Cem amostras de pacientes do Piauí com Covid-19 são enviadas para análise em Pernambuco

Nestas amostras estão inclusos pessoas que foram a óbito pela doença de forma rápida, além de casos de reincidência do vírus, mesmo após imunização com vacina.

20/08/2021 11:14h - Atualizado em 20/08/2021 11:30h

Compartilhar no

O Piauí vem, há algum tempo, sendo vigilante em relação às variantes da Covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), enviou à FioCruz de Pernambuco cem amostras de diversos pacientes que tiveram Covid-19 em todo o estado piauiense. Nestas amostras estão inclusos pessoas que foram a óbito pela doença de forma rápida, além de casos de reincidência do vírus, mesmo após imunização com vacina. 


Leia também: Piauí registra o primeiro caso suspeito da variante Delta do coronavírus 


Segundo Herlon Guimarães, superintendente de Atenção Primária à Saúde e Municípios (Supat), a Sesapi está se precavendo em relação ao paciente que contraiu Covid-19 em São Paulo e veio para o Piauí. Herlon afirma que a amostra deste paciente também foi enviada para análise genômica em Pernambuco. 

(Foto: Arquivo O Dia)

“Estamos sim vigilantes em relação a esse caso e vários outros. Assim que o paciente chegou a Teresina, acionamos o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) para rastreio e acompanhamento do caso”, afirma. 

O superintendente comenta que a população deve continuar seguindo os protocolos de segurança contra o coronavírus. “É importante frisar que todas as medidas de prevenção devem estar acontecendo. As diferentes variantes exigem que tenhamos nossas medidas preventivas como a máscara. A pandemia não acabou, é preciso continuar com os protocolos higiênicos sanitários”, pontua.


Veja mais: Fiocruz faz sequenciamento genético de piauiense para confirmar variante Delta 


Por fim, Herlon Guimarães ressalta a importância de tomar as duas doses da vacina contra o vírus e adquirir a imunização completa. “Se você já tomou sua primeira dose de vacina e já está no tempo da 2º, procure uma unidade de saúde e mantenha sua imunização em dias”, finaliza. 

Compartilhar no
Edição: Ithyara Borges

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário