COE autoriza aulas presenciais para o 3º ano e pré-Enem a partir de amanhã (22)

Segundo o órgão, estudantes do ensino infantil, fundamental e do 1º e 2º ano do Ensino Médio devem continuar com aulas remotas.

21/09/2020 14:22h - Atualizado em 21/09/2020 16:47h

Compartilhar no

Apesar do calendário de retomada das atividades econômicas e sociais determinar oretorno das aulas presenciais para amanhã (22), o Centro de Operações de Emergência (COE) deliberou que apenas as turmas de 3º ano do Ensino Médio e pré-Enemestão autorizadas a funcionar de forma presencial a partir desta data. Vale lembrar que as aulas estão suspensas desde março deste ano em virtude da pandemia do novo coronavírus.


Leia mais:

CUT ajuíza ação para impedir retorno de aulas presenciais 


De acordo com o secretário Estadual de Saúde, Florentino Neto, o retorno deve obedecer os protocolos sanitários, com respeito às normas de distanciamento social e etiqueta respiratória. Cada escola deverá apresentar um plano de retorno e calendário considerando as medidas sanitárias prevista no protocolo de biossegurança sanitária tais como, distanciamento social de 2 m, com divisão e revezamento das turmas, de modo a cumprir a norma da ocupação do espaço de sala de aula, afastamento de profissionais e estudantes que pertencem a grupos de risco e medidas, além do uso de máscara, higienização das mãos e outras medidas que garantam segurança de toda a comunidade acadêmica.

Além disso, as escolas devem também proporcionar a modalidade de ensino à distância para as famílias com adolescentes matriculados nessas turmas, mas que optarem por não aderir ao retorno presencial.

Imagem Ilustrativa. (Foto: Suami Dias | Fotos Públicas)

Já em relação ao ensino universitário, o COE determina que o retorno só está autorizado aos estudantes do 8º período e às atividades complementares, como o estágio, contanto que haja atestagem prévia para todos os alunos.

“As atividades de estágio estão autorizadas tanto para os estudantes da área da saúde, como para os estudantes de outras áreas científicas. Essas atividades sempre deverão ser realizadas, para os estudantes da área da saúde, em unidades não-Covid, tendo sido feita a testagem prévia desses estudantes e garantindo os EPIs e todas as condições para que ele desenvolva sua atividade educacional complementar. Já para os estudantes das outras áreas, também é garantida a testagem prévia”, destaca.

Para o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Piauí (Sinepe-PI), Marcelo Cerqueira, as escolas ainda não foram informadas formalmente sobre a decisão do Governo do Estado que autoriza o retorno às aulas. Segundo ele, as instituições de ensino devem acatar ao que for determinado pelo Estado.

“Está marcado para retornar amanhã, se não houve nenhum posicionamento oficial, abrirá tudo, mas não temos condições de abrir tudo imediatamente”, argumenta, acrescentando que as escolas precisarão se adaptar a esse novo cenário.

Confira a nota do Governo do Estado na íntegra:

O Governo do Estado do Piauí, por meio do COE,  anunciou nesta segunda-feira , 21 de setembro de 2020, mudanças no cronograma que prevê a retomada das aulas presenciais da Educação Básica e Superior.  Entre as mudanças estão autorização para retorno dos estudantes da  3ª série do Ensino Médio,  Pré- Enem e estudantes de cursos de graduação que estão no 8º Período.  As turmas da educação infantil, ensino fundamental e 1º e 2º ano do Ensino Médio devem permanecer em ensino remoto. 

O documento emitido pelo COE autoriza as escolas  a reabrir suas portas, onde for possível, de maneira gradativa, priorizando o ensino remoto, mas sem estipular uma data. Ainda segundo as orientações do Comitê, cada escola deverá apresentar um plano de retorno  e calendário considerando as medidas sanitárias prevista no protocolo de biossegurança sanitária tais como, distanciamento social de 2 m,  com divisão e revezamento das turmas, de modo a cumprir a norma da ocupação do espaço de sala de aula, afastamento de profissionais e estudantes que pertencem a grupos de risco e medidas, além do uso de máscara, higienização das mãos e outras medidas que garantam segurança de toda a comunidade acadêmica.

Em relação a essas orientações, a Secretaria de Estado da Educação vem ratificar que está trabalhando em conformidade a essas sugestões,  e que as diretrizes e cronograma para a retomada gradativa e segura das atividades presenciais nas unidades de ensino serão publicadas nesta terça-feira (22), após serem discutidas com Gerentes Regionais e representantes das mais diversas entidades e instituições ligadas à educação. 


É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral

Deixe seu comentário