e particulares, façam o mesmo.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário