50 crianças e adolescentes ainda aguardam adoção no Piauí, aponta CNJ

Dados mostram, no entanto, que a fila poderia ser zerada pelas 98 pretendentes disponíveis

11/10/2020 12:00h

Compartilhar no

Às vésperas do Dia das Crianças, um dado chama a atenção no Piauí: cerca de 50 crianças e adolescentes ainda aguardam pela adoção, é o que revela informações coletadas pelo O Dia no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na manhã deste domingo (11). 

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

A plataforma também indica que, das mais dez mil crianças e adolescentes em situação de acolhimento nas 4.533 unidades distribuídas pelo país, 5.154 estão aptas para a adoção. Só no Piauí, a estimativa é que existam 220 acolhidas temporariamente por instituições ou em lares familiares.

“Uma criança ou adolescente pode receber a medida protetiva de acolhimento institucional ao se detectar uma situação de risco, negligência, abandono, maus-tratos, entre outras violações de direitos. A medida tem caráter temporário, até o retorno da acolhida, por adoção ou reintegração familiar, considerando o interesse da criança e do adolescente”, explicou a CNJ em nota.

Mesmo não considerando as subnotificações, dados do SNA revelam que a fila de adoção piauiense poderia ser zerada, haja visto que existam 98 pretendentes disponíveis. Apesar disso, somente 23 crianças e adolescentes foram adotadas no último ano através do cadastro nacional, enquanto outras 33 estão em processo de adoção.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Breno Cavalcante, com informações do CNJ

Deixe seu comentário