Piauí reduz para dois o número de pacientes em espera por leitos de covid

Tempo de espera por uma vaga em hospital é de 24 horas. Apesar dde diminuir a fila de espera, ocupação de UTI segue acima de 97%.

04/05/2021 12:19h

Compartilhar no

O Piauí vem apresentando estabilidade nos novos casos de covid-19 e isso já se reflete na fila de espera por vagas nos hospitais da rede de atendimento do Estado. De acordo com a Central de Regulação da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), na manhã de hoje (04), o Piauí conseguiu reduzir para dois o número de pacientes aguardando por um leito, sendo um para UTI. Para efeito de comparação, no dia 28 de março, quando a pandemia atingiu seu nível crítico, o Estado tinha 238 pacientes esperando uma vaga na rede de saúde.

Com essa redução da fila de espera, reduziu também o tempo de aguardo por uma vaga. No momento mais crítico da pandemia, um paciente chegava a esperar até 48 horas para conseguir um leito. Hoje, esse tempo de espera está em 24 horas nos casos mais demorados. 


Foto: Jailson Soares/O Dia

“Já chegamos a ter mais de 200 pessoas aguardando por um leito em nossa rede hospitalar por causa da covid-19 e hoje, é com muita alegria que vemos os resultados de todo o nosso trabalho. Ainda temos a fila de espera, mas redução em relação às quantidades anteriores que essa fila apresentou nos mostra que tomamos as medidas corretas no enfrentamento à pandemia”, disse o secretário de Saúde Florentino Neto.


Leia também: Covid-19: Após dois meses, HUT zera fila de espera por leitos de UTI 


É importante ressaltar, no entanto, que mesmo a com essa redução na quantidade de pacientes na fila de espera por leitos, os cuidados necessários para frear a disseminação do coronavírus não podem ser deixados de lado. A taxa de ocupação de UTI no Piauí ainda está acima de 97%, o que denota o colapso da rede de atendimento. É isso o que explica o superintendente de média e alta complexidade da Sesapi, dr. Alderico Tavares.

“Apesar de termos esse quadro com apenas dois pacientes na nossa fila de espera, e já estarmos trabalhando para zerar essa fila o mais rápido possível, é preciso relembrar a população que a nossa taxa de ocupação de UTI continua alta. Com essa análise, reforçamos o quanto é importante que a população continue seguindo as recomendações dos órgãos de saúde e mantenha todas as medidas higiênico-sanitárias, porque só dessa forma, vamos sair dessa situação”, explica o superintende.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Com informações da Secretaria de Saúde do Piauí

Deixe seu comentário