• cachoeir piaui
  • Campanha salao
  • APCEF
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Sesi e Senai terão cursos grátis em parceria com Microsoft

Os primeiros cursos oferecidos são "Introdução à Inteligência Artificial", "Introdução à Ciência de Dados", "Fundamentos da Ciência de Dados" e "Desenvolvimento de soluções com serviços cognitivos Azure, Bot e IOT".

12/02/2019 14:32h - Atualizado em 12/02/2019 14:52h

 O Sesi (Serviço Social da Indústria) e o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) oferecerão cursos de capacitação de jovens em IA (inteligência artificial) em parceria com a Microsoft.

O anúncio foi feito por Satya Nadella, CEO da Microsoft, nesta terça-feira (12). Quatro cursos gratuitos sobre o tema já estão disponíveis em plataforma aberta (https://www.mundosenai.com.br/).

A IA se refere ao uso de mecanismos ou programas de computador para tentar imitar a inteligência humana.

Os primeiros cursos oferecidos são "Introdução à Inteligência Artificial", "Introdução à Ciência de Dados", "Fundamentos da Ciência de Dados" e "Desenvolvimento de soluções com serviços cognitivos Azure, Bot e IOT".

Nos próximos meses, serão oferecidos "Desenvolvendo aplicativos de visão computacional em IA utilizando Serviços Cognitivos da Microsoft", "Desenvolvendo aplicativos de IA para conversação com Serviços Cognitivos da Microsoft" e "Chatbots e conversação como plataforma".

Com a parceria, profissionais da empresa americana atuarão também na capacitação do corpo técnico e de professores do Sesi e do Senai.

EVENTO

Durante abertura do evento AI+Tour, realizado nesta terça, Satya Nadella defendeu transparência, segurança e compromisso com privacidade para garantir a confiança do público em sistemas de tecnologia, em particular em IA

Isso é, disse, algo que precisa ser conquistado dia após dia com uma "IA responsável".

Para este fim, o executivo disse que é importante treinar os programadores para pensarem nessa responsabilidade desde quando começam a pensar nos sistemas. "Não é se perguntar o que os computadores podem fazer, mas o que eles devem fazer", explicou.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário