Piauí recebe lote com "kits de intubação" e recursos para custeio de UTIs-Covid

Os insumos e habilitação das novas unidades foram repassados ao estado pelo Ministério da Saúde

30/03/2021 17:09h

Compartilhar no

Uma carga com "kits de intubação", composto por ampolas com medicação para o tratamento de quadros graves de pacientes infectados pelo novo coronavírus (Covid-19), foi entregue ao Piauí no começo da tarde desta terça-feira (30). Os insumos foram enviados pelo Ministério da Saúde, que não informou à nossa reportagem qual quantidade repassada ao estado. 

O lote de medicamentos usados por pacientes que precisam de respiração mecânica, tais como analgésicos e relaxantes neuromusculares, devem suprir, ao menos momentaneamente, a demanda em diversos municípios piauienses que nas últimas semanas vinham alertando tanto para o colapso hospitalar como para a situação crítica de seus estoques.

Kit intubação (Foto: Américo Antônio/Sesa)

Na capital, por exemplo, o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, relatou ao O DIA a situação dos hospitais em relação a esses fármacos, usados não apenas para o tratamento de pacientes com a Covid-19, mas também daqueles com outras enfermidades e que precisam ser submetidos a cirurgias.

“O medicamento de primeira linha está muito racionado. É o mesmo usado em cirurgias e, como nós trabalhamos com muitas cirurgias, estamos consumindo nossa capacidade de reserva. Estamos no limite do limite e não temos mais como adiar o uso do medicamento”, explicou o gestor municipal naquela ocasião.

Novos leitos

Além dos materiais hospitalares, o Ministério da Saúde autorizou na segunda-feira (29) a habilitação do custeio, em caráter excepcional e temporário, de mais nove leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica no Hospital Infantil Lucídio Portela, em Teresina. Ao todo, a FMS será contemplada com um repasse mensal de R$ 432 mil, retroativos a março.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário