• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Sem vencer há quatro jogos, Tite convoca a seleção nesta sexta

A seleção enfrentará a Argentina no dia 15 de novembro na Arábia Saudita, e a Coreia do Sul no dia 19, nos Emirados Árabes.

25/10/2019 08:28h

Ainda sem vitórias desde a conquista da Copa América, a seleção brasileira será convocada na manhã desta sexta-feira (25) para dois novos amistosos. A partir das 11h, na sede da CBF, no Rio de Janeiro, Tite divulgará os nomes dos jogadores chamados para enfrentar a Argentina, no dia 15 de novembro, na Arábia Saudita, e a Coreia do Sul, no dia 19, nos Emirados Árabes Unidos.


Leia também: Tite admite críticas e pede tempo para testes antes de “jogos oficiais” 


O treinador espera, nesses duelos, ver um desempenho superior ao observado nas últimas partidas. Desde que triunfou na disputa continental, em julho, o Brasil acumulou atuações e resultados ruins. Nos Estados Unidos, empatou por 2 a 2 com a Colômbia e perdeu por 1 a 0 para o Peru. Em Singapura, empatou por 1 a 1 com Senegal e Nigéria.

"É inevitável ter críticas. Tenho que absorvê-las. É fase de preparação, de ajustes para competições oficiais. Tem que ter tranquilidade com a crítica. Preciso olhar para o processo", afirmou Tite, usando os testes que tem feito no time para justificar o desempenho registrado nos últimos meses.

"Eu sei que tenho a pressão dos resultados, mas só se consegue fazer jogos preparatórios, não amistosos, se você deixa o campo falar. É hora de dar oportunidade, avaliar, enxergar", acrescentou o comandante.


Tite - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Entre os últimos testados, ganhou elogios específicos do técnico o lateral esquerdo Renan Lodi, 21, do Atlético de Madrid, nome provável na convocação. Já os atletas do Flamengo, que jogarão a final da Copa Libertadores no dia 23 de novembro, deverão ser poupados da viagem e mantidos no Brasil na preparação para o confronto decisivo com o River Plate.

Se algum jogador de time nacional for convocado, será desfalque na 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. No chamado anterior de Tite, estiveram na lista os goleiros Weverton, do Palmeiras, e Santos, do Athletico, o lateral direito Daniel Alves, do São Paulo, o zagueiro Rodrigo Caio, do Flamengo, o volante Matheus Henrique, do Grêmio, e os atacantes Gabigol, do Flamengo, e Everton, do Grêmio.

As baixas, mais uma vez, não serão apenas os incluídos na seleção principal. Logo após a divulgação da relação de Tite, o técnico André Jardine convocará os jogadores da seleção olímpica, que disputará o Torneio de Tenerife, na Espanha, também no período reservado como "data Fifa" em novembro.

"É desafiador ter bom senso. Procuro olhar os diferentes lados para que todos ganhem. Neste momento, os lados são a seleção brasileira, os clubes e os atletas. Temos critério e cuidado. Dito isso, conciliar todos os fatores é humanamente impossível", disse Tite, criticado por tirar atletas das equipes brasileiras nos amistosos anteriores.

O treinador considera importante fazer as últimas observações de jogadores antes do início das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. A convocação seguinte já será para o começo do torneio classificatório, que terá seus primeiros jogos em março.

Na lista a ser divulgada nesta sexta, há também a expectativa sobre a presença ou a ausência de Neymar. O atacante sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda defendendo a própria seleção, contra a Nigéria, no último dia 13, e ainda está em recuperação. A comissão técnica está em co

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário