• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Mulheres assumem o comando da churrasqueira no Piauí

Lia Lima, de 31 anos, é a primeira Chef Churrasqueira do Estado. Formada em gastronomia há 4 anos, ela busca se aperfeiçoar e mostrar que mulher pode sim ter domínio no fogo.

12/03/2020 08:34h

A presença de mulheres no comando da churrasqueira não é comum no Piauí. Mas esta realidade está mudando. Elas estão se especializando, participando de eventos e cursos. Lia Lima, de 31 anos, é a primeira Chef Churrasqueira do Estado. Formada em gastronomia há 4 anos, ela busca se aperfeiçoar e mostrar que mulher pode sim ter domínio no fogo.


Leia também: Curso ensina como escolher carne e preparar um bom churrasco 


“Eu sou considerada a única chefe churrasqueira do Estado porque sou formada, participo de festivais de churrasco e trabalho na área. Quando chego nos festivais, eles [homens churrasqueiros] olham e falam ‘é uma mulher que está aqui?’. Para a sociedade, ainda é uma área para homens e não para mulheres. Mas a gente quebrou esse tabu, pois mulher pode estar aonde ela quiser, no churrasco, no açougue e em qualquer profissão”, afirma Lia Lima.


Lia Lima fala dos desafios de conseguir espaço no universo tido socialmente como de homens - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Para a chef, o mercado do churrasco vem crescendo. A profissão antes era voltada para o mundo masculino e a mulher ficava responsável em auxiliar o homem e fazer os doces. Hoje, a mulher administra cursos sobre cortes e preparos, e ganha lugar na profissão aos poucos.

“Nos festivais, das 20 estações presentes, apenas três são de mulheres. Ainda há um grande tabu, mas estamos quebrando. Por isso, é preciso estar se aperfeiçoando, conhecendo as proteínas; não é um mundo tão fácil, você tem que ter preparo físico e psicológico para aguentar, porque você vai receber críticas e pode até assustar o público. Esta não é uma profissão de homens, é para quem gosta da área”, conclui.

Por: Sandy Swamy, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário