• SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

PI: Quase 800 mil trabalhadores podem sacar o FGTS

O valor total disponibilizado para pagar o recurso é de R$ 259 milhões. Para atender demanda, agências funcionarão em horário estendido.

13/09/2019 06:48h - Atualizado em 13/09/2019 16:48h

No Estado, cerca de 799.387 trabalhadores estão aguardando o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Com a liberação R$ 259 milhões os trabalhadores piauienses com contas ativas ou inativas, podem sacar até R$ 500 do benefício. O saque inicia nesta sexta-feira, 13, e o pagamento vai até 31 de março de 2020.

Segundo a Planejadora Financeira Vera Veras, o dinheiro deve ser visto como uma oportunidade para investir ou pagar contas, “muitas vezes o cliente pode aproveitar a oportunidade que os bancos oferecem para quitar as dívidas e essa é uma excelente oportunidade se com esse valor você quitar suas dívidas”, explica Vera.


Leia mais:

Saque do FGTS deve ser usado de acordo com perfil do investidor, diz consultora 

Maior rendimento do FGTS exige atenção na hora do saque 


Para receber o benefício o trabalhador que tem conta poupança na CAIXA, o valor é depositado automaticamente. Se o beneficiário não quiser receber o dinheiro, é necessário comunicar ao banco pelo site em fgts.caixa.gov.br, até 30 de abril de 2020.

A partir da recusa, o banco retornará os valores para as contas vinculadas ao FGTS, para um futuro saque rescisão, no caso de demissão sem justa causa.

Todavia, os beneficiários que possuem o Cartão Cidadão, o saque pode ser feito nos terminais de autoatendimento. Assim, os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em casas lotéricas, com apresentação de documento de identidade. Já o cliente que não possui conta poupança na CAIXA tem que ficar atento ao cronograma abaixo:


Saque Aniversário:

De acordo com a CAIXA, o trabalhador também tem a opção de sacar um percentual do saldo do FGTS anualmente. Essa migração do saque rescisão para o saque aniversário pode ser feita a partir de 1º de outubro de 2019, e o benefício pode ser sacado a partir de abril de 2020. Ao confirmar a mudança, o trabalhador deixará de efetuar o saque em caso de rescisão de contrato de trabalho, mas a migração não é obrigatória. Caso o titular de conta do FGTS não comunique ao banco o interesse em migrar, permanecerá na regra do saque rescisão. Quem realizar a mudança só poderá retornar à modalidade anterior, após dois anos a partir da data de solicitação à CAIXA. 


Aquelas agências que abrem às 10h iniciarão os trabalhos às 8h - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Caixa estende horário de atendimento hoje e abre no sábado

As agências da Caixa Econômica Federal vão abrir no próximo sábado, das 9h às 15h, para liberação do saque de até R$ 500 em contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A Caixa também vai trabalhar com horário estendido por duas horas, hoje (13), início do saque, e nas próximas segunda (16) e terça-feiras (17).


Quase 800 mil trabalhadores podem sacar o benefício nas agências da Caixa - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Assim, as agências, que normalmente abrem às 11h, vão iniciar o atendimento às 9h. Aquelas que abrem às 10h, iniciarão os trabalhos às 8h e as que abrem às 9h, atenderão a partir das 8h e terão uma hora a mais ao final do expediente. No caso de agências que abrem às 8h, serão duas horas a mais ao final do horário de atendimento.

“Vamos avaliar o movimento desses dias para ver se teremos que abrir mais calendários especiais nas semanas seguintes”, disse o vice-presidente de Distribuição, Atendimento e Negócios da Caixa, Valter Nunes. Ele participou hoje (12) de transmissão no Facebook, juntamente com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e o vice-presidente de FGTS da Caixa, Paulo Angelo, para tirar dúvidas sobre o saque imediato.

Por: Sandy Swamy, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário