• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Santos tenta garantir vice em visita ao Athletico-PR

O prêmio para o segundo colocado do Brasileiro é de R$ 31,3 milhões, ou seja, R$ 1,6 milhões a mais que a soma destinada ao terceiro da tabela (R$ 29,7 milhões).

04/12/2019 09:16h

Se o título do Campeonato Brasileiro já está decidido, a briga pela segunda posição ainda segue em aberto -com uma premiação extra em dinheiro ao vice-campeão, o que nunca é demais, em jogo.

Por isso, o Santos vai buscar a vitória sobre o Athletico-PR nesta quarta-feira (4), em duelo a partir das 19h, em Curitiba (PR), pela penúltima rodada da competição, e confirmar a condição de segundo melhor time do país.


Leia também: Com desfalques, Santos recebe a Chapecoense na Vila Belmiro 


Um triunfo sobre os paranaenses deixará o clube alvinegro com 74 pontos, o máximo que seu concorrente, o Palmeiras, hoje com 68, pode alcançar ao final da competição. Neste cenário, no entanto, o time da Vila Belmiro levaria a melhor no número de vitórias -a vantagem atual é de 21 a 19 para os santistas.

O prêmio para o segundo colocado do Brasileiro é de R$ 31,3 milhões, ou seja, R$ 1,6 milhões a mais que a soma destinada ao terceiro da tabela (R$ 29,7 milhões). O valor, evidentemente, só é inferior aos R$ 33 milhões recebidos pelo campeão Flamengo.

Com o caixa vazio, inclusive com atletas reclamando publicamente dos direitos de imagem atrasados, o Santos não pode se dar ao luxo de perder receitas.


Foto: Reprodução/Instagram

Mas o confronto não será fácil. Além de jogar em casa, o Athletico chega em alta, já que não sabe o que é perder desde 13 de outubro, quando caiu diante do Flamengo. Atual campeão da Copa do Brasil e quinto no Nacional, o time paranaense acumula, desde então, sete vitórias e quatro empates.

Para deixar a Arena da Baixada com os três pontos, Jorge Sampaoli contará com o time completo. Soteldo, Pará, Jean Mota e Luan Peres retornam de suspensão -os dois primeiros devem começar entre os 11.

Já o Athletico estará sem Bruno Guimarães e Léo Cittadini, ambos vetados pelo departamento médico.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário