Dia D de vacinação contra a raiva acontecerá em 02 de outubro no Piauí

Vacina em cães e gatos previne a transmissão da doença a humanos e deve ser repetida anualmente.

22/09/2021 12:25h

Compartilhar no

Cuidado com seu animal de estimação e com o próximo. Assim pode ser definida a vacinação de cães e gatos contra a raiva, que será seu Dia D no Piauí no próximo dia 02 de outubro. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) à reportagem de O Dia. O Dia D da vacina antirrábica para cães e gatos estava inicialmente previsto para aconteceu no sábado (25), mas por conta do atraso na entrega das vacinas pelo Ministério da Saúde, acabou sendo adiado para o começo do mês que vem.


Leia também: Teresina investiga novo caso de raiva humana após quatro décadas 


De acordo com os dados divulgados pela Sesapi, o Piauí vem conseguindo atingir as metas da campanha de vacinação antirrábica do Ministério da Saúde: pelo menos 80% da população de cães e gatos do estado estão devidamente vacinados. 


Vacinação é essencial para a saúde dos animais e dos humanos também - Foto: O Dia

Para manter este índice, a Secretaria Estadual, por meio da Coordenação Saúde Ambiental, vem mantendo diálogos com os representantes de todas as regionais de saúde do Piauí. Quem explica melhor é o médico veterinário Francisco de Assis, que faz parte da Coordenação: “Vamos encaminhar os imunizantes para os municípios para que no início de outubro as aplicações comecem a ser feitas, mantendo o Piauí em uma situação mais protegida contra a raiva e sem registros de casos da raiva humana”, diz.

Desde 2013 o Piauí não registra casos de raiva humana. Naquele ano dois registros da doença foram confirmados, um em Parnaíba e outro no município de Pio IX. Ambos foram causados por contato de humanos com animais silvestres. Conforme explica o veterinário Francisco de Assis, os animais silvestres vêm sendo os principais transmissores da doença para humanos.

“É essencial que as pessoas evitem contato com eles. Caso aconteça algum ataque desses animais, é essencial buscar o acompanhamento médico para ter as orientações corretas de como proceder. É preciso lembrar que a raiva humana é 100% letal caso seja negligenciada, por isso é importante buscar logo assistência médica”, reforça.

Os pontos de vacinação serão divulgados pelos órgãos municipais de saúde conforme a organização estabelecida com a Sesapi.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário