Cerimônias de casamento civil no Piauí aumentaram 48% em 2021 em relação a 2020

Em abril do ano passado, quando a pandemia começou a crescer, o Estado só registrou 30 uniões civis. Em 2021, média é de 400 cerimônias por mês.

15/10/2021 08:40h - Atualizado em 15/10/2021 08:49h

Compartilhar no

A pandemia acabou atrapalhando o sonho de muitos piauienses de formalizarem suas uniões judicialmente. As restrições impostas pela disseminação do coronavírus nos períodos de pico da doença fizeram com que muitos casais desistissem de se casar no civil por conta justamente das limitações na realização de festas e recepções para os convidados. Como comemorar a união civil não era bem uma opção durante os momentos mais severos da pandemia, muita gente acabou adiando o casamento.


Leia também: Piauí realiza primeiro casamento civil por videoconferência 


À medida que a flexibilização das normas sanitárias foi ocorrendo, os números de uniões civis voltaram a subir. É o que apontam os dados do Portal da Transparência de Registros Civil relacionados ao Piauí: a quantidade de cerimônias de casamento civis aumentou 48,6% de janeiro a setembro de 2020 em relação ao mesmo período de 2021. No ano passado, foram celebradas no Piauí somente 2.481 uniões em nove meses. No mesmo intervalo deste ano, foram 3.688 uniões.


Foto: Freepik

Em 2020, o mês de abril foi considerado o mais crítico para a realização de casamentos civis. O período coincide justamente com o aumento e a aceleração dos casos de covid-19 no Estado; somente 30 casais celebraram união civil naquele mês do ano passado. Em maio, as cerimônias voltaram a subir para 99, continuou em ascendência pelos três meses seguintes até chegar a 474 uniões em setembro. Em 2021, o número mensal de casamento civis segue se mantendo em uma média de 400 por mês. 

Mas mesmo com a quantidade de quase 50% superior em relação a 2020, o Piauí segue sendo o quarto estado com o menor número de cerimônias de casamento no civil do Brasil, ficando atrás somente de Roraima, Amapá e Acre.


Leia também: Piauienses casam menos, mas uniões duram por mais tempo, diz IBGE 


Casamentos homoafetivos aumentam no Brasil

Os casamentos entre pessoas do mesmo sexo também tiveram um aumento considerável em 2021 em relação a 2020, acompanhando a tendência das uniões civis em geral. Os dados do Portal da Transparência divulgados pela Arpen (Associação Nacional dos Registros de Pessoas Naturais) mostram que os casamentos homoafetivos registraram aumento de 37% em 2021. 

Até setembro, foram realizados no Brasil, 621.361 casamentos no civil, dos quais 7.541 são registros civis entre pessoas do mesmo sexo. Em 2020, esse número era de apenas 5.505 registros.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário