• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Infrações por uso de celular no trânsito sobem 36% em 2019

Foram registradas 6 mil multas este ano, enquanto que em 2018 este número foi de 4 mil.

22/11/2019 06:55h - Atualizado em 25/11/2019 18:37h

Houve um aumento de 36% em infrações relacionadas ao uso de celular no trânsito em Teresina. De janeiro a outubro de 2019, foram registradas mais de 6 mil multas na categoria, enquanto que, durante todo o ano de 2018, foram mais de 4 mil multas. Os dados são da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).



Leia também: HUT tem aumento de 19% no atendimento de acidentes no feriado


A prática é uma das dez infrações mais cometidas pelos motoristas na Capital e a terceira maior causa de mortes no trânsito, de acordo com dados da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet).

A infração é dividida em três categorias, visto que não é permitido manusear, utilizar e segurar o telefone celular ao volante. Segurar e manusear são consideradas infrações gravíssimas, com multa no valor de R$ 293,47, e utilizar o celular é infração média, no valor de R$ 130,16.


Não é permitido manusear, utilizar e segurar o telefone celular ao volante - Foto: O Dia

O supervisor dos agentes de trânsito da Strans, Ricardo Braga, alerta para que a população não utilize aparelhos telefônicos enquanto dirige, já que a infração é um risco para condutores e pedestres. “Um momento de distração do condutor põe em risco a vida do motorista e de outras pessoas que estejam utilizando a via. Portanto, alertamos para que a população respeite as leis de trânsito, afinal, essa prática incorreta pode ser evitada”, enfatiza Ricardo.

Ricardo ressalta, ainda, que o uso do celular aumenta as chances do motorista de se envolver em acidentes. “Solicitamos que os condutores fiquem atentos na direção e evitem esse tipo de prática, pois segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o uso incorreto desses aparelhos telefônicos na direção aumenta em cerca de 400% as chances de acidentes”, completa.

Fonte: Jornal O Dia

Deixe seu comentário