Preço do gás de cozinha em Teresina deve ultrapassar R$ 100,00 essa semana

Serão três reajustes acumulados descarregados no bolso do consumidor

01/03/2021 15:05h

Compartilhar no

O preço do botijão do gás de cozinha de 13kg deve ultrapassar os R$ 100,00 em Teresina durante essa semana, segundo estimativa do Sindicato dos Revendedores de GLP do Piauí. O aumento ocorrerá após um novo reajuste anunciado pela Petrobras nesta segunda-feira (01) de 5,2% nas refinarias , o significa que as distribuidoras irão pagar R$ 1,90 mais caro no botijão.


Leia tambémRedução de impostos não irá diminuir preço dos combustíveis, afirma Rafael Fonteles 

Impostos em combustíveis no Piauí são de 54,3% no valor final do produto 


Porém, não é esse valor que será acrescentado para os consumidores. Segundo o presidente do Sindigás, Valtercides Filho, o aumento no final da compra será muito mais alto porque além do aumento da estatal tem o reajuste das próprias distribuidoras e do imposto estadual. Serão três reajustes acumulados descarregados no bolso do consumidor.

“Logo depois que o Bolsonaro falou que ia tirar R$ 2,18 as distribuidoras já disseram que iam aumentar por causa dos custos delas. Automaticamente já tem o imposto do estado. Agora tem o aumento da distribuidora, tem o aumento da Petrobras e tem o aumento do Estado. Serão três aumento de uma vez só que estamos recebendo”, explicou.

Foto: Assis Fernandes / O Dia

Valtercides comenta que em atualmente em Teresina o preço do botijão chega até R$ 95,00, enquanto no inteiro o preço já está em R$ 100,00. Com a mudança dos preços, a capital deve comercializar o produto deve alcançar R$ 100,00. Nas cidades do interior, por sua vez, o valor deve disparar ainda mais.

“Esse valor será repassado ao consumidos. Hoje, em Teresina, o gás está entorno de R$ 80 a 95. Com os aumentos, o gás deve chegar a R$ 100,00. Cada revendedor vai ver seus custos e vai repassar ao consumidor. As cidades mais distantes, que o frete é mais caro, deve ultrapassar os R$ 100,00”, explicou.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário